Grécia recua e diz que não pode aplicar as medidas que acordou com a Troika

Orestis Panagiotou / EPA

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras

Uma semana depois de ter acordado um plano com mais medidas de austeridade com os credores europeus e com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a Grécia recua e diz que não tem condições para cumprir aquilo com que se comprometeu.

A agência Reuters noticia que o governo de Atenas já informou os credores internacionais de que não pode implementar algumas das medidas acordadas há apenas uma semana. Esta ideia terá sido transmitida pelo ministro das Finanças, Euclid Tsakalotos, através de uma carta enviada à Comissão Europeia, ao BCE e ao FMI.

Na Grécia, a imprensa vai anunciando que Alexis Tsipras, o primeiro-ministro grego, não tem condições para conseguir apoio parlamentar para aprovar, nomeadamente, a redução nos complementos de pensão e a privatização da companhia estatal de electricidade, medidas impostas pelos credores.

A forma como gerir o crédito mal-parado na banca, outros dos pontos abordados com a Troika, despoleta divergências inclusive no seio do próprio Syriza, o partido de Tsipras.

Este aparente recuo grego, após um acordo que demorou meses a negociar, pode atrasar ainda mais a disponibilização de 10.3 mil milhões de euros, em pagamentos faseados, ao governo grego, dinheiro que é fundamental para o país poder pagar ao FMI e ao BCE créditos que vencem neste mês de Junho.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Estes gregos radicais de esquerda são uns troca-tintas e deviam ser expulsos da EU, não estão cá a fazer nada, só a atrapalhar.

  2. Somos os maiores
    na hora de dizer que não
    um dia temos dinheiro,
    no outro não temos tostão

    E assim os gregos,
    de carteira vazia,
    olham para o poder
    e ficam com azia

    por lá e por cá
    há dívidas para pagar
    lá… não sei se pagam
    por cá… ainda as hão-de pagar

  3. O Troca-Tintas Stipras ainda não percebeu que está a mais no governo grego, por um lado rompeu com todas as promessas feitas aos gregos e agora transformado em cachorro-manso continua nas suas trocas e baldrocas como uma criancinha a divertir-se com um adulto, feitas as contas nem o povo grego pode confiar nele para nada nem a Europa, por outro lado anda agora a arranjar namoro com o Putin e só me admira a mim como ainda alguém tem pachorra para aturar um comediante destes, porque não seguiu logo o caminho que anunciava na campanha eleitoral, saída da Grécia do euro e UE?

RESPONDER

José Seguro acusa líderes europeus de "matar lentamente" a Europa

O antigo líder socialista António José Seguro defendeu no domingo que a ambiguidade dos líderes políticos e a morosidade dos processos de decisão nas instituições da União Europeia (UE) estão "a matar, lentamente, a Europa". O …

Marcelo não se pronuncia sobre pedidos de demissão de Cabrita

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou pronunciar-se sobre os pedidos de demissão de Eduardo Cabrita. Marcelo Rebelo de Sousa entende que os pedidos de demissão de ministros são "típicos da luta político-partidária" e …

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …

Trabalho ilegal. Bloco propõe alteração à lei para criminalizar "toda a cadeia"

Catarina Martins anunciou, esta segunda-feira, que o Bloco de Esquerda quer alterar a lei de 2016 para garantir uma melhor fiscalização e condenação dos responsáveis pela exploração de trabalhadores em Portugal. Em Odemira, a coordenadora do …

Laos regista primeira morte por covid-19 desde o início da pandemia

Uma mulher de 53 anos - que tinha diabetes e outros problemas de saúde - foi a primeira vítima mortal por covid-19 em Laos, em mais de um ano de pandemia. Segundo noticiou a agência …

Arábia Saudita vai impor vacinação aos funcionários que queiram voltar ao local de trabalho

A Arábia Saudita quer alcançar a imunidade de grupo o quanto antes. Para aumentar os esforços de vacinação, foram abertos mais de 580 locais de vacinação no país. Além disso, os residentes já podem reservar …