Uma “grande versão” de João Félix vs. Atlético em decadência

Rodrigo Jimenez / EPA

Quarta derrota seguida no campeonato para o campeão espanhol. Português abriu o marcador mas o Granada deu a volta ao resultado.

Diego Simeone está, sem dúvida, numa das suas piores fases de resultados desde que chegou ao Atlético de Madrid. Provavelmente, a pior fase mesmo. Em 10 anos.

Nesta quarta-feira disputou-se um jogo em atraso da nona jornada da liga espanhola, entre Granada e Atlético de Madrid, e o Granada venceu por 2-1. Foi a quarta derrota seguida do campeão no campeonato. A quinta, no geral – até este mês, só tinha perdido uma vez, em Setembro, frente ao Alavés.

Em Dezembro, quatro jogos, quatro derrotas: primeiro contra o Maiorca, depois Real Madrid, depois Sevilha e agora Granada. Curiosamente quase todas por 2-1; só o dérbi terminou com 2-0.

Ou melhor, em Dezembro, cinco jogos, quatro derrotas: a excepção foi a vitória contra o FC Porto na Liga dos Campeões, no Dragão. E que claramente “salvou” este final de ano.

Diante do Granada, nem foi preciso esperar dois minutos para ver o talento de João Félix:

O português do Atlético deixou os adversários fora da jogada, incluindo o compatriota Luís Maximiano, guarda-redes do Granada, e inaugurou o marcador.

Foi apenas um dos vários bons momentos de João Félix ao longo deste duelo. Alías, esta foi uma “grande versão” de Félix desde que chegou a Madrid, destaca o jornal El País.

Mas isso não chegou para evitar a queda de uma equipa que está pior no ataque, pior na defesa…e que permitiu a reviravolta da equipa da casa. Machís empatou e Molina fechou o resultado.

Os homens de Simeone tiveram atitude, vontade e ambição de chegar aos três pontos. Mas falharam no momento de finalizar, algumas vezes – João Félix acertou no ferro, por exemplo (e Luis Suárez não marca há quase dois meses). E recuaram demasiado mal Félix marcou; ou seja, mal o jogo começou.

O Granada está no 12.º lugar do campeonato e soma 22 pontos. O Atlético de Madrid continua fora dos lugares de acesso à Liga dos Campeões: quinto posto, 29 pontos – e o rival Real Madrid, que lidera, tem mais…17 pontos.

  Nuno Teixeira Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE