Governo estuda alargar linha Saúde 24 a teleconsultas para utentes sem médico de familia

O Governo está a estudar a possibilidade de criar teleconsultas através da linha Saúde 24, para ajudar particularmente os utentes que não têm médico de família, anunciou esta sexta-feira o secretário de Estado da Saúde Fernando Leal da Costa.

Em cima da mesa está ainda a possibilidade de criar outras linhas especializadas, como a sénior ou de cessação tabágica, prioritariamente nas vertentes pediátrica e da diabetes.

Estas ideias foram propostas pelo administrador da Linha Saúde 24, Luís Pedroso Lima, durante a apresentação dos resultados do Programa Saúde 24 Sénior e da Atividade da Linha Saúde 24.

Em resposta, o secretário de Estado afirmou que o Governo deve e pode estudar formas de dotar a linha Saúde 24 com um atendimento que pode ser de especialização e que complemente as respostas do Serviço Nacional de Saúde.

Para o futuro, Luís Pedroso Lima ambiciona atingir um universo de pessoas mais vulneráveis e com mais dificuldades de acesso e disse que gostaria que a linha pudesse ter uma orientação para “morbilidades prevalecentes”.

Para tal, considera necessário modernizar tecnicamente a linha para dar outras respostas mais avançadas e sugere a recriação da marca “Doi Doi Trim Trim” (a linha materno-infantil que esteve na génese da Saúde 24) ou a criação de linhas especializadas em doenças como a hipertensão e a diabetes.

Sobre uma subespecialização da linha, Leal da Costa afirmou que, a haver, começará precisamente pela vertente pediátrica.

Teleconsulta

Quanto a aconselhamentos mais específicos para determinadas doenças, o governante não põe de parte que isso seja feito e adianta mesmo que em algumas áreas, como a diabetes, “poderá ser interessante ter um reforço de contacto sobre esta matéria”.

Outra proposta avançada por Luís Pedroso Lima foi no sentido de criar o conceito de teleconsulta, dando inicio a um projeto de consultas médicas telefónicas para quem não tem médico de família e enquanto não o tem.

Segundo Luís Pedroso Lima, 45% dos utentes que ligam para a Saúde 24 são encaminhados para centros de saúde, 13% dos quais se estima não terem médico de família (cerca de 100 utentes por dia).

O objetivo é fornecer um serviço de consulta médica telefónica, em que os utentes sem médico de família triados na Saúde 24 seriam encaminhados para um centro de saúde virtual, onde médicos os atendessem adequadamente à situação: através da prescrição e medicamentos ou meios complementares de diagnóstico, visita domiciliária ou agendamento de consultas externas especializadas.

Para o secretário de Estado, esta é também uma proposta a ser estudada e desenvolvida.

“Não pomos de parte – bem antes pelo contrário – estudar com toda a atenção a possibilidade de alargar a linha saúde 24 a um contacto ainda mais especializado com um médico que fará os encaminhamentos que forem necessários. O nosso interesse é criar mecanismos para que o acesso a cuidados presenciais mais especializados possa ser ainda mais rápido”, afirmou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Campo magnético da Terra pode mudar 10 vezes mais rápido do que se pensava

As mudanças na direção do campo magnético da Terra podem ocorrer dez vezes mais rápido do que se pensava até então, sugerem novas simulações levadas a cabo por cientistas da Universidade de Leeds (Reino Unido) …

O buraco negro mais faminto do Universo engole por dia uma massa equivalente à do Sol

No centro do quasar mais brilhante já descoberto "mora" um dos maiores buracos negros que é também o mais "faminto" de todo o Universo: por dia, engole o equivalente à massa do nosso Sol. As …

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …