Governo de Bolsonaro bate recorde de aprovação durante a pandemia

Tânia Rêgo / Agência Brasil

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

A aprovação do Governo brasileiro, presidido por Jair Bolsonaro, subiu para 40%, a maior percentagem desde o início do seu mandato, iniciado em janeiro de 2019, segundo uma sondagem do Instituto Ibope divulgada na quinta-feira.

A sondagem, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ouviu 2.000 pessoas em 127 municípios, entre 17 e 20 de setembro.

No total, 40% dos inquiridos consideraram a gestão de Bolsonaro ótima/boa, 29% regular, 29% ruim/péssima, e 2% não souberam ou não quiseram responder.

Em dezembro do ano passado, esse índice de aprovação estava em 29%. Na ocasião, a avaliação de ruim ou péssimo estava em 38% e a de regular em 31%.

Ainda segundo a sondagem deste mês, 46% dizem confiar em Jair Bolsonaro; outros 51% afirmam não confiar; 3% não souberam ou não quiseram responder.

Um dos fatores que foi especificamente abordado na pesquisa diz respeito à aprovação da maneira de governar de Jair Bolsonaro, em que 50% aprovaram, 45% desaprovaram, e 5% não souberam ou não quiseram responder.

Segundo o Ibope, a popularidade do Presidente cresceu mais entre os entrevistados que estudaram até ao 8.º ano, entre os que possuem rendimentos familiares até um salário mínimo (1.045 reais, ou seja, cerca de 160 euros), entre residentes nas periferias das capitais e nas regiões sul e nordeste.

Nordeste com menor taxa de aprovação

Apesar da aprovação de Bolsonaro ter crescido no nordeste, a região mantém-se com a menor percentagem de apoio ao Governo (33%).

“Aparentemente, o auxílio de emergência [dado pelo Governo aos mais carenciados durante a pandemia] teve um papel importante na melhoria da avaliação do Governo Bolsonaro, como reflete o crescimento na aprovação das ações de combate à fome e à pobreza”, afirmou o gerente-executivo de economia da CNI, Renato da Fonseca.

Quanto às de atuação do Governo, a segurança pública é a única a receber avaliação positiva de mais da metade dos entrevistados (51%).

Em plena pandemia da covid-19, que já infetou mais de 4,6 milhões de pessoas e matou 139.808 infetados no Brasil, a área da Saúde teve a reprovação de 55% e aprovação de 43%. Já em relação ao ambiente, área que tem valido ao Governo brasileiro fortes críticas internacionais, a taxa de reprovação foi de 57%.

Amazonas endurece medidas

Entretanto, o estado brasileiro do Amazonas inverteu o seu plano de desconfinamento e voltou a impor esta quinta-feira algumas restrições, tendo em conta o aumento de casos de covid-19 nas últimas semanas na região.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, decidiu fechar os bares, casas de festas e praias por um período de 30 dias, mas manteve as aulas nas escolas.

A decisão surge na sequência de um novo aumento do número de casos no Amazonas, que foi o primeiro estado a entrar num colapso sanitário e funerário devido à pandemia.

A situação melhorou gradualmente desde maio passado, mas as autoridades reacenderam os alertas como resultado do não cumprimento das medidas de isolamento social. “Estamos a tomar esta decisão devido à falta de respeito de alguns pelos protocolos. Ninguém estava a usar máscaras e havia aglomerações. Isso acaba por se tornar um foco de transmissão da Covid-19″, disse o governador.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. …sondar 2000 pessoas em 200 MILHOES de habitantes deve dar uma margem de certeza fantástica (para quem não quiser fazer as contas é a opinião de 1 em cada 100 mil), mas já é o suficiente para ser notícia…

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …