“Nem fria, nem quente.” China não quer nenhuma guerra

Luong Thai Linh / EPA

O presidente da China, Xi Jinping

O Presidente chinês, Xi Jinping, assegurou que o país não quer nenhuma guerra e acredita que “a Humanidade vencerá a batalha” da covid-19.

Xi Jinping assegurou, esta terça-feira, que a China não quer nenhuma guerra “nem quente, nem fria”, em reação ao clima de tensão que vive com os Estados Unidos e às advertências da ONU.

“Não temos a intenção de entrar numa guerra fria ou numa guerra quente com nenhum país. Pelo contrário, persistimos em ultrapassar as diferenças através do diálogo e solucionar as disputas através de negociações”, afirmou na sua intervenção durante o debate geral da 75.ª sessão da Assembleia Geral da ONU.

Sem nunca mencionar os Estados Unidos, o Presidente chinês mostrou-se contra o protecionismo e unilateralismo e foi ao encontro das palavras do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, ao defender o multilateralismo e a concertação de posições para ultrapassar as divergências.

“A politização da pandemia deve ser recusada e temos o imperativo de criar uma visão aberta e inclusiva, contra o protecionismo e contra o unilateralismo”, disse, salientando que se deve também “repudiar as disputas ideológicas, ultrapassar as armadilhas do choque das civilizações e respeitar mutuamente o caminho de cada país”.

Em relação à pandemia, Xi Jinping lembrou ainda que a resposta à doença deve ser “guiada pela Ciência” e que deve ser dado um “papel-chave” à Organização Mundial de Saúde (OMS). “O vírus será derrotado. A humanidade vencerá esta batalha.”

Para o governante, o vírus demonstra que a Humanidade “necessita de uma revolução” para propiciar formas ecológicas de promover o desenvolvimento e a construção da civilização ecológica. No caso chinês, as medidas ambientais vão permitir atingir as metas mínimas de dióxido de carbono antes de 2030 e materializar a neutralidade do carbono antes de 2060.

Antes de dar início à intervenção do Presidente chinês, o representante da ONU para a China afirmou que o país está a ser acusado pela pandemia. “A China refuta de forma resoluta as acusações infundadas”, vaticinou.

O Presidente anunciou que a China vai oferecer 50 milhões de dólares (42,4 milhões de euros) ao Plano Mundial de Resposta Humanitária à Covid-19 das Nações Unidas, e idêntico montante, a terceira contribuição, ao Fundo Fiduciário de Cooperação Sul/Sul entre a China e a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Xi Jinping anunciou também a expansão, a partir de 2025, e por mais cinco anos, do programa ligado ao Fundo para a Paz e Desenvolvimento China/ONU e que Pequim vai instalar um Centro Global de Conhecimento e Inovação Geoespacial das Nações Unidas e um Centro Internacional de Investigação de Macrodados também na sede da organização.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Dos fracos não reza a história". Rio avança mesmo para reeleição contra um aparente favorito Rangel

Rio desfez finalmente as dúvidas em torno do seu futuro, depois de se ter aconselhado do seu núcleo duro que nunca terá duvidado da decisão do líder. As dúvidas em torno da recandidatura de Rui Rio …

"É gritante". Críticas às medidas adotadas nas escolas (e o que se faz noutros países)

Com o arranque do novo ano letivo em Portugal, que volta a ser presencial, há muitas críticas relativamente às medidas adotadas nas escolas para a prevenção do contágio por covid-19. Mas, afinal, por que razão …

Sporting não marcava quatro desde 2014 (e alguém deste plantel jogou na última vitória?)

Campeão português foi ao terreno do Beşiktaş ganhar por 4-1. A maior vitória na fase de grupos dos últimos anos. O Sporting conseguiu a primeira vitória na fase de grupos da Liga dos Campeões, com um …

Veja fósseis no telemóvel e ajude a desvendar o passado da Terra

Ao catalogar fósseis de folhas de plantas no seu smartphone pode ajudar investigadores a desvendar o passado do planeta Terra. Ao participar no projeto Fossil Atmospheres, analisando fósseis no telemóvel, você pode ajudar os investigadores a …

Vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, Espanha

Sismo de magnitude 4,8 na escala de Richter abala La Palma. É o maior desde o início da erupção

Esta terça-feira à noite, um terramoto de magnitude 4,8 na Escala de Richter abalou La Palma. É o maior sismo até ao momento, desde o início da erupção do vulcão Cumbre Vieja. Segundo o El País, …

Recálculo das pensões exigido pelo Bloco custa 200 milhões de euros por ano

Bloquistas usaram as estimativas do governo sobre o impacto anual de cada uma das fases de flexibilização nas pensões e chegaram ao valor de 200 milhões de euros anuais. Entre as nove exigências do Bloco de …

Revolta na Marinha com a compra de 3900 bolas de golfe (e há quem desconfie das "intenções" da notícia)

A Marinha gastou 1692 euros na compra de 3900 bolas de golfe, o que está a gerar mal-estar entre os militares deste ramo das Forças Armadas, até devido às dificuldades financeiras que tem sentido. Mas …

Descoberta pode acrescentar página de centenas de milhões de anos à história evolutiva dos animais

Uma nova descoberta fóssil pode adicionar centenas de milhões de anos à história evolutiva dos animais. Já se perguntou como e quando é que os animais mergulharam no estágio evolucionário? Quando, onde e porque é que …

Governo quer aliviar impacto da subida do gasóleo nos transportes

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, anunciou que o Governo está disponível para aliviar o impacto da subida do gasóleo nos transportes. A ideia é transversal a todo o espectro do Governo: tanto António …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Mesmo que Marcelo dissolva o Parlamento, Costa pode ficar a gerir os fundos europeus

Se o Orçamento do Estado chumbar, o Presidente dissolve o Parlamento, mas mesmo ainda assim, António Costa fica com plenos poderes e pode gerir os fundos europeus. Numa altura em que o Orçamento do Estado ainda …