Francesa esteve detida 2 semanas por atravessar por engano fronteira EUA-Canadá

Cedella Roman / Facebook

Cedella Roman foi detida por atravessar a fronteira acidentalmente quando fazia jogging

A francesa Cedella Roman, de 19 anos, passou o “maior susto da sua vida”: foi detida pelo serviço de imigração norte-americano e esteve presa durante duas semanas num centro de imigrantes por ter atravessado acidentalmente a fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos enquanto fazia jogging.

Após o choque e a libertação, Cedella Roman contou a sua desagradável aventura à imprensa. “É um pouco inacreditável”, disse a jovem ao canal canadiano CBC que revelou a história em plena polêmica sobre a política migratória do governo Donald Trump.

Natural de Briançon, nos Alpes franceses, a jovem decidiu, depois de acabar o ensino secundário, ir para o Canadá para “aprender inglês”. Romam vive neste momento com a mãe em White Rock, na Columbia Britânica.

No dia 21 de maio, feriado no país, a jovem francesa aproveitou o facto de a mãe não estar a trabalhar para ir à praia com ela e com irmã mais nova, e, ao final do dia, resolveu fazer uma corrida.

“Comecei a correr, mas cheguei rapidamente ao fim da praia e percebi que a maré estava a começar a subir”, recorda a jovem, que conta que resolveu então seguir por uma pequena estrada de terra e aproveitar para fotografar a paisagem antes de voltar para casa.

Dois agentes americanos interceptaram-na, e acusaram-na de entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Surpreendida e sem documentos de identificação, Cedella tentou explicar que era francesa, que tinha visto de residência no Canadá e que tinha atravessado a fronteira “sem perceber”.

Os agentes foram cordiais, tentaram tranquilizá-la, mas informam-na, cerca de 20 minutos mais tgarde, que estava detida e não poderia partir.

A jovem conta que foi levada “para um prédio”, onde as suas impressões digitais foram recolhidas e os seus objectos pessoais apreendidos. Foi só nesse momento que Cedella Roman começou a ter medo, muito medo.

Senti-me como uma grande criminosa“, recorda, emocionada. Foi autorizada a telefonar para a mãe, que pensou inicialmente que se tratava de uma piada de mau gosto. “Só quando passei o telefone para um dos agentes da polícia é que a minha mãe percebeu o que se passava, e começou a entrar em pânico”, explica Roman.

A francesa foi transferida para um centro de detenção em Tacoma, no estado de Washington, na madrugada do dia 22 de maio. “Vi-me numa prisão, trancada o tempo todo numa área cercada de arame farpado e com cães”. Durante 15 dias, a jovem dormiu num grande quarto com 60 camas e uma centena de imigrantes.

“Tentávamos entender-nos e ajudar-nos. Havia uma boa atmosfera. Ver pessoas de África e de outros sítios presas por terem de facto tentado atravessar a fronteira fez-me relativizar a minha experiência“, salienta.

A mãe da jovem francesa lutou durante as duas semanas para libertar a filha. Chegou ao centro de detenção dois dias depois, com o passaporte e o visto da filha. Mas para sua surpresa, Roman não foi imediatamente libertada, por causa de um detalhe administrativo.

Segundo conta a mãe, “os americanos tentaram entrar em contacto com o Canadá para obter o máximo de informações sobre mim. Mas como eu não sou canadiana, isso demorou muito tempo”. A jovem foi finalmente libertada no dia 6 de junho, e regressou ao Canadá, antes de voltar a França, uma semana mais tarde.

Roman não foi processada judicialmente, mas está proibida de residir nos Estados Unidos. Questionados pela CBC, os serviços de imigração americanos limitaram-se a confirmar que a jovem foi detida e libertada a 6 de junho.

ZAP // RFI / CBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugerem que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

A galáxia mais brilhante do Universo é "canibal"

A galáxia mais brilhante já descoberta no Sistema Solar, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas mas três das suas galáxias-satélites, o que pode explicar a sua forte luminosidade. De acordo com um novo …

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …

X-59: A nova aeronave supersónica experimental da NASA entrou em produção

A Lockheed Martin iniciou a produção do avião supersónico experimental X-59, um contrato, encomendado pela NASA, no valor estimado de cerca de 230 milhões de euros. O X-59 surgiu como a solução da empresa norte-americana para …