Foto de Lisboa ganhou Metro Photo Challenge 2015

Eduard Gordeev / Metro Photo Challenge

"Lisboa Nebulosa", por Eduard Gordeev

“Lisboa Nebulosa”, por Eduard Gordeev

O autor é russo mas a imagem é bem portuguesa, e ganhou o Grande Prémio Global do Metro Photo Challenge 2015.

A vencedora do concurso de fotografia internacional promovido pelo jornal “Metro” foi também, em certo sentido, a cidade de Lisboa. É que foi na capital portuguesa que foi captada a imagem que conquistou o primeiro lugar da categoria City Secret.

Sim, desta vez não é a luz de Lisboa nem nenhuma das suas vistas em cores vivas a levar o nome da cidade mais longe. É mesmo um raro nevoeiro que, também assim, “conseguiu retratar a essência e magia da cidade”, resume um comunicado da organização do concurso, cujo resultado foi decidido por um júri internacional.

Da autoria de Eduard Gordeev, a fotografia foi captada em outubro deste ano e mostra-nos uma cena com a ponte 25 de Abril a desaparecer, dir-se-ia infinita, no nevoeiro cerrado.

Gordeev é um talentoso fotógrafo, residente em São Petersburgo, que se especializou em fotografar paisagens surreais, normalmente urbanas, debaixo de chuva. As suas fotos capam uma atmosférica única, que lhes confere um efeito de pinturas acrílicas.

Gordeev ganhou um prémio que faria as delícias de muitos viajantes: uma expedição fotográfica à Índia.

O Metro Photo Challenge 2015 decorreu entre 22 e 24 de Novembro, em todas as cidades que têm edições daquele jornal gratuito – mais de meia centena em 19 países.

O concurso divide-se em três categorias: “City Love”, “City Soul” e “City Secret”.

ZAP / Bom Dia

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Linda sem dúvida! Existe apenas um senão em que a imagem em si nem o autor nada tem a ver com a vingança dos homens que é o nome da ponte desfasada da sua origem e do seu tempo e que certamente o tempo e a história se encarregarão de desmontar a leviandade e oportunismo daqueles que possivelmente pior história deixarão para o país.

    • Como em muitas religiões, associar imagens e nomes à intermediação da comunicação espiritual, associar grandes obras do erário público a datas ou nomes mais ou menos marcantes da vida de um país pode ser em si abuso à memória de muitos, mas também à natureza do que se pretende realçar como resultado da intervenção humana aliada à evolução da técnica e estética paisagística, isto é, quando a intervenção humana se envolve com a ordem da natureza e resulta num ex-libris com 49 anos – Lisboa, capital secular… Dos hidrónimos em toponímia, primeiro ponto de partida, o ‘naming’ mais provável da daquela ponte seria o do rio que se lhe submete – TEJO (Tagus)… A sua majestosa beleza e grandiosidade perderam esse direito por uma data prometida que prevalece comprometida e nem o Tejo nem aquela ponte que o abraça mereciam uma data, fosse ela da “religião” que fosse!

  2. Na minha opinião tenho queixa dos 2 regimes que a ponte acaba por representar. Mas queria acrescentar que o governo de Salazar foi tão miserável que nem foi capaz de construir 1 ponte importante pra união das 2 margens e livra la de portagens

RESPONDER

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …

380 baleias morreram encalhadas na Austrália. Este é o maior incidente registado no país

Morreram pelo menos 380 baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia. Apesar dos intensos esforços para tentar salvá-las não foi possível evitar este cenário, informou hoje um responsável pelos serviços de socorro. "Temos um número mais …

Ansu vale 400 milhões e é "sucessor" de Lopetegui

A figura mais recente do Barcelona e do futebol espanhol entrou oficialmente na equipa principal e, por isso, a cláusula de rescisão "disparou". Em Barcelona continua-se a falar muito sobre Luis Suárez. Depois de Lionel Messi, …

Deputados chumbam divulgação imediata e integral da auditoria ao Novo Banco

Os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças (COF) rejeitaram, esta quarta-feira, o requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para divulgação pública imediata e integral do relatório de auditoria especial ao Novo Banco enviado pelo …

Bélgica recoloca Lisboa e região Centro no "vermelho"

As autoridades belgas aliviaram ligeiramente as medidas restritivas no quadro da pandemia da covid-19, apesar do aumento do número de casos, esta quarta-feira, e recolocaram a área metropolitana de Lisboa e a região centro de …

"É bastante provável que já se esteja a formar a covid-21"

Tudo "o que não sabemos" sobre o coronavírus - e é muita coisa! - é o que mais preocupa o especialista de Saúde Global do Conselho de Relações Externas dos EUA, Yanzhong Huang, que alerta …

Bruxelas propõe novo pacto para as migrações e pede compromisso a todos os Estados-membros

A Comissão Europeia propôs, esta quarta-feira, um novo Pacto para as Migrações e Asilo, à luz do qual "todos os Estados-membros, sem exceção", devem assumir as suas responsabilidades. Assumindo que "o sistema atual não funciona" e …

Após ameaças da Al-Qaeda, jornalistas franceses escrevem carta em defesa da Charlie Hebdo

Cerca de 100 órgãos de comunicação social em França publicaram hoje uma carta aberta apelando à defesa da liberdade de expressão, em apoio à revista Charlie Hebdo, quando decorre o julgamento dos atentados de 2015. A …

Lukashenko toma posse em cerimónia "secreta". Oposição apela a mais protestos

O Presidente da Bielorrússia foi empossado, esta quarta-feira, para um sexto mandato numa cerimónia não anunciada. A oposição já apelou a mais protestos. "Alexander Lukashenko prestou juramento na língua bielorrussa, após o qual assinou o ato …