Cientistas encontraram uma forma de levitar objetos usando apenas luz

Os cientistas afirmam que a sua nova tecnologia de levitação seria capaz de enviar uma nave espacial para a estrela mais próxima em apenas 20 anos.

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) dizem ter encontrado uma forma de levitar e impulsionado objetos usando apenas luz. No entanto, o trabalho não passa da teoria – pelo menos, para já.

A equipa do Caltech espera que esta nova técnica possa ser usada para controlar a trajetória das naves espaciais ultraleves. Além disso, o artigo científico, publicado recentemente na Nature Photonics, esclarece que a tecnologia seria também capaz de controlar “velas leves com propulsão a laser para exploração espacial”, ou seja, o combustível seria dispensado, sendo apenas necessário um poderoso laser.

O chamado sistema de “levitação e propulsão fotónica” foi criado a partir de um padrão complexo que poderia ser gravado na superfície de um objeto. A maneira como o feixe de luz concentrado reflete faz com que o objeto se “auto-estabilize”, enquanto tenta permanecer dentro de um raio de laser focalizado, explicam os cientistas.

Segundo o Futurism, o primeiro avanço que estabeleceu as bases para a nova pesquisa foi o desenvolvimento de “pinças óticas” – instrumentos científicos que usam um poderoso feixe de laser para atrair ou afastar objetos microscópicos. A grande desvantagem é que estas pinças só conseguem manipular objetos minúsculos a distâncias microscópicas.

Ognjen Ilic, primeiro-autor do estudo, coloca o conceito de “pinça” e as suas limitações de uma forma muito mais simples: “Pode-se levitar uma bola de pingue-pongue usando um fluxo constante de ar de um secador de cabelo, mas não funcionaria se a bola de pingue-pongue fosse muito grande, ou se estivesse muito longe do secador.”

Teoricamente, a manipulação da luz desta nova técnica poderia funcionar com um objeto de qualquer tamanho. Apesar de esta teoria ainda não ter sido testada no mundo real, os cientistas afirmam que, se funcionar, seria uma forma de enviar uma nave espacial até à estrela mais próxima fora do Sistema Solar em apenas 20 anos.

“Há uma aplicação audaciosamente interessante para usar esta técnica como meio de propulsão de uma nova geração de veículos espaciais. Estamos muito longe de concretizar esse feito, mas estamos no processo de testar os princípios”, disse Harry Atwater, professor da Divisão de Engenharia e Ciências Aplicadas da Caltech.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por favor não acreditem em qualquer treta.
    Esta treta já anda por aí ~10 anos e não passa daí. Coisas leves até se empurram, há mais de 100 anos com o radiómetro de Crokes; e recentemente se puxa, com as pinças óticas.
    Agora mover algo com um quilo já é outra história! Talvez com um laser super potente, que gaste a energia equivalente a um pequeno país….

RESPONDER

Director nacional da PJ defende "recompensa garantida" para Rui Pinto

O director nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, realça a colaboração de Rui Pinto como tendo sido essencial para apurar a "verdade material" no caso de pirataria informática que o envolve e defende, por …

Lufthansa aceita condições do resgate. Vai ceder aviões e perder "slots"

O Governo da Alemanha e a Comissão Europeia (CE) chegaram a um acordo sobre o resgate da Lufthansa e que poderá evitar a falência da companhia aérea, anunciaram, na sexta-feira, fontes próximas das negociações e …

Chipre vai pagar despesas das férias a turistas que ficarem infetados no país

O Chipre vai pagar o custo das férias aos turistas que testaram positivo depois de viajarem para o país. Entre as despesas está o alojamento, a alimentação e os medicamentos. O Chipre comprometeu-se a pagar todas …

Tribunais vão vender máscaras a um euro. "É uma margem de lucro de 45 por cento"

Os tribunais vão ter máscaras cirúrgicas à venda para advogados e testemunhas, de modo a garantir que podem entrar nas salas de audiência a partir de quarta-feira, dia em que a Justiça retoma as sessões …

Julgamento BES. Ministério Público acredita que provas da Suíça ainda podem ser utilizadas

O jornal Público escreve este sábado que os procuradores do Ministério Público (MP) acreditam ainda ser possível utilizar os elementos solicitados nas cartas rogatórias enviadas às autoridades suíças no julgamento do caso BES. O Ministério …

Salários mais baixos podem passar a ter lay-off pago a 100%

O Governo está a estudar a possibilidade de o regime de lay-off, desenhado especificamente para o contexto da pandemia de covid-19, passar a ser pago na sua totalidade (100%) para quem tem salários mais baixos. …

Bronca na Liga. Contestação adia 5 substituições e o Marítimo recusa assinar Plano de Retoma

Após dois dias intensos de reuniões, foi aprovado o Plano de Retoma do campeonato nacional para a disputa das últimas 10 jornadas da época 2019/2020. Mas apenas 17 clubes o assinaram. O Marítimo recusou fazê-lo, …

Igreja perdeu 50 milhões de euros com a pandemia (e há dioceses em lay-off)

Ao cabo de dois meses de paragem por causa da pandemia de covid-19, as missas regressam, neste sábado, mas com regras novas para evitar a propagação do coronavírus. Uma paragem que resultou num "prejuízo" de …

Reabertura de ATL adiada para 15 de junho. Creches arrancam segunda-feira (sem apoios para os pais)

As Atividades de Tempos Livres (ATL) não integradas em estabelecimentos escolares só poderão voltar a funcionar a partir de 15 de junho, duas semanas depois daquilo que estava inicialmente previsto. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, …

Governo britânico vai continuar a pagar 80% dos salários durante mais três meses

O Governo britânico vai continuar a pagar durante mais três meses 80% do salário de trabalhadores em lay-off devido à pandemia de covid-19, e reduzir gradualmente o valor até ao fim do sistema, em outubro. O …