FMI pede redução “incondicional” da dívida grega

Julien Warnand / EPA

Christine Lagarde e Jeroen Dijsselbloem

Christine Lagarde e Jeroen Dijsselbloem

O Fundo Monetário Internacional (FMI) defendeu esta segunda-feira que uma redução da dívida grega pelos credores institucionais deve ser “incondicional” e não estar necessariamente ligada à aplicação de reformas.

“A aplicação de medidas de redução da dívida deve ser finalizada até ao fim do período abrangido pelo programa (de assistência financeira). O alívio da dívida deve ter uma componente incondicional, o que é essencial para dar aos mercados um sinal forte e credível sobre o compromisso dos credores institucionais”, afirma o FMI num documento sobre a dívida grega.

O FMI considera também que as medidas de redução da dívida devem ser significativas até 2040, podendo prolongar-se até 2060, tendo em conta a fraca probabilidade de a Grécia ter um crescimento forte e registar um excedente orçamental nesse período.

O documento do FMI foi publicado numa altura em que persistem as divergências entre a instituição e alguns credores europeus da Grécia, como a Alemanha, sobre um alívio da dívida grega.

O FMI confirma no documento que defende que as medidas devem ser decididas no imediato, enquanto Berlim quer que a Grécia mostre primeiro que está determinada na aplicação de medidas de austeridade económica antes de avançar neste compromisso.

Programa de ajustamento não avança sem FMI

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse esta terça-feira, em Bruxelas, que o programa de ajuda à Grécia não pode avançar sem o Fundo Monetário Internacional (FMI) e espera hoje um acordo total sobre a primeira avaliação do terceiro resgate.

“O objetivo da reunião de hoje é de chegar a um acordo com o FMI”, afirmou Dijsselbloem à entrada para a reunião dos ministros das Finanças da zona euro (Eurogrupo), acrescentando que “continuar sem o FMI não é uma opção”.

“Espero um acordo total entre as instituições e que possamos seguir em frente no programa” de resgate, salientou.

Dijsselbloem referiu ainda que “hoje vamos ouvir das instituições se todas as reformas foram aplicadas corretamente, mas penso que o Governo grego trabalhou muito desde o verão e também nas últimas semanas para fazer adotar reformas e medidas difíceis no Parlamento”.

Os ministros das Finanças da zona euro discutem esta terça-feira a primeira avaliação do terceiro programa de assistência à Grécia, podendo dar finalmente luz verde ao desembolso de uma nova tranche do empréstimo.

O parlamento grego aprovou no domingo mais medidas exigidas pelos credores para pagarem a próxima tranche do empréstimo, bloqueada há vários meses.

A legislação aprovada no domingo pelo Parlamento prevê um mecanismo de correção automática em caso de derrapagem orçamental e medidas suplementares para acelerar as privatizações e aumentar os impostos indiretos, incluindo o IVA, com o Estado a pretender recolher 1.800 milhões de euros por ano.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Coreia do Sul organizou um espetáculo de luzes para agradecer e incentivar o uso de máscara

A Coreia do Sul tem sido dos países com maior sucesso no combate à pandemia de covid-19. Com receio de uma segunda vaga, o Governo organizou uma forma incomum de agradecer aos profissionais de saúde …

Desgostos e namoriscos com humanos. Aquário de Quioto expõe complexas relações dos pinguins num fluxograma

O Aquário de Quioto, antiga capital do Japão, tem um fluxograma onde expõe as relações dos seus pinguins. Entre diferenças de idade, desgostos de amor e até namoriscos com humanos, as relações entre estes animais …

O sangue azul do caranguejo-ferradura é fundamental para a vacina da covid-19. Mas há um problema

O sangue azul do caranguejo-ferradura pode ser um elemento muito importante para encontrar a vacina para a covid-19, mas há um grande senão. O sangue azul do caranguejo-ferradura (Limulus Polyphemus) é a única fonte natural conhecida …

Jovem guarda-redes russo atingido por raio durante um treino

Ivan Zakborovsky, um jovem guarda-redes russo, está em coma induzido. O clube já revelou que o atleta não corre perigo. Ivan Zakborovsky, um guarda-redes de apenas 16 anos do Znamaya Truda, da Rússia, foi atingido por …

Elegante, leve e com fibra de carbono. O Tyr quer ser diferente de todos os outros caiaques

Embora os caiaques com assento se tenham tornado muito populares entre os pescadores, a maioria dos barcos é bastante tubular, pesada e de plástico. O Tyr da Apex Watercraft é diferente por ser elegante, leve …

2029 Majestic, a mota elétrica futurista com um design centenário

A 2029 Majestic é inspirada no modelo original de 1929, mas tem um motor elétrico e peças impressas em 3D. É o casamento ideal entre tecnologia e a tradição. Em 1929, Georges Roy criou a Majestic, …

Fernando Alonso regressa à Fórmula 1 com a Renault

O piloto espanhol Fernando Alonso vai regressar à Fórmula 1 depois de ter abandonado a modalidade em 2018. Assina agora um contrato de dois anos com mais um de opção. A escuderia Renault anunciou esta quarta-feira …

China reitera que não participará no diálogo EUA/Rússia para reduzir arsenal atómico

A China reiterou, esta quarta-feira, que não entrará nas negociações entre os Estados Unidos e a Rússia para um novo acordo que limite a quantidade de armas nucleares, e acusou Washington de “constituir uma ameaça”. Pequim …

Traumas na infância e um pai "sociopata". As revelações do livro da sobrinha de Trump

O livro de memórias de Mary Trump, sobrinha do Presidente norte-americano Donald Trump, já chegou às mãos de vários jornalistas nos Estados Unidos. A data de publicação está marcada para dia 14 de julho. No livro, …

Rússia detém antigo jornalista por acusações de traição

O ex-jornalista Ivan Safronov, assessor do diretor da agência espacial russa Roscosmos, foi detido esta terça-feira e acusado de traição. Esta terça-feira, as autoridades russas prenderam um antigo jornalista que trabalhava agora como assessor do chefe …