FMI admite que dívida da Grécia é insustentável sem extensão de prazos e novas reformas

Julien Warnand / EPA

Christine Lagarde, Jeroen Dijsselbloem

Christine Lagarde, Jeroen Dijsselbloem

O FMI afirmou que a dinâmica da dívida pública grega é insustentável e defendeu uma extensão das maturidades dos empréstimos europeus em conjunto com novas reformas para inverter essa tendência ou, se isso falhar, um corte da dívida.

Em cima de uma já muito elevada dívida, as novas necessidades de financiamento tornam a dinâmica da dívida pública insustentável“, afirma o Fundo Monetário Internacional (FMI), numa análise à sustentabilidade da dívida da Grécia que data de 26 de junho (dia do anúncio do referendo), divulgada apenas esta quinta-feira.

Para a instituição liderada por Christine Lagarde, “para garantir que a dívida é sustentável, as políticas gregas vão ter de voltar ao caminho definido, mas também, pelo menos, as maturidades dos empréstimos europeus terão de ser estendidas significativamente”, enquanto os novos financiamentos europeus, previstos para assegurar as necessidades de financiamento nos próximos anos, “terão de ser garantidos com base em termos concessionais semelhantes”.

No entanto, alerta o FMI, se o “pacote de reformas em consideração for ainda mais enfraquecido – em particular através de uma redução das metas de excedentes orçamentais primários ou de reformas estruturais menos robustas – vão ser necessários cortes [haircut] na dívida“.

A instituição sediada em Washington lembra que numa análise realizada em maio do ano passado, a dívida pública da Grécia “estava a regressar ao caminho da sustentabilidade, embora permanecesse altamente vulnerável a choques”.

“No final do verão de 2014, com as taxas de juro a descer, parecia que não seria necessário um alívio da dívida ao abrigo do acordo de novembro de 2012. Mas várias alterações nas políticas desde então – além de um excedente orçamental primário e um esforço reformista mais fraco – estão a criar novas necessidades de financiamento”, explica o FMI.

Estas necessidades, aponta a entidade no relatório, podem significar 50 mil milhões entre outubro de 2015 até ao final de 2018, requerendo “novo dinheiro europeu” de pelo menos 36 mil milhões durante esse período de três anos.

O relatório do Fundo foi divulgado numa altura em que os credores internacionais da Grécia decidiram adiar as negociações com o Governo grego para depois do resultado do referendo de domingo.

Os responsáveis pela análise lembram que depois da conclusão do documento, as autoridades gregas encerraram o setor bancário, impuseram um controlo de capitais (na segunda-feira) e não pagaram o reembolso de cerca de 1.500 milhões de euros devido até terça-feira passada, como previsto.

“Estes desenvolvimentos devem ter um impacto significativo e adverso na economia e nas finanças gregas que ainda não foi refletido nesta análise”, salvaguardam.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais 300 000 000€ de dívida e já foram perdoados 70 000 000€ … É demasiado para procederem como o têem feito. Derrocada gigantesca nestes 5 meses. Cada dia que passa o caudal do endividamento é colossal…
    Nós corrigimos e ao fim de 3 anos reentramos nos mercados…
    2ª Feira os bancos gregos podem não abrir sequer.

RESPONDER

Apoio à retoma. Empresas com quebras de faturação superiores a 75% podem reduzir horários a 100%

A possibilidade de redução total do horário de trabalho em empresas abrangidas pelo Apoio à Retoma Progressiva estará disponível para empresas que registem quebras de faturação homólogas iguais ou superiores a 75%. Na segunda-feira, o ministro …

FC Porto é "passado". Otamendi promete "defender Benfica até à morte"

O internacional argentino prometeu, esta terça-feira, durante a sua apresentação como novo reforço dos encarnados, "defender a camisola do Benfica até à morte". Nicolás Otamendi é o novo reforço das águias e foi apresentado, na noite …

Manso Neto tenta evitar que 3 mil emails seus entrem no processo que envolve Manuel Pinho

A defesa de João Manso Neto quer impedir o Ministério Público (MP) de usar 3.277 emails seus como prova no processo no qual é arguido, juntamente com António Mexia, por suspeitas de corrupção que envolvem …

Bruno Tabata assina contrato de cinco anos com o Sporting

O extremo brasileiro, que alinhava no Portimonense, assinou um contrato de cinco temporadas com o Sporting, com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros. O Sporting não refere, no comunicado, o valor da transferência …

Príncipe germânico foi enterrado com seis mulheres em redor de um caldeirão

Um cemitério pertencente a um senhor de alto estatuto foi descoberto na Saxónia-Anhalt, perto de Brücken-Hackpfüffel, numa escavação que os arqueólogos estão a descrever como a mais importante dos últimos 40 anos da história da …

Entre interrupções e insultos, Biden chama palhaço a Trump (e este põe em causa a sua sanidade mental)

Aconteceu ontem o primeiro de três debates, nos quais os candidatos republicano e democrata à Casa Branca - Donald Trump e Joe Biden - têm oportunidade de apresentar aos eleitores norte-americanos as suas propostas para …

Europa alarga restrições. Alemanha limita festas, Eslováquia em emergência e Itália não facilita

Os país europeus estão a anunciar novas medidas restritivas contra a covid-19, num altura em que o número de infeções voltou a aumentar e o inverno está a chegar. De acodo com o Diário de Notícias, …

Jogos da seleção com Espanha e Suécia vão ter adeptos nas bancadas

Os próximos jogos da seleção portuguesa frente à Espanha e à Suécia, no estádio Alvalade XXI, foram autorizados a receber público, revelou, esta terça-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "No jogo de preparação entre as …

Santos Silva rejeita apoio a Ana Gomes (e diz que polémica com embaixador dos EUA foi ultrapassada)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista à TVI24 esta terça-feira, sobre a aprovação do Orçamento de Estado para 2021 e as eleições presidenciais e desvalorizou a polémica com o embaixador …

Santa Clara-Gil Vicente vai ser o primeiro jogo da I Liga com público

O jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga, vai ter uma assistência de mil pessoas, sendo o primeiro jogo profissional da época a ter público no estádio …