Furacão Florence já fez 5 mortos (e pode trazer epidemia de cobras venenosas)

Jim Lo Scalzo / EPA

Cinco pessoas morreram e outras dezenas ficaram presas em casas na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, depois de vários rios terem transbordado devido ao furacão Florence. Os meteorologistas alertam que as inundações vão piorar e podem trazer uma epidemia de cobras venenosas. 

As primeiras vítimas mortais confirmadas são uma mulher e o seu bebé que faleceram devido à queda de uma árvore sobre a sua casa na cidade de Wilmington, muito próxima ao lugar onde o furacão Florence tocou terra esta manhã. O pai da criança também sofreu com o impacto da árvore, mas sobreviveu e foi deslocado para um centro médico próximo.

Quem não chegou ao hospital foi uma mulher de Hampstead, pois a ambulância que a foi socorrer devido a um ataque cardíaco não conseguiu chegar a tempo graças às árvores derrubadas no caminho pelos ventos do furacão, que já passou a tempestade tropical.

Posteriormente, o escritório do governador de Carolina do Norte, Roy Cooper, informou que um homem de 78 anos morreu ao ligar um cabo de corrente a um gerador elétrico no condado de Leonoir, a mesma região na qual, segundo a imprensa norte-americana, outro idoso de 77 anos apareceu morto.

Segundo o canal local CBS 17, a polícia acredita que esta última morte aconteceu na consequência de uma queda provocada por uma rajada de vento quando o homem saiu de casa.

Desta forma, quatro das mortes foram provocadas de forma direta ou indireta pelos fortes ventos que se registam nos estados da Carolina do Norte e da Carolina do Sul. O furacão também deixou mais de meio milhão de pessoas sem eletricidade.

Os locais mais afectados pelo furacão estão a sofrer fortes inundações e a água pode atingir níveis históricos e surpreendentes, como ilustra um canal de meteorologia recorrendo à realidade virtual no vídeo que tem sido partilhado no Twitter.

A par deste cenário, os habitantes das zonas afectadas pelo Florence ainda poderão ter que enfrentar uma invasão de cobras venenosas, como alertam alguns especialistas em répteis.

A forte tempestade tropical pode levar todo o tipo de cobras a deixarem os seus habitats naturais na costa, levando-as até às zonas de habitação, frisa o especialista de répteis de um zoo, Thad Bowman, ao site local Myrtle Beach Online.

seis cobras venenosas nativas da Carolina do Norte e da Carolina do Sul que podem ser letais. “Elas injectam veneno que causa a destruição dos tecidos e a perda de plaquetas, provoca hemorragias e pode causar a morte”, explica o médico Gerald O’Malley citado pela publicação.

Entretanto, correm rumores e imagens falsas pelas Redes Sociais, nomeadamente sobre supostos tubarões arrastados para terra pelo Florence. Há fotos com alegados tubarões a nadar na auto-estrada e até supostas notícias sobre essa invasão que não aconteceu.

Mas, mesmo sem tubarões, os habitantes da costa norte-americana estão a viver um verdadeiro cenário de terror devido ao Florence, com estragos e dificuldades que se vão prolongar durante muitos dias depois de o furacão passar.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …