Flamengo regressa às vitórias, mas adeptos apelidam Paulo Sousa de “burro”

Paula Reis / CRF

Gabriel Barbosa e Paulo Sousa.

Gabriel Barbosa (E) e Paulo Sousa (D).

Os adeptos do Flamengo foram chamando “burro” a Paulo Sousa à medida que o técnico fazia as substituições na último jogo, que terminou em vitória.

Depois de ter “calado” os críticos com uma vitória frente ao Boavista-RJ, por 3-0, na estreia no comando técnico, Paulo Sousa regressou esta quinta-feira aos triunfos após ter perdido o seu segundo jogo, contra o Fluminense.

O Flamengo venceu o Audax Rio, por 1-2, e fica a três pontos da liderança do Campeonato Carioca — competição regional que antecede o ‘Brasileirão’.

A vitória não parece ter sido suficiente para voltar a agradar aos adeptos. Das bancadas ouviam-se gritos dos adeptos, que chamavam “burro” ao treinador português.

Isto aconteceu principalmente quando o treinador fez as substituições na segunda parte. Paulo Sousa trocou Filipe Luís por Cleiton, Matheuzinho por Éverton Ribeiro, Thiago Maia por Willian Arão, De Arrascaeta por Marinho e Pedro por Diego.

O Flamengo adiantou-se no marcador já muito perto do fim da primeira parte, por intermédio de Gabriel Barbosa. O segundo golo surgiu aos 54 minutos, com o adversário Thomás a colocara a bola dentro da própria baliza. O golo de honra do Audax Rio chegou aos 71 minutos, com Hugo Sanches a reduzir a desvantagem.

No final da partida, Paulo Sousa admitiu que os seus jogadores precisam de ser mais objetivos e melhorar a condição física e abordou as críticas dos adeptos.

“Os adeptos são muito passionais. Sabemos que estas coisas acontecem, não só com os treinadores, mas também com os jogadores. E essa paixão faz com que as coisas mudem conforme ganhamos ou perdemos”, começou por dizer o antigo selecionador polaco, citado pela Globo Esporte.

“Um dia idolatram-te, colocam-te lá em cima, noutras ocasiões criticam. Faz parte do dia a dia e são eles que têm a razão. Essa paixão leva-os a serem diferentes hoje e amanhã”, acrescentou.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.