Físico português desvendou o enigma dos buracos negros que dançam

NASA / Wikimedia

Conceito artístico de um buraco negro binário em fusão

O físico da Universidade de Aveiro Alexandre Correia desvendou o enigma do equilíbrio da rotação dos buracos negros binários, concluindo que “dançam” como a Lua, quando roda sobre si própria e em torno da Terra.

Especialista do Departamento de Física (DFis) da UA em sistemas solares, planetas extrassolares e física planetária, Alexandre Correia considera que existem apenas dois tipos de equilíbrio distintos, através de um mecanismo idêntico ao que explica a rotação da Lua, quer sobre ela própria, quer em torno da Terra.

“Quando dois buracos negros orbitam à volta um do outro, o seu destino é, devido à emissão de radiação gravitacional, fundirem-se e darem origem a um buraco negro maior.

Durante o processo de fusão, a radiação gravitacional pode ser emitida de um modo preferencial numa direção e o buraco negro resultante sofre um ricochete na direção oposta, adquirindo uma velocidade tal que pode ser suficiente para o ejetar da galáxia onde nasceu”, descreve num trabalho científico publicado na revista Monthly Notices da Royal Astronomical Society.

No artigo, Alexandre Correia lembra que “a Lua e a Terra também formam um binário, mas com massa muito inferior à dos buracos negros binários”.

Tal como a rotação da Lua é perturbada pela rotação da Terra e pelo movimento orbital, da mesma forma, o eixo de rotação de um buraco negro é perturbado pela rotação do outro buraco negro e pelo movimento orbital, explica o cientista.

“Os problemas são por isso muito semelhantes, a única diferença é que no caso da Lua se podem usar as equações da Mecânica Clássica, de Newton, e para os buracos negros tem de se recorrer à Relatividade Geral, de Einstein”, aponta o investigador.

UA.pt

O físico Alexandre Correia, investigador da Universidade de Aveiro

O físico Alexandre Correia, investigador da Universidade de Aveiro

Para estudar a rotação dos dois buracos em torno um do outro, Alexandre Correia socorreu-se de “um método matemático que em vez de usar as equações do movimento como ponto de partida, usa os integrais do movimento”.

“Neste novo trabalho nós estudamos a rotação de buracos negros binários usando um novo método analítico. Assim, somos capazes de encontrar as configurações possíveis para as rotações antes da fusão duma maneira simples”.

Além disso, é possível identificar que só há duas possibilidades de equilíbrio para a rotação, e que são semelhantes aos equilíbrios observados para a rotação da Lua, que foram observados pela primeira vez por Jean-Dominique Cassini em 1693″, explica.

Bom Dia

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas criaram o som mais alto de sempre

O som foi produzido debaixo de água ao fazer colidir minúsculos jatos de água com pulsos de raio-X. O barulho gerado é superior ao do lançamento de um foguete. A experiência foi realizada como parte de …

Plutão pode esconder um oceano líquido debaixo de uma camada de gás

Uma das características mais marcantes de Plutão é o seu coração, também conhecido como Tombaugh Regio, uma grande região de cor clara de aproximadamente 1.590 quilómetros de diâmetro. O seu lobo esquerdo, o Sputnik Planitia, é …

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …