FC Porto “limpa” transferência de Militão e negócio com Altice

(dr) Luís Vieira

Alexandre e Jorge Nuno Pinto da Costa

Ministério Público estará a investigar contrato com o clube portista. Comissão teria seguido para a esfera familiar de Pinto da Costa.

A operação «cartão vermelho» é o destaque desta semana da revista Sábado, que indica que as investigações do Ministério Público não se centram apenas nos negócios feitos à volta de Luís Filipe Vieira. O FC Porto também está a ser investigado.

Em causa um contrato celebrado entre o clube portista e a Portugal Telecom (que ainda não tinha sido adquirida totalmente pela Altice), entre o final de 2015 e o início de 2016. A comissão de mediação do negócio pode ter seguido para a “esfera familiar de Pinto da Costa“, presidente do FC Porto.

O negócio contou com uma empresa intermediária, a BM Consulting, que pertence a Bruno Macedo, empresário e advogado que também consta como arguido no «cartão vermelho». A TVI indicou que essa empresa conseguiu uma comissão de intermediação de 20 milhões de euros, mas o destinatário deste montante é que levanta dúvidas – Bruno Macedo é sócio numa empresa de um parceiro de negócios do filho de Pinto da Costa: Pedro Pinho, que trabalhou com Alexandre Pinto de Costa.

A revista Sábado acrescenta que as origens desta investigação remontam a 2018, centrada precisamente em Bruno Macedo e em Pedro Pinho. Os dois empresários foram colocados sob escuta e surgiram suspeitas à volta de comissões pagas no negócio com a Portugal Telecom e em transferências de jogadores.

O FC Porto já reagiu, nesta quinta-feira, e assegura: “O negócio celebrado com a PT/ALTICE em 2015, que garantiu ao Grupo Futebol Clube do Porto uma receita de cerca de 457 milhões de euros em 10 anos, não tendo o Futebol Clube do Porto celebrado qualquer contrato de intermediação e/ou pago qualquer quantia a este título, foi também devidamente formalizado documentalmente, auditado pelos revisores externos e Conselho Fiscal e devidamente comunicado à CMVM”.

A transferência que originou mais suspeitas foi a de Éder Militão, o internacional brasileiro que deixou o FC Porto por 50 milhões de euros, quando assinou contrato com o Real Madrid em 2019.

O emblema do Dragão também comentou esta transferência: “A transferência do atleta Éder Militão foi um negócio formalizado documentalmente – constando do respetivo dossier documental as intermediações contratadas -, registado nas instâncias desportivas internacionais, auditado por revisores externos e Conselho Fiscal e devidamente comunicado à CMVM”.

Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se o FCP “limpa”, branco mais branco não há. E se esta suposta investigação estiver a ser feita pela procuradoria do Porto, pela PJ do Porto e Alta Autoridade fiscal do Porto, o prémio sai à casa, garantido. Pessoalmente e por alguma curiosidade, gostaria de saber onde param os 32 milhões das transferências de Militão e Felipe. Vendidos por 70 M, nas contas do clube entraram 38 M. Nenhum órgão de comunicação “populista” deu qualquer importância à coisa, tão trivial são os usos e costumes por aquelas bandas autonómicas.

RESPONDER

Abaixo-assinado apelida Bolsonaro de genocida após 550.000 mortes no Brasil

Dezenas de personalidades e organizações da sociedade civil portuguesa subscreveram um abaixo-assinado de solidariedade internacional para com o Brasil, no qual apelidam o Presidente, Jair Bolsonaro, de "genocida" após mais de 550.000 mortes devido à …

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …

Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de pagamento de caução de Joe Berardo

O juiz Carlos Alexandre aceitou, esta quarta-feira, a proposta e a forma de pagamento da caução de cinco milhões de euros apresentada pelo empresário madeirense no processo da Caixa Geral de Depósitos. A decisão favorável do …

Mais 13 mortes e 3452 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 13 mortes e 3452 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3452 novos …

MPT junta-se a PDR e pedem que Nós, Cidadãos! seja banido das autárquicas pelo TC

O MPT juntou-se ao PDR e ambos pedem que o Nós, Cidadãos! seja impedido de "apresentar candidaturas" às eleições autárquicas de setembro. Em junho, o PDR deu entrada com um pedido no Tribunal Constitucional (TC) para …

Relatório revela envolvimento da Igreja Católica em 100 casos de pedofilia na Polónia

Uma comissão estatal que analisou as denúncias de crimes de pedofilia registadas na Polónia entre 2017 e 2020 denunciou na terça-feira que quase um terço dos casos estudados, num total superior a 300 processos, envolvem …

Polícias voltam aos protestos por causa do subsídio de risco em dia de nova reunião com o Governo

Elementos da PSP e da GNR voltam esta quarta-feira aos protestos por causa do subsídio de risco, uma concentração que vai decorrer enquanto os sindicatos e associações socioprofissionais estão reunidos no Ministério da Administração Interna …

Vieira continua em domiciliária. MP vai pedir reforço de garantias de caução

O Ministério Público (MP) vai pedir reforço de garantias de caução por entender que o uso das ações da SAD do Benfica não é a forma apropriada. O Correio da Manhã avança, esta manhã, que o …

Investigadores suecos pagam 23 dólares a quem se vacinar contra a covid-19

Recompensa surge no âmbito de uma pesquisa que pretende avaliar o nível de eficácia de diferentes incentivos à vacinação contra a Covid-19. O estudo conta com a participação de 8.200 voluntários com menos de 60 …

Costa diz que Estado se curva "perante a memória" de Otelo. Mas BE condena ausência de luto nacional

O primeiro ministro, António Costa, e o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, decidiram não declarar luto nacional pela morte de Otelo Saraiva de Carvalho, Capitão de Abril. A líder do BE e o …