FBI garante que a Rússia está a promover uma guerra de informação nos EUA. Eleições presidenciais são o alvo

5

(dr) Molly Riley / Reuters

O diretor do FBI, Chris Wray

O diretor do FBI – a polícia federal dos Estados Unidos (EUA) -, Chris Wray, afirmou na quarta-feira que a Federação Russa está envolvida numa “guerra de informação” focada na eleição presidencial norte-americana deste ano.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Chris Wray ressalvou que o FBI não está a ver esforços continuados dos russos para interferirem na infraestrutura eleitoral norte-americana, noticiou a agência Lusa.

Em declarações à Comissão Judicial da Câmara dos Representantes, o chefe do FBI disse que a Federação Russa, à semelhança do que fez em 2016, está a promover uma campanha oculta nas redes sociais para procurar dividir a opinião pública norte-americana e semear a discórdia.

Este esforço pode aumentar neste ano eleitoral, mas o diretor do FBI salientou que é uma ameaça permanente, de algum modo mais difícil de combater do que a pirataria de um sistema eleitoral.

“Ao contrário de um ciberataque a uma infraestrutura eleitoral, este tipo de esforço – a desinformação – num mundo onde temos a Primeira Emenda e acreditamos fortemente na liberdade de expressão, o FBI não se vai tornar uma polícia da verdade e controlar a desinformação em linha”, acrescentou.

Os EUA realizam eleições presidenciais a 03 de novembro próximo.

  Lusa //

5 Comments

  1. Os Estados Unidos da América do Norte, acusam os outros de fazer aquilo que eles fazem, no entanto são incapazes de justificar as suas acusações o as torna numa afirmação infundada.

    Fujam, fujam, vêm aí os Russos, lol.

  2. Este Figueiredo não perde uma oportunidade de “ladrar” contra os USA e contra a Polícia. É um esquerdoide do caraças.

    • Mas são exatamente os esquerdóides que afirmam que foi a Rússia a manipular as eleições 2016.
      Aliás, para eles, os russos são sempre o bode expiatório.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.