Fantasporto lança campanha de crowdfunding para garantir sustentabilidade

(dr) Fantasporto / Facebook

Mario Dorminsky, presidente do Fantasporto

Mario Dorminsky, presidente do Fantasporto

O Fantasporto vai lançar uma campanha digital de angariação de fundos (conhecida como crowdfunding) para garantir a “sustentabilidade para a concretização da 35.ª edição”, em parte devido à dificuldade em conseguir patrocínios em Portugal, disse hoje o presidente do certame.

Em declarações à Lusa, o presidente do Fantasporto, Mário Dorminsky, explicou que o recurso a este método se deve à “dificuldade de arranjar patrocínios diretos pela parte daquilo que são as empresas portuguesas”, ainda que saliente estar a aguardar respostas de várias companhias para o evento do próximo ano, a realizar-se entre 27 de fevereiro e 07 de março.

A campanha de crowdfunding vai decorrer entre 05 de setembro e 01 de novembro e vai permitir que quem contribua receba uma recompensa consoante o valor transferido para a conta bancária da cooperativa Cinema Novo e que pode ir dos cinco aos 5.000 euros, algo que, neste último caso, dará direito ser “patrono” do festival de cinema, segundo a página de Facebook da campanha.

Por exemplo, no caso dos contributos entre cinco e 10 euros, o participante recebe um postal do Fantasporto 2014 e um lenço de pescoço branco, seguindo-se a possibilidade de receber um porta-chaves a par do lenço e, no patamar seguinte, um catálogo da edição deste ano do festival, passando, entre os 16 e os 18 euros a ter direito a um DVD, no caso, do filme “Meet The Feebles”, de Peter Jackson.

Para Dorminsky, “no seio de 80.000 fãs e amigos do Fantasporto no Facebook deve haver alguns que queiram participar”, confessando estar mais optimista em relação à contribuição de aficionados estrangeiros por ser menos comum este tipo de campanhas de angariação de fundos a nível nacional.

Em relação à escolha por um contributo directo em vez do recurso a uma plataforma, o presidente do festival explicou que, no caso do Kickstarter, há “uma sobrecarga de audiovisual”, pelo que se optou por “formas mais diretas de chegar junto das pessoas que estão ligadas aos meios do cinema”.

Por outro lado, em relação às plataformas nacionais, foi considerado que “são mais vocacionadas para a gravação de um disco, para a edição de livro, para a feitura de um filme, não propriamente para eventos”.

A edição do próximo ano do Fantasporto vai assinalar o centenário do nascimento do cineasta Orson Welles e exibir uma cópia restaurada de “Top Hat”, no âmbito de uma retrospetiva de Fred Astaire e Ginger Rogers, tendo já selecionados 10 filmes para a competição.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …