Fantasporto lança campanha de crowdfunding para garantir sustentabilidade

(dr) Fantasporto / Facebook

Mario Dorminsky, presidente do Fantasporto

Mario Dorminsky, presidente do Fantasporto

O Fantasporto vai lançar uma campanha digital de angariação de fundos (conhecida como crowdfunding) para garantir a “sustentabilidade para a concretização da 35.ª edição”, em parte devido à dificuldade em conseguir patrocínios em Portugal, disse hoje o presidente do certame.

Em declarações à Lusa, o presidente do Fantasporto, Mário Dorminsky, explicou que o recurso a este método se deve à “dificuldade de arranjar patrocínios diretos pela parte daquilo que são as empresas portuguesas”, ainda que saliente estar a aguardar respostas de várias companhias para o evento do próximo ano, a realizar-se entre 27 de fevereiro e 07 de março.

A campanha de crowdfunding vai decorrer entre 05 de setembro e 01 de novembro e vai permitir que quem contribua receba uma recompensa consoante o valor transferido para a conta bancária da cooperativa Cinema Novo e que pode ir dos cinco aos 5.000 euros, algo que, neste último caso, dará direito ser “patrono” do festival de cinema, segundo a página de Facebook da campanha.

Por exemplo, no caso dos contributos entre cinco e 10 euros, o participante recebe um postal do Fantasporto 2014 e um lenço de pescoço branco, seguindo-se a possibilidade de receber um porta-chaves a par do lenço e, no patamar seguinte, um catálogo da edição deste ano do festival, passando, entre os 16 e os 18 euros a ter direito a um DVD, no caso, do filme “Meet The Feebles”, de Peter Jackson.

Para Dorminsky, “no seio de 80.000 fãs e amigos do Fantasporto no Facebook deve haver alguns que queiram participar”, confessando estar mais optimista em relação à contribuição de aficionados estrangeiros por ser menos comum este tipo de campanhas de angariação de fundos a nível nacional.

Em relação à escolha por um contributo directo em vez do recurso a uma plataforma, o presidente do festival explicou que, no caso do Kickstarter, há “uma sobrecarga de audiovisual”, pelo que se optou por “formas mais diretas de chegar junto das pessoas que estão ligadas aos meios do cinema”.

Por outro lado, em relação às plataformas nacionais, foi considerado que “são mais vocacionadas para a gravação de um disco, para a edição de livro, para a feitura de um filme, não propriamente para eventos”.

A edição do próximo ano do Fantasporto vai assinalar o centenário do nascimento do cineasta Orson Welles e exibir uma cópia restaurada de “Top Hat”, no âmbito de uma retrospetiva de Fred Astaire e Ginger Rogers, tendo já selecionados 10 filmes para a competição.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …

O cofre da rica mãe, heranças às dúzias e a vida "sem luxos". O que Sócrates disse a Ivo Rosa

Foram cerca de 20 horas de interrogatório no âmbito da Operação Marquês, em que José Sócrates manteve, perante o juiz Ivo Rosa, a versão de que as avultadas quantias de dinheiro que gastou nos últimos …

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …