Família britânica condenada por praticar escravatura moderna há mais de 20 anos

CentroApoioSemAbrigo / Facebook

Nove membros de uma família britânica foram condenados por fraude e escravidão moderna depois de terem submetido deficientes e sem abrigo a trabalhos forçados durante mais de duas décadas.

As penas de cadeia dão um total de 80 anos. Foi esta a sentença proferida na terça-feira a nove membros de uma família britânica que durante mais de 20 anos escravizaram pessoas vulneráveis.

Segundo o tribunal de Nottingham, a família Rooney escolheu e retirou das ruas pessoas vulneráveis que depois obrigava a trabalhar no seu negócio de renovação de pavimentos durante longos dias de trabalho.

As vítimas deixavam de viver na rua, mas passavam a habitar caravanas sem água potável ou casas de banho.

As penas mais gravosas foram para os filhos, John e Patrick, que receberam mais de 15 anos de sentença cada um. Martin Rooney, o chefe da família, de 57 anos, foi condenado a dez anos e nove meses de cadeia.

O juiz Timothy Spencer acusou Martin de educar os seus filhos “numa cultura de crime” e de tratar os trabalhadores como a “realeza medieval” tratava “os camponeses”.

A Agência Nacional do Crime britânica (NCA) alertou que os casos de escravidão moderna e tráfico de pessoas são mais comuns no Reino Unido do que se poderia pensar, estando mais de 300 investigações abertas.

No ano passado, estimava-se que houvesse 12.800 escravos modernos em Portugal e 45,8 milhões em todo o mundo.

Índice de Escravatura Global 2016, relatório divulgado esta terça-feira, analisa 167 países do mundo, entre eles oito dos nove lusófonos – S. Tomé e Príncipe não foi reportado – e conclui que atualmente existem 45,8 milhões de escravos no mundo.

Segundo o relatório da Walk Free, uma fundação criada em 2012 pelo casal filantropo australiano Andrew e Nicola Forrest, e pela filha de ambos, Grace, a percentagem estimada de escravos modernos em Portugal é de 0,123%.

De acordo com o mesmo relatório, Portugal situa-se na 49.ª posição, o que equivale à 147.ª posição, já que há muitos países a ocuparem a mesma posição ao longo da tabela. O total de casos estimados aumentou significativamente desde 2012, quando as projeções indicavam que existiam cerca de 35 milhões de pessoas sujeitas à escravatura.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

"The Shape of Water" lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

O filme "The Shape of Water" lidera as nomeações da 90.ª edição dos Óscares, que serão entregues a 04 de março, em Los Angeles, incluindo as categorias de Melhor Filme, Melhor Realização e Melhor Atriz, …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …

Nem escondido num porta-bagagens Puigdemont vai poder regressar a Espanha

Espanha montou um sistema de vigilância para assegurar a prisão do líder independentista Carles Puigdemont no caso de este tentar regressar à Catalunha, mesmo que tente voltar escondido num porta-bagagens. O ministro da Administração Interna espanhol, …