Não há CO2 que chegue: falta cerveja para o Mundial

A falta de CO₂ começa a causar problemas na Europa durante o Mundial da Rússia. A escassez de dióxido de carbono está a afetar o setor dos alimentos e das bebidas, especialmente as indústrias de carne e de cerveja.

Até a Coca-Cola decidiu interromper temporariamente a produção de bebidas na fábrica do Reino Unido. “É a situação mais grave no suprimento de dióxido de carbono europeu em décadas”, afirmou a revista especializada Gas World, que revelou o problema.

O dióxido de carbono tem vários usos na indústria de alimentos e bebidas. O CO₂ é responsável por gaseificar cervejas e cidras – muito populares no Reino Unido, atordoar animais antes do abate e funciona também como conservante, aumentando a vida útil de produtos embalados, como carne fresca.

O gás também é usado para criar gelo seco, outro produto importante na indústria alimentícia, para manter os produtos refrigerados durante a sua distribuição.

Fora do setor da alimentação, o CO₂ também é usado em determinados procedimentos médicos, na fabricação de dispositivos semicondutores e por empresas petrolíferas para melhorar a extração do produto.

Por que há escassez?

Uma das principais fontes de CO₂ é a produção de amoníaco, composto utilizado frequentemente na indústria de fertilizantes. No entanto, a indústria agrícola de fertilizantes na Europa costuma fechar no verão, afetando cinco das maiores empresas produtoras de dióxido de carbono líquido na Europa, segundo o Financial Times.

“Veio absolutamente na altura errada porque é o Mundial e o pico do verão“, disse um representante da produtora de cervejas Beavertown citado pelo Expresso.

“As pessoas querem ver futebol e beber uma cerveja. Estamos quase esgotados, mas nesta situação queremos sempre ter uma reserva, portanto se calhar ainda nos aguentamos mais uma semana.”

A Associação Britânica de Cervejas e Pubs, por sua vez, explicou: “As questões de fornecimento aqui no Reino Unido complicam-se ainda mais por uma combinação dos encerramentos planeados de fábricas com falhas inesperadas de equipamento, particularmente em relação a um dos dois maiores produtores de CO2 em grosso”.

Além disso, os preços baixos atuais do amoníaco dão aos produtores pouco incentivo para retomar a produção. A produção de amoníaco foi gravemente afetada nos últimos tempos, mas, este ano coincidiu com a realização do Mundial na Rússia, quando o consumo e procura são maiores.

Estabelecimentos afetados

A escassez de CO₂ afetou diretamente os produtores de bebidas na Europa, desde as empresa maiores até às mais pequenas. A maior rede de pubs da Grã-Bretanha, a Wetherspoon, disse ter em falta “temporária” duas das suas bebidas mais populares – a cerveja John Smith’s e a cidra Strongbow – ambas produzidas pela Heineken.

Segundo informações dos média britânicos, também a Coca-Cola disse ter suspendido, por um curto período, a produção de algumas das suas bebidas, assegurando que a pausa na produção não teria impacto no fornecimento.

A indústria alimentar do Reino Unido espera que o volume das mercadorias volte aos valores normais no início do mês de julho, queixando-se de falta de comunicação por parte dos fornecedores de dióxido de carbono.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Europeias: PS quer fazer o mesmo na Europa, PSD lembra cataplana de Costa e BE pede para não ficar em casa

No dia em que ficou decidido quem seria o campeão nacional de futebol deste ano, a campanha eleitoral para as europeias abrandou, com os partidos a terminarem as iniciativas pelo final da tarde. O cabeça de …

Descobertas inscrições neolíticas com símbolos da realeza egípcia

Uma missão arqueológica do Ministério de Antiguidades de Egito descobriu perto da cidade de Assuão, no sul do país, as primeiras inscrições reais que remontam ao período neolítico. Este período começou há 12 mil anos e …

Já sabemos qual é o segredo para superar a inveja

De acordo com uma investigação recente, temos mais inveja da experiência de uma determinada pessoa antes de ter acontecido do que depois de já ter passado. O segredo está no tempo. Pesquisas anteriores mostraram que os …

Holanda é a vencedora da 64.ª edição da Eurovisão

A Holanda, que venceu pela última vez há 44 anos, foi o país que obteve maior pontuação (492 pontos), atribuída pelos espetadores de cada país e pelos júris nacionais dos 41 países que participaram na …

Primavera em Plutão: uma análise ao longo de 30 anos

Sempre que passa em frente de uma estrela, Plutão fornece informações preciosas sobre a sua atmosfera, preciosas porque as ocultações de Plutão são raras.  A investigação realizada por investigadores do Observatório de Paris, ao longo …

Os carros voadores podem fazer parte do transporte público de Paris em 5 anos

A operadora de transportes públicos RATP, que administra os serviços de autocarros, elétricos e metros em Paris, anunciou a sua parceria com a companhia aérea europeia Airbus para "estudar a viabilidade" de incorporar veículos voadores …

Porto vs Sporting | Dragões vencem clássico quente

O FC Porto fechou o campeonato com uma vitória, ao bater o Sporting por 2-1, no Dragão, conseguindo, por fim, derrotar um dos principais rivais na principal prova portuguesa de clubes esta temporada. O Sporting …

Uma das ilhas mais remotas do mundo está a afogar-se num mar de plástico

Localizada a mais de dois mil quilómetros da costa noroeste da Austrália, a ilha dos Cocos pode não ter muita população, mas lidera em termos de acumulação de plástico. De acordo com um estudo publicado na …

Benfica vs Santa Clara | Águia garante 37º título

O Benfica venceu o Santa Clara no Estádio da Luz, por 4-1, e sagrou-se campeão da Liga NOS 2018/19, o 37º título da História do emblema “encarnado”. Num jogo mais difícil do que o resultado …

Benfica é campeão nacional de futebol

O Benfica venceu o Santa Clara por 4-1 com golos de Seferovic (dois), João Félix e Rafa e é campeão nacional da temporada 2018/19. Ao vencer o 'nacional' de 1976/77, os 'encarnados' somaram, então, o quinto …