Exército dos EUA acusado de conivência com abuso de crianças no Afeganistão

O jornal The New York Times e o canal televisivo Fox News denunciaram na segunda-feira a alegada conivência do exército norte-americano com abusos sexuais a menores praticados pelos seus aliados no Afeganistão.

Segundo a notícia difundida pela Fox, o exército decidiu expulsar um veterano militar do corpo especial das Boinas Verdes devido à sua atuação no Afeganistão, em 2011, quando empurrou um polícia afegão acusado de violar um menor e agredir a mãe.

Ao saber dos atos do polícia – treinado e armado pelos Estados Unidos da América para lutar contra os talibãs -, o militar, Charles Martland, foi ao seu encontro e confrontou-o, chegando a empurrá-lo.

Apesar de Martland, várias vezes condecorado, ter sido castigado pelo exército pouco depois dos acontecimentos, não se sabe, até agora, quatro anos depois, quando foi decidida a sua expulsão das Forças Armadas.

Já o New York Times dedicou, na segunda-feira, um editorial a este assunto, denunciando outros casos: “Os incidentes de abuso sexual a crianças descritos pelos militares norte-americanos que serviram no Afeganistão são repugnantes. Crianças a gritar durante a noite ao serem atacadas por polícias afegãos. Três ou quatro homens afegãos apanhados no chão de uma base militar com crianças entre eles, presumivelmente, para jogos sexuais”.

O diário acrescentou que é “igualmente ofensivo” que os soldados dos Estados Unidos que quiseram intervir “não pudessem” fazê-lo e que os seus superiores lhes ordenassem “ignorar comportamentos abusivos por parte dos seus aliados afegãos e olhar para o lado porque faz parte da sua cultura”.

Já no domingo, o New York Times tinha contado a história de Gregory Buckley, um soldado que morreu num ataque no Afeganistão em 2012, mas que antes de morrer denunciou, numa chamada telefónica ao seu pai, que ouvia os polícias afegãos a abusar sexualmente de crianças que levavam para a base.

“Durante a noite podemos ouvi-los a gritar, mas não nos deixam fazer nada”, disse Buckley ao seu pai.

Em reação a estas denúncias, o Governo dos EUA manifestou-se “muito preocupado” com a segurança das crianças afegãs.

O Pentágono, por seu lado, defendeu-se, assegurando que nunca teve uma política que incentive os militares “a ignorar os abusos contra os direitos humanos”, apesar de, em comunicado à Fox News, um porta-voz das forças norte-americanas no Afeganistão ter dito que não se exige aos soldados que informem sobre casos de abuso de menores.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …

Montenegro tem uma carta na manga para promover o turismo

Para incentivar o turismo, Montenegro tem a intenção de usar a carta da segurança sanitária para convencer os turistas estrangeiros a visitar o país. No dia 25 de maio, Montenegro declarou-se um "país livre de coronavírus" …