Ex-Presidente da Coreia do Sul condenada a 24 anos de prisão

Song Kyung-Seok / EPA

Park Geun-hye, ex-Presidente da Coreia do Sul, foi condenada a 24 anos de prisão num caso em que foi acusada de abuso de poder e corrupção.

Esta sexta-feira, a ex-Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, foi condenada a uma pena de 24 anos de prisão, num processo em que foi acusada de corrupção, abuso de poder e coerção.

“A presidente abusou do poder que lhe foi dado pelos cidadãos”, disse o juiz na leitura da sentença. A decisão envolve ainda o pagamento de uma multa de cerca de 14 milhões de euros.

De acordo com o Público, o tribunal deu como provado que Park agiu em conluio com a amiga Choi Soon-sil para receber milhões de won das grandes empresas sul-coreanas, para ajudar a família de Choi e organizações sem fins lucrativos.

A acusação pedia 30 anos de prisão e uma multa de 118 mil milhões de won (aproximadamente 91 milhões de euros) pelos 18 crimes alegadamente cometidos.

Durante a leitura da sua sentença, o juiz Kim Se-yoon disse que “a ré abusou do poder presidencial que lhe foi confiado pela população, e como resultado, causou um enorme caos nos assuntos de Estado, que resultou na sua impugnação, algo sem precedentes”.

Park Geun-hye, de 66 anos, sempre negou qualquer ato de corrupção e não esteve presente no tribunal. A sentença está a ser transmitida em direto pela televisão, algo que nunca aconteceu até hoje, dado que as autoridades coreanas consideraram que o caso tinha interesse público.

Em frente ao tribunal, juntou-se uma multidão com cerca de 1000 apoiantes da ex-Presidente coreana, que criticam o sistema judicial, considerando que “o império da lei está morto” na Coreia do Sul.

Park Geun-hy foi a primeira mulher a ser eleita para a presidência da Coreia do Sul e a primeira chefe de Estado a ser destituída, em dezembro de 2016, desde que o país voltou a realizar eleições democráticas. A decisão obrigou à antecipação das eleições presidenciais, ganhas pelo liberal Moon Jae-in.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …

Cancelamento de consultas leva a quebra de vacinação contra a pneumonia

O cancelamento ou adiamento de milhares de consultas levou a uma quebra na vacinação contra a pneumonia. É preciso "voltar a dar confiança às pessoas para que regressem aos estabelecimentos de saúde", apela o Mova. De …

Há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal (e duas crianças nos Cuidados Intensivos)

Portugal regista esta segunda-feira 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infectados, mais 165, segundo o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há duas crianças internadas nos Cuidados …

"O que se passa com os enfermeiros é uma vergonha." Marques Mendes também fala dos "4 contratos" do Novo Banco

António Costa e Rui Rio "não têm a coragem de dizer a verdade" no âmbito da polémica do Novo Banco, critica o comentador Luís Marques Mendes, considerando que ambos procuram sacudir água do pacote. Na …

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …