Ex-Miss Turquia condenada por insultar Erdogan

Merve Buyuksarac / Twitter

Merve Büyüksarac, ex-Miss Turquia

Merve Büyüksarac, ex-Miss Turquia

A modelo turca Merve Büyüksarac foi condenada a 14 meses de cadeia, com pena suspensa, por ter insultado publicamente o presidente do país Recep Tayyip Erdogan nas redes sociais.

A publicação no jornal turco Milliyet revela que a Miss Turquia 2006 publicou no seu perfil no Instagram um poema a satirizar Erdogan, intitulado “O Poema do Chefe”, que foi considerado pelos advogados do chefe de Estado como “um ataque aos direitos individuais” do seu cliente.

A justiça concordou com a posição dos advogados e condenou a jovem a pena suspensa de um ano, dois meses e 17 dias de prisão por ter publicado um link para o site da revista Uykusuz, que tinha publicado a paródia ao hino nacional.

No julgamento, a modelo de 26 anos negou ter tido intenção difamatória: “Não recordo exatamente o conteúdo que partilhei na minha conta de Instagram. Contudo, posso ter retirado excertos do Twitter, outros sites de social media ou da revista satírica de cartoons Uykusuz. Não adaptei pessoalmente o poema intitulado ‘O Poema do Chefe’. Partilhei-o porque para mim era engraçado. Não quis insultar Recep Tayyip Erdogan”.

“Como o requerente no processo é o chefe de Estado, o caso não pode ser considerado como violação de limites da crítica pessoal”, disse o advogado da modelo, Ali Deniz Ceylan. “Na opinião da defesa, a publicação da minha cliente deve ser considerada política, pelo que ela deve ser absolvida”.

Anteriormente, o ministro da justiça da Turquia Bekir Bozdag informou que 1.845 cidadãos do país estariam a ser investigados por ter insultado o líder nacional. Se forem declarados culpados, podem ser condenados a multa ou privação de liberdade de um a quatro anos.

A oposição acusa as autoridades de usarem o sistema judicial para levar a cabo represálias contra quem não concorda com as políticas do presidente.

Em abril, a “extrema sensibilidade” do líder turco provocou um escândalo internacional, quando o jornalista alemão Jan Boehmermann leu um poema sobre Erdogan num programa do canal da televisão ZDF.

A obra atribuía ao chefe de Estado, de forma irónica, a prática de crimes contra minorias étnicas e a oposição, além de alusões sexuais. Em resposta, Ancara apresentou a Berlim uma nota de protesto exigindo a condenação do jornalista.

SN

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os grandes amigos da Alemanha (e da EU) a revelarem-se cada vez mais “civilizados”!…
    Continuem a dar-lhes milhões…

RESPONDER

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …