Ex-agente sírio condenado na Alemanha por cumplicidade em crimes contra a Humanidade

james_gordon_losangeles / Flickr

Bashar al-Assad, Presidente da Síria

A justiça alemã condenou, esta quarta-feira, um ex-membro dos serviços secretos sírios a quatro anos e meio de prisão por “cumplicidade em crimes contra a Humanidade” no primeiro julgamento no mundo ligado aos abusos atribuídos ao regime sírio.

O Supremo Tribunal regional de Koblenz considerou o sírio Eyad al-Gharib, de 44 anos, culpado de ter participado na detenção, em setembro ou outubro de 2011, de pelo menos 30 manifestantes em Douma, capital da região de Ghouta oriental, perto de Damasco, e na sua transferência para um centro de detenção secreto dos serviços de informações, “a divisão 251” ou Al-Khatib.

A acusação afirmou que o ex-agente sírio foi uma peça de um sistema em que a tortura era praticada numa “escala quase industrial”.

Quando se aproxima o 10.º aniversário do início da revolta popular na Síria, a 15 de março de 2011, trata-se da primeira vez em todo o mundo que um tribunal se pronuncia sobre um caso ligado à repressão brutal e sangrenta do regime de Bashar al-Assad das manifestações pela liberdade, na sequência do movimento conhecido como Primavera Árabe.

Eyad al-Gharib foi o primeiro dos dois réus que compareceram desde 23 de abril perante este tribunal a receber a sentença, dado os juízes terem optado por dividir o processo.

“O acusado é condenado a quatro anos e seis meses de prisão por ter viabilizado a perpetração de crimes contra a Humanidade, nomeadamente na forma de tortura e de privação da liberdade”, disse a juíza Anne Kerber no fim do julgamento, citada pelo semanário Expresso.

O segundo acusado, Anwar Raslan, de 58 anos, é um antigo coronel com um papel mais importante no aparelho de segurança da Síria, tendo sido processado por crimes contra a Humanidade pela morte de 58 pessoas e a tortura de quatro mil detidos. O seu julgamento deverá durar até ao final de outubro.

Para os julgar, a Alemanha aplica o princípio da jurisdição universal, que permite que os autores de crimes graves sejam processados, independentemente da sua nacionalidade e do local onde os crimes foram cometidos.

O recurso por parte dos refugiados sírios na Europa aos tribunais na Alemanha, Suécia ou França tem vindo a aumentar e constitui a única possibilidade de julgar as atrocidades realizadas na Síria devido à paralisia da justiça internacional.

Eyad al-Gharib serviu nos escalões mais baixos dos serviços secretos, antes de desertar em 2012 e depois fugir da Síria em fevereiro de 2013. Chegou à Alemanha a 25 de abril de 2018, após uma longa odisseia na Turquia e depois na Grécia.

O ex-agente nunca escondeu o seu passado. Aliás, foi quando contou o seu sinuoso percurso às autoridades responsáveis por decidir sobre o seu pedido de asilo que a justiça alemã se começou a interessar por ele, o que o levou à prisão em fevereiro de 2019.

Mais de uma dezena de sírios e sírias testemunharam no tribunal sobre os terríveis abusos que sofreram na prisão de Al-Khatib. Alguns foram entrevistados com o rosto escondido ou disfarçados com uma peruca por medo de represálias contra os seus familiares ainda na Síria.

Pela primeira vez, fotografias do “dossier César” foram apresentadas num tribunal. Este ex-fotógrafo da polícia militar conseguiu fazer sair da Síria, arriscando a vida, cinco mil fotografias que mostram 6786 detidos mortos, a morrer de fome e torturados.

As fotografias analisadas em tribunal por um patologista forense, o professor Markus Rotschild, constituem uma prova material avassaladora, segundo a agência France-Presse.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

No funeral de Filipe, a família real não vai usar uniformes militares "para evitar envergonhar Harry"

No funeral do duque de Edimburgo os membros da família real não vão usar uniformes militares. A quebra na tradição é justificada como medida "para evitar envergonhar" o príncipe Harry. Segundo o The Sun, a decisão …

FBI diz que grupos radicais dos EUA têm fortes ligações com extrema-direita europeia

O diretor do FBI revela que os radicais norte-americanos são os que têm os laços internacionais mais vastos e que se têm deslocado para se encontrarem com outros ativistas. Os norte-americanos de extrema-direita e com motivações …

Nova espécie de pterossauro revela o polegar opositor mais antigo de sempre

Cientistas descobriram uma nova espécie de pterossauro que viveu durante o período Jurássico e que subia às árvores graças aos seus polegares opositores. Esta característica nunca tinha sido observada nestes animais. De acordo com a rede …

Devido ao sucesso da vacinação, Israel põe fim à obrigatoriedade de uso de máscara no exterior

As autoridades israelitas anunciaram hoje que a partir do próximo domingo acabará a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, medida no quadro do levantamento progressivo das restrições ligadas à pandemia de covid-19. Na primavera de …

A rainha Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal (mas novos documentos põem fim aos mitos)

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por lavar-se pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a viagem …

Instagram testa opção que permite ocultar ou mostrar o número de likes

O Instagram vai começar a testar uma nova opção que dá aos seus utilizadores a possibilidade de esconder os likes recebidos nas publicações. Em 2019, a empresa começou por forçar esta mudança, aplicando-a a alguns utilizadores …

Atlético de Madrid: o que aconteceu a João Félix e companhia?

Equipa de Diego Simeone tinha vantagem confortável sobre os dois maiores rivais e, em pouco tempo, só ganhou metade dos pontos que poderia ter ganhado. Ainda lidera mas tem três adversários muito perto. Em Portugal, no …

EUA impõe novas sanções e expulsam dez diplomatas russos. Moscovo promete resposta “inevitável”

O Governo dos EUA anunciou hoje novas sanções financeiras contra a Rússia e a expulsão de 10 diplomatas russos, em resposta a recentes ataques cibernéticos e à interferência na eleição presidencial de 2020 atribuída a …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e substituir baterias

Os investigadores descobriram uma maneira inovadora de explorar a capacidade das redes 5G, transformando-as numa “rede elétrica sem fios” de modo a alimentar dispositivos de Internet das Coisas (IoT) que precisam de baterias para funcionar. Os …

Itália vai enviar réplica de David de Michelangelo para o Dubai

No final de abril, Itália vai enviar uma réplica em tamanho real do famoso David de Michelangelo, feita com impressoras 3D, para a Exposição Universal do Dubai, que se irá realizar de 1 de outubro …