Eurovisão procura voluntários para trabalhar 18 dias seguidos sem vencimento

Jose Sena Goulao / Lusa

A procura de voluntários para o Festival Eurovisão de 2020 está a gerar polémica. A organização quer disponibilidade total durante 18 dias, não oferecendo qualquer vencimento, nem pagando despesas de viagem ou estadia.

O Festival Eurovisão 2020 será realizado em Roterdão, nos Países Baixos, nos dias 12, 14 e 16 de maio do próximo ano. Como se trata de um evento de grande escala, onde participam 41 países, é necessária uma grande estrutura de staff e trabalhadores para assegurar a sua sustentabilidade.

Como é comum em muitos festivais e eventos, a organização está à procura de voluntários dispostos a fazer o trabalho sem qualquer tipo de remuneração. As candidaturas para voluntário abriram ontem, numa nota divulgada pela NPO, no qual procuram pessoas que dominem tanto o holandês como o inglês, conheçam bem a cidade de Roterdão e os seus arredores e cubram elas próprias todos os custos de viagem e estadia.

“O Comité da Eurovisão 2020 está à procura de voluntários para servir como anfitriões das delegações estrangeiras”, lê-se na mensagem partilhada. Entre as suas tarefas está ir ao hotel buscar os membros da delegação, guiá-los pela cidade, acompanhá-los aos ensaios e ajudá-los a organizar eventos.

A organização pede total disponibilidade entre os dias 1 e 18 de maio do próximo ano, realçando que os interessados devem ser “proativos, comunicativos e práticos”. Além disso, dizem que os voluntários não deverão ter uma mentalidade de “picar o ponto”, entrando às 9h e saindo às 17h.

Em retorno, a organização da Eurovisão promete oferecer aos voluntários “uma experiência única de viver de perto o festival”, a oportunidade de “conhecer novas pessoas e fazer contactos” e ainda “uma experiência de trabalho única para o curriculum“. Os interessados têm até ao dia 15 de dezembro para enviar as candidaturas.

De acordo com o Russia Today, a oferta de trabalho tem gerado polémica nas redes sociais. Muitos utilizadores acusam a organização do festival — que conta com um orçamento milionário — de não pagar um salário aos trabalhadores. Joost van Alkemade, diretor da Associação de Voluntários nos Países Baixos, defende que a organização deve, pelo menos, reembolsar as despesas de viagens e estadia.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Trabalho escravo em plena UE. Rica UE e rico futuro. Quando chegarem os autómatos as pessoas vão chupar o dedo e viver na rua pois ficaram sem o trabalho.

    • Que anjinho!…
      Ainda não percebeste que isto, tal como a WebSummit, etc, etc, são como uma religião onde também ninguém é obrigado – mas, obviamente, muitos são enganados?!!

  2. Isto está a tornar-se uma pratica inaceitável. Uma organização com orçamento de milhões não tem uns míseros tostões para pagar no mínimo a estadia e a viagem. É completamente inaceitável, pois até ONG`s fazem isso e não tem orçamentos de milhões. Estão a desvalorizar o trabalho voluntário. A Web Sumitt foi mais um recente exemplo. Veja-se, as camisinhas do Paddy a 780€ da empresa da sua esposa esgotaram e um voluntário não viu um cêntimo pelo seu trabalho. O trabalho seja ele qual fôr deve ser valorizado.

  3. Trabalho voluntário? Isto é a escravatura do século XXI! Os governos têm muita culpa no que se passa porque fecham os olhos ao que se passa, são coniventes , ou em muitos casos multiplicam os maus exemplos , mantendo estagiários nos ministérios a trabalhar sem o salário devido.

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …