/

Euronews recusa interferências editoriais após aquisição por sociedade portuguesa com ligações a Orbán

1

Sociedade portuguesa de capital de risco adquiriu 88% da Euronews ao milionário egípcio Naguib Sawiria.

A Euronews veio esclarecer que a sua recente aquisição por parte da portuguesa Alpac Capital, uma sociedade de capital de risco, não irá colocar em causa a independência editorial do canal de televisão europeu face às relações de proximidade dos novos donos com o primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, assim como ligações económicas ao líder político. O tópico tornou-se de tal forma incontornável após o anúncio do negócio que até o próprio Orbán reagiu às alegações, rejeitando qualquer influência.

Anteriormente, a Euronews era detida pelo Naguib Sawiria, um empresário egípcio que detinha 88% do capital de notícias. Foi precisamente essa parcela que a Alpac Capital, sociedade detida por Pedro Vargas David, filho de Mário David — antigo eurodeputado pelo PSD e atual consultor político de Viktor Orbán —, e por Luís Santos, filho do selecionador nacional Fernando Santos.

A empresa tem escritórios no Dubai e em Budapeste, tendo recebido capital de grandes corporações húngaras e a ajuda do ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro para a promoção de um dos fundos, relembra a edição europeia do Politico.

À mesma fonte, Michael Peters, diretor executivo da Euronews, também afastou a possibilidade de as ligações financeiras do CEO e sócio gerente da Euronews poderem ter consequências na cobertura noticiosa do canal. O responsável garantiu ter “100% de certezas” de que os projetos financeiros de Vargas David “não irão nunca interferir com a Euronews”. “Tenho todas as garantias de independência editorial”, reforçou.

Esta visão é apoiada por inúmeros testemunhos de funcionários do canal de televisão que televisão que garantiram ao Politico estarem confiantes de que a nova chefia não irá interferir na independência editorial da Euronews após a conclusão do negócio — prevista para o primeiro semestre do próximo ano.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE