Euro 2020. Inglaterra e Itália procuram suceder a Portugal na galeria dos campeões

Inglaterra e Itália defrontam-se este domingo na final do Euro2020 de futebol, procurando suceder a Portugal na galeria dos campeões, com os ingleses a tentarem em casa uma conquista inédita, enquanto a Itália procura o seu segundo título continental.

O peso histórico das duas seleções é muito diferente e pende para o lado transalpino, com a Itália a ser quatro vezes campeã mundial (1934, 1938, 1982 e 2006) e uma vez europeia (1968), enquanto Inglaterra tem um único título mundial, em 1966.

Para a equipa dos três leões, existe a semelhança, tal como aconteceu em 1966, de o país receber a competição – pelo menos em boa parte -, num Europeu que decorreu em 11 cidades de 11 países e no qual a equipa inglesa só falhou um jogo em Londres, nos quartos de final.

Tal como no Mundial em 1966, o palco da final de hoje do Euro2020 é o Estádio de Wembley, com restrições devido à pandemia da covid-19, mas prevendo-se que os quase 60.000 espetadores estejam a favor de Inglaterra.

Essa é a grande vantagem da equipa de Gareth Southgate, que chega a esta final depois de vencer o grupo D, em que derrotou a vice-campeã mundial Croácia (1-0) e a República Checa (1-0), e empatou com a Escócia (0-0), vencendo, já na fase a eliminar, a Alemanha (2-0), a Ucrânia (4-0) e a Dinamarca (2-1), esta última no prolongamento.

A Itália brilhou ainda na fase de grupos, com triunfos perante a Turquia (3-0), Suíça (3-0) e País de Gales (1-0), e, depois, ainda afastou Áustria (2-1, após prolongamento), Bélgica (2-1) e Espanha (1-1, com 4-2 no desempate por grandes penalidades).

Os ingleses têm uma oportunidade de ouro de fazer regressar ‘o futebol a casa’, como têm defendido ao longo do torneio os seus adeptos, e a Itália espera o seu bicampeonato, repetindo 1968, e não os desaires de 2000 e 2012.

As duas seleções, que entre si disputaram 27 jogos (10 vitórias transalpinas, nove empates e oito triunfos ingleses), nunca se encontraram numa final e defrontaram-se pela última vez num particular em 2018, precisamente, em Wembley, que terminou empatado 1-1.

Em competições oficiais, o último encontro data de 2014, na fase de grupos do Mundial do Brasil, num duelo que os italianos venceram por 2-1, mas com as duas equipas a falharem o apuramento para os oitavos de final da competição.

O jogo de hoje, com início às 20h00, tem arbitragem do holandês Bjorn Kuipers, e o vencedor sucede a Portugal, campeão europeu em 2016, e nesta edição do Europeu eliminado nos oitavos de final pela Bélgica, por 1-0.

Rainha de Inglaterra recorda Mundial de 1966

A Rainha Isabel II desejou hoje boa sorte à seleção inglesa para a final do Euro 2020, lembrando que teve a oportunidade de entregar a Taça do Mundial de 1966 ao capitão Bobby Moore.

“Há 55 anos tive a oportunidade de entregar a Taça do Mundo a Bobby Moore [capitão da seleção inglesa que bateu na final a Alemanha, por 4-2] e vi o que significava para os jogadores, para os diretores e para os técnicos chegar e vencer a final de um grande torneio internacional de futebol”, escreveu a Rainha.

Desde 1966, quando a Inglaterra se sagrou campeã mundial em casa, edição na qual a seleção portuguesa e Eusébio surpreenderam o mundo do futebol, ao alcançarem o terceiro lugar, nunca mais a seleção dos três leões conseguiu apurar-se para a final de uma grande competição.

A seleção orientada por Gareth Southgate não só quebrou esse jejum de 55 anos como terá oportunidade de conquistar para a Inglaterra o primeiro Europeu da sua história.

A Rainha, de 95 anos, que entregou ao capitão da Alemanha, Jurgen Klinsmann, o troféu do Europeu de 1996, que se disputou em Inglaterra, não deverá marcar presença em Wembley, cabendo ao seu neto, o príncipe William, grande adepto de futebol, representar a família real.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Prosecco ou prošek? A batalha da UE entre Itália e Croácia por causa de vinho

Prosecco é provavelmente o vinho italiano mais famoso, mas por trás da efervescência deste néctar, a Itália está numa grande disputa sobre se a Croácia pode vender um vinho de sobremesa com o nome de …

China vai limitar abortos. E nada tem a ver com saúde

A China vai reduzir o número de abortos realizados por motivos que não estejam relacionados com a saúde, anunciou o governo esta segunda-feira, avançando que serão também criadas medidas para evitar a gravidez indesejada. As autoridades …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: SL7, arte e paciência

Líder soma e segue. Leões e dragões vencem à justa. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. Líder reina no castelo Vitória SC 1 (Bruno Duarte 78', g.p.) – SL Benfica …

"Atropelamento e fuga." Terra e Vénus cresceram como planetas rebeldes

Planetas como a Terra e Vénus, que residem dentro de Sistemas Solares, são fruto de repetidas colisões. Esta conclusão desafia os modelos convencionais sobre a formação de planetas. Investigadores do Laboratório Lunar e Planetário (LPL) da …

A origem do "Gigante de Segorbe" pode finalmente ter sido esclarecida

Um novo estudo revela que a origem do "Gigante de Segorbe" pode ser bastante mais complexa daquilo que se pensava. O "Gigante de Segorbe", como é conhecido, foi um indivíduo encontrado por arqueólogos numa necrópole islâmica …

Instagram suspende planos de uma versão da aplicação para crianças

Para já, a empresa ainda não fez se se trata de um abandono temporário ou definitivo. Tempestade mediática em torno da influência das redes sociais na saúde mental dos jovens, sobretudo raparigas, pode ter influenciado …

Com todos os votos contados, PS vence com pior resultado que em 2013 e PSD conquista 113 câmaras

PS continua a ser o partido com mais representação autárquica em Portugal, apesar de cair para números anteriores à liderança de António Costa. PSD recupera das hecatombes de 2013 e 2017. Quase 24 horas depois após …

Presidente sul-coreano admite proibir consumo de carne de cão

O Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, admitiu, esta segunda-feira, a possibilidade de proibir o consumo de carne de cão, costume que se tornou "uma vergonha internacional", segundo fonte do seu gabinete. "Não terá chegado …

Pelo menos 24 países criaram novas leis para controlar o conteúdo na Internet, revela relatório

Autoridades de pelo menos 24 países, incluindo os Estados Unidos (EUA), estabeleceram novas regras que determinam o tratamento dos conteúdos por parte das plataformas 'online', concluiu um relatório da Freedom House. No seu relatório anual, intitulado …

Exames nacionais e provas de aferição deverão “retomar a normalidade” este ano

Depois de dois anos letivos condicionados pela pandemia da covid-19, o Governo está apostado em retomar, entre outras formas de avaliação, a obrigatoriedade de exames nacionais nas disciplinas de conclusão do ensino secundário. Os exames nacionais …