EUA. Trump quis parar imigrantes com tiros, jacarés e cobras

Jim Lo Scalzo / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, chegou a pedir a colaboradores próximos e responsáveis pela política de imigração norte-americana que estudassem a possibilidade de ser construída na fronteira com o México uma trincheira com jacarés e cobras.

“Em privado, o Presidente falou com frequência sobre a possibilidade de fortalecer um muro na fronteira com uma trincheira cheia de água e com cobras e jacarés, instando os seus colaboradores a fazerem uma estimativa de custos”, informou o New York Times, citado pelo Observador nesta quarta-feira.

Além disso, segundo aquele jornal, Donald Trump queria que o muro na fronteira fosse “eletrificado e com espigões capazes de cortar carne humana no topo”. O Presidente norte-americano terá também insistido com a sua equipa sobre a possibilidade de o exército poder disparar contra os migrantes, apontando para as suas pernas.

Os pedidos terão sido feito numa reunião em março deste ano, sobre a qual o New York Times publicou agora detalhes, naquilo que é uma pré-publicação adaptada do livro “Border Wars: Inside Trump’s Assault on Immigration” (“Guerras de fronteira: por dentro do ataque de Trump à imigração”, em tradução livre), dos jornalistas Michael D. Shear e Julie Hirschfeld Davis.

Nessa reunião, que estava agendada para durar 30 minutos mas que acabou por passar das duas horas, Donald Trump demonstrou desagrado com a sua equipa, sobretudo com a então secretária de Segurança Interna, Kirstjen Nielsen.

“Vocês estão a fazer-me passar por idiota”, disse Donald Trump, pedindo à sua equipa que colaborasse para que fosse aumentada a política de controlo de migração, incluindo o fecho da fronteira com o México na sua totalidade, impedindo a entrada de pessoas e bens. “A minha campanha foi sobre isto, isto é a minha causa”, terá sublinhado na altura.

Em conversa com Kirstjen Nielsen, cuja prestação como secretária de Segurança Interna não agradou a Donald Trump – que a despediu em abril deste ano -, o Presidente norte-americano terá ainda desconsiderado o facto de o exército não ter autorização legal para abater drones utilizados pelas redes de tráfico na fronteira Sul dos EUA.

“Kirstjen, não me ouviste à primeira, querida”, terá dito Donald Trump. “Dispara neles. Querida, dispara neles, ok?”.

ZAP // //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Pois é, paga o justo pelo pecador…
      Grande parte dos que tentam entrar no país, traficam droga. Isso é o que os democratas não querem que se saiba. Aliás, corre o rumor que eles receberam $$$$ do el Chapo… e de outros traficantes…isso dá que pensar. por isso é que fazem de tudo para evitar o muro… É uma possibilidade.

RESPONDER

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …