EUA preparam grande manobra militar em resposta ao lançamento de míssil norte-coreano

O Exército dos Estados Unidos está grandes movimentações de efectivos militares para realizar um exercício aéreo com a Coreia do Sul, uma manobra que pretende ser uma nova exibição de força para a Coreia do Sul depois do último teste de míssil balístico realizado por Pyongyang na última semana.

Com a chegada de novos aviões americanos à Coreia do Sul este domingo, os dois países preparam-se para iniciar amanhã o exercício batizado como “Vigilant Ace“, que ocorrerá até 8 de dezembro.

A manobra contará com a participação de mais de 230 aviões dos dois países, incluindo 12 caças com revestimento “invisível” dos EUA (seis F-22 e seis F-35), além de outros seis EA-18G Growler, caças-bombardeiros projetados para a chamada “guerra eletrónica”.

Apesar de o exercício já estar planeado antes do míssil lançado pela Coreia do Norte na última quarta-feira, o Pentágono não costuma enviar tantos aviões para a “Vigilant Ace”.

A operação faz parte do acordo assinado em outubro entre Washington e Seul para ampliar a “presença rotacional” de ativos estratégicos americanos na península coreana. O objetivo é pressionar Pyongyang para que o regime de Kim Jong-un volte à mesa de negociações e desista de tornar o país numa potência nuclear.

Durante os exercícios, os aliados simularão ataques contra falsas instalações nucleares norte-coreanas e contra plataformas que seriam usadas por Pyongyang para lançar os mísseis.

O Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte, num comunicado divulgado pela agência estatal “KCNA”, condenou com dureza o novo exercício militar entre Washington e Seul.

“As manobras são de uma escala e de uma natureza sem precedentes na hora de simular situações de combate e pelo número de ativos estratégicos americanos envolvidos, incluindo caças F-35 e F-22″, afirmou a nota norte-coreana.

A equipa de Donald Trump está a suplicar por uma guerra nuclear ao realizar uma arriscada aposta na península coreana”, completou o comunicado de Pyongyang.

ZAP // EFE

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “O Exército dos Estados Unidos está grandes movimentações de efectivos militares para realizar um exercício aéreo com a Coreia do Sul, uma manobra que pretende ser uma nova exibição de força para a Coreia do Sul depois do último teste de míssil balístico realizado por Pyongyang na última semana.”
    E que tal corrigir este parágrafo. De nada… 🙂

  2. Acho uma incompetência inominável a “exibição” de força militar em vez de uma “efectivação” de força militar que ponha fim à escalada do Kim Jong Un. Aliás, se dois países “cheios” de tecnologia não conseguem decapitar esse monstro e projecto de homem em favor e em primeiro lugar do corajoso povo da Correia do Norte, que atura com fome, frio e outras torturas inenarráveis um odioso regime, mal vai a procissão e – parece – os EU, a Correia do Sul e o Japão não estão a medir bem as consequências.

RESPONDER

Vieira da Silva escolhido para conselheiro da CE na presidência portuguesa da UE

O ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, foi escolhido como conselheiro especial da Comissão Europeia para preparar o trabalho na área dos direitos sociais durante a presidência portuguesa …

Supremo dá razão a juiz afastado por ter "mau feitio"

O juiz desembargador Eurico Reis viu o Supremo Tribunal de Justiça dar-lhe razão, anulando o concurso interno no Tribunal da Relação de Lisboa onde foi afastado por, alegadamente, ter "mau feitio". O Supremo anula, assim, a …

Marcelo, Governo e oposição em queda (mas Costa é aprovado por eleitores de PSD e Bloco)

O arrastar da pandemia e o agravar do número de casos de infectados por covid-19 em Portugal, está a desgastar a imagem do primeiro-ministro que está em queda nas sondagens. Mas a oposição não está …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: o Pepe tem um GPS inconclusivo?

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/pacos-de-ferreira-3-2-fc-porto-o-musical Paços de Ferreira. Cidade quase deserta nos últimos dias, com as pessoas a cumprirem as regras. Paços de Ferreira. A cidade que recebeu um campeão quase deserto, com os jogadores a não cumprirem as regras. Ao …

Os cães vão para o céu? Lápides mostram que animais de estimação se tornaram família após a II Guerra

Os donos de animais de estimação no século XVIII amavam-nos profundamente, mas os donos contemporâneos são mais propensos a acreditar numa vida após a morte, onde verão os seus animais de estimação falecidos mais uma …

Governo decide hoje novas medidas para controlar a pandemia. Partidos estão divididos

O Conselho de Ministros reúne-se este sábado para decretar “ações imediatas” de controlo da pandemia, um dia depois de o primeiro-ministro ter recebido os partidos com assento parlamentar com vista a um consenso sobre estas …

Secretas e PJ investigam QAnon (que acusa autoridades de esconderem provas sobre rede pedófila)

Os Serviços de Informação e a Polícia Judiciária (PJ) estão a investigar as ligações de seguidores do movimento conspiracionista QAnon aos denominados "Movimentos pela Verdade" e a elementos do Chega. A notícia é avançada pela revista …

Terapia genética restaura visão de ratos totalmente cegos (e vai ser testada em humanos)

Os investigadores da Nanoscope usaram uma terapia genética para restaurar células danificadas. Este método conseguiu melhorar a visão de ratos que eram completamente cegos. Os fotorrecetores são as células da primeira etapa da cadeia que permite …

Líder isolada e, mesmo que ganhe, pode não ser campeã: as contas incríveis no 6 Nações

A última jornada do mítico torneio de râguebi foi adiada mas não foi esquecida. Irlanda está na frente mas Inglaterra e França ainda podem ficar com o troféu. Quando, no dia 1 de fevereiro deste ano, …

Covid-19: Alemanha e EUA com novo máximo nas últimas 24 horas

A Alemanha contabilizou 19.059 novos contágios pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, anunciou hoje o Instituto Robert Koch (RKI). Na Alemanha, registaram-se 518.773 casos confirmados de covid-19 …