Autoridades dos Estados Unidos pedem às pessoas para deixarem de usar cigarros eletrónicos

As autoridades de saúde norte-americanas estão a pedir às pessoas para deixarem de usar cigarros eletrónicos, depois de ter sido esta sexta-feira anunciada a terceira morte suspeita de estar associada a esta prática.

Nos últimos meses, as autoridades de saúde identificaram 450 pessoas com doenças que podem estar ligadas ao uso de cigarros eletrónicos em 33 estados dos Estados Unidos.

Apesar de nenhum dispositivo de vaporização, líquido ou ingrediente dos cigarros eletrónicos estar comprovadamente ligado às doenças, os médicos suspeitam de alguma relação entre a prática do uso de cigarros eletrónicos e os casos clínicos registados.

Esta sexta-feira, as autoridades de saúde dos Estados Unidos anunciaram a morte de uma terceira pessoa, no Estado do Indiana, repetindo o apelo para que os cidadãos abandonem o uso de cigarros eletrónicos.

“Embora não saibamos quais as substâncias prejudiciais, é importante que as pessoas saibam que, ao usar estes produtos, não sabem tudo sobre o que estão a inalar e os danos que isso pode provocar”, disse Kris Box, responsável pelo Departamento de Saúde do Indiana, comentando a morte de mais uma pessoa.

As outras duas mortes associadas aos cigarros eletrónicos aconteceram no Illinois e no Oregon durante este verão.

A governadora do Estado do Michigan, Gretchen Whitmer, decretou esta semana a proibição de venda de cigarros eletrónicos com sabores, acusando as empresas de publicidade enganosa, “para viciar crianças com a nicotina”.

A governadora, do Partido Democrata, ordenou que o Departamento de Saúde do Michigan emitisse regras de emergência que proíbam a venda de produtos com vapores de nicotina aromatizados.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Apesar de a notícia se referir a “cigarros eletrónicos”, a imagem é de um vaporizador. Suponho que por “cigarros eletrónicos” se deva entender tabaco aquecido, “heets”. Estas coisas deixam as pessoas baralhadas e tendem a produzir o efeito contrário ao pretendido, isto é, desinformam.

  2. Procurando-se esta e outras notícias, na internet, verifica-se que as imagens são sempre de “vaping”. Verifica-se, também, que nada está comprovado mas, como se lê neste artigo, tudo não passa ainda de suspeitas. Aparentemente, estas suspeitas recaem, não sobre o uso de vaporizadores em geral, mas apenas sobre aqueles que utilizam aromas, o que quer dizer que serão substâncias utilizadas em certos aromas as suspeitas de causar dano. Além da fornecida pela Philip Morris, pouca informação existe sobre o tabaco de aquecimento. Continuo sem entender porque se chama “cigarros eletrónicos” a vaporizadores, visto que estes nem sequer têm tabaco. São inaladores ou algo assim. Também não sei se se pode dizer “fumar heets”, já que estes não produzem fumo pela simples razão de inexistência de combustão. Confuso, não?

RESPONDER

O Oumuamua pode ser um icebergue de hidrogénio (e um dos objetos mais raros do Universo)

Uma equipa de astrónomos da Universidade de Yale e da Universidade de Chicago propôs uma nova descrição para o Oumuamua, o primeiro objeto interestelar a passar pelo nosso Sistema Solar. De acordo com a nova teoria …

A Via Láctea pode ter sido esmagada por campos magnéticos quando ainda era um "bebé cósmico"

Nos primeiros dias do Universo, quando a Via Láctea ainda era apenas um bebé cósmico, campos magnéticos poderosos podem tê-la esmagado e ter tido um grande impacto no seu crescimento. Em entrevista ao NewScientist, astrofísicos da …

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …