/

EUA prestes a anunciar “empréstimo” de petróleo da reserva de emergência para baixar preços

1

A subida dos preços dos combustíveis tem afectado a popularidade de Joe Biden. Os EUA querem agora colaborar com países asiáticos para aumentarem juntos a produção de petróleo e controlar a inflação.

Segundo avança a Reuters, os Estados Unidos devem anunciar esta terça-feira um empréstimo de petróleo em bruto das suas reservas de emergência como parte de um acordo com vários países com o objectivo de baixar os preços da energia.

Este acordo surge depois dos EUA e de outros países terem apelado aos países produtores que integram a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) a aumentar a exploração rapidamente para que a oferta responda à procura.

Até agora, a China, a Índia, a Coreia do Sul e o Japão já foram contactados por Joe Biden para também libertarem quantidades de petróleo estratégicas ao mesmo tempo que os EUA. As autoridades japanesas e indianas estão a ponderar como avançar.

A quantidade de petróleo que vai ser retirada das reservas não foi especificada pela fonte da Reuters. Esta decisão é também uma resposta às criticas que Biden tem recebido devido aos aumentos dos preços dos combustíveis e da inflação generalizada nos EUA, que tem feito estragos na sua popularidade.

O acordo inédito entre os Estados Unidos e os países asiáticos serve também como aviso para os principais produtores que devem aumentar a produção para se controlar a subida dos preços da energia.

De acordo com um analista, o impacto deste acordo depende da quantidade de petróleo em causa, mais uma libertação coordenada de cerca de 60 milhões de barris num período de 30 dias seria visto como o mercado produtor como algo “muito negativo para os preços”.

A OPEP+. que inclui os membros da OPEP e os seus aliados, como a Rússia, vai reunir-se a 2 de Dezembro para discutir a sua política de produção.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.