Estudo sugere ser possível apagar memórias específicas

PhotoXpress

-

Investigadores holandeses podem ter encontrado uma forma de apagar memórias indesejadas , uma façanha que até agora parecia ser restrita a filmes de ficção científica.

Uma nova experiência da Radboud University, em  Nijmegen, na Holanda, sugere que pode ser possível destruir memórias específicas do cérebro com a ajuda de tratamentos eletroconvulsivos (de choques elétricos), um tratamento psiquiátrico que conta com a aplicação de correntes elétricas no cérebro, provocando uma convulsão temporária.

A eletroconvulsoterapia, realizada normalmente em pacientes sob anestesia, é usada como tratamento psiquiátrico há mais de 75 anos, mas costuma ser vista como “desumana” e “antiquada”.

Na Holanda, a prática é usada frequentemente como último recurso para tratar distúrbios como a depressão aguda. Para tornar a experiência o mais confortável possível para o paciente, os médicos usam relaxantes musculares e anestésicos.

No entanto, para este estudo específico, os médicos usaram a técnica para destruir memórias que foram “construídas” em pessoas que já faziam tratamentos com choques elétricos.

Sem lembranças

Os pacientes recebiam dois grupos de fotografias, cada um a contar uma história diferente. Logo antes da sessão com choques elétricos, eles tinham que observar uma das duas histórias novamente, para reativar essa memória específica.

Os resultados da experiência foram impressionantes. Logo após o tratamento, os pacientes tinham esquecido a história do grupo de fotos que tinham acabado de ver, pela segunda vez. A memória da outra história – que só tinha sido vista uma vez – não foi afetada pela corrente elétrica.

“Não me lembro. Sei que eles me mostraram alguma coisa, mas não lembro o que era”, disse à BBC a holandesa Jannetje Brussaard-Nieuwenhuizen, que faz tratamento com choques elétricos desde 1969 para tratar da depressão e participou do estudo.

O depoimento da paciente encorajou os investigadores, que esperam que o estudo possa eventualmente ajudá-los a tratar distúrbios como o transtorno de stress pós-traumático.

Mesmo se a eficácia da técnica for cientificamente comprovada, ainda restam dúvidas sobre as justificativas e implicações de uma prática capaz de destruir memórias.

Os investigadores também ressaltam que o estudo foi feito com memórias criadas artificialmente, mas as ligações profundas que existem sob as memórias reais podem ser mais difíceis de apagar.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. electroconvulsoterapia não parece um tratamento muito preciso ! pois os neurónios são constituídos por agua ,gordura sais como o cloreto de potássio e devido a ser um órgão com plasticidade e esses níveis variarem ,a corrente electrica não percorrera sempre o mesmo caminho ! versão moderna da lobotomia !

Responder a ped Cancelar resposta

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …