Estudo mostra como lojas online nos levam a comprar coisas que não precisamos

Investigadores da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, mostram num novo estudo como é que as lojas online usam as chamadas técnicas de “padrão escuro” para levar as pessoas a gastarem mais dinheiro.

“Estas técnicas estão a manipular os utilizadores a tomar decisões que de outra forma não tomariam e a comprar coisas que não precisam”, afirma Gunes Acar, investigador da universidade norte-americana que participou no estudo, ao Business Insider.

Acar e o resto da equipa criaram uma ferramenta que analisou onze mil sites e-commerce e notaram que mais de 1.200 utilizavam as chamadas técnicas de “padrão escuro” para levar os consumidores a perderem mais tempo ou a comprarem mais coisas.

No geral, escreve o Science Alert, o estudo identificou 15 formas usadas pelas lojas online para manipular e coagir os utilizadores como, por exemplo, dificultando-lhes a vida ao cancelar uma compra, envergonhando-os quando tentavam sair do site ou recorrendo a testemunhos falsos.

“Mostrar um cronómetro a dizer que só nos restam cinco minutos (…) ou uma opção que diz ‘não obrigada, não quero pedir comida deliciosa’ em vez de um botão simples para cancelar um pedido – é definitivamente um limite muito baixo“, exemplifica Acar.

Muitos destes sites trabalham com terceiros para implementar designs mais manipuladores. O estudo identificou 22 desses fornecedores, notando que dois anunciam até abertamente as suas técnicas.

Com base neste estudo, o New York Times tentou replicar alguns dos seus resultados e descobriu que certos sites levam esta estratégia tão longe que, em alguns casos, há um cliente falso que está ativamente a comprar produtos nos quais estamos interessados.

“Num dia, uma certa ‘Abigail, de Albuquerque’ apareceu para comprar mais de duas dúzias de itens, incluindo vestidos nos tamanhos 2, 4, 6 e 8. Infelizmente, a Abigail parece não existir”, reporta o jornal norte-americano, tendo sido apenas criada para criar pressão nos consumidores e garantir que outra pessoa também comprou um determinado produto.

O conceito de “padrão escuro” não é exclusivo ao comércio na Internet. Os chamados ‘scammers’ também já usaram técnicas semelhantes para levar as pessoas a comprarem subscrições de certas aplicações e até mesmo o Facebook já foi acusado de se aproveitar desta estratégia para atrair os seus utilizadores a partilharem informações de contacto com os seus amigos e familiares.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …