Cientistas descobrem gene em famílias portuguesas que provoca doença neurodegenerativa

Um grupo de investigadores descobriu, num estudo ao ADN de famílias portuguesas, um novo gene cuja mutação provoca uma forma específica de ataxia, uma doença neurodegenerativa.

Os investigadores do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) e da University College London (UCL) usaram uma tecnologia desenvolvida recentemente que permite, de uma forma relativamente rápida, a sequenciação de exomas, ou seja, a sequenciação de todos os genes do genoma humano ao mesmo tempo.

A tecnologia foi usada para estudar nove famílias portuguesas com Ataxia Recessiva com Apraxia Ocular (ARAO), identificadas durante um estudo nacional e sistemático em ataxias hereditárias realizado entre 1994 e 2004 em Portugal.

A investigação permitiu identificar um novo gene (PNKP) cuja mutação origina uma forma recessiva de ataxia, uma doença que se caracteriza pela falta de coordenação nos movimentos do corpo.

“Agora que sabemos qual é o gene envolvido na doença, sabemos qual é a via biológica que está afectada e este conhecimento permite focar os esforços para o desenvolvimento de novas terapias, ou para a experimentação de terapias já existentes para doenças relacionadas”, afirmou José Miguel Brás, primeiro autor do estudo e investigador na UCL.

O cientista considera “de extrema importância” os estudos nacionais para a identificação de genes associados a formas familiares de doenças pois ajudam no diagnóstico, permitem determinar a existência da alteração genética noutros membros da mesma ou de outra família e podem identificar defeitos moleculares passíveis de serem tratados.

Rita Guerreiro, também investigadora na UCL, vincou o potencial que estes estudos têm para as famílias, mesmo sendo caros.

“Teria todo o interesse ver a continuação destes estudos a nível nacional de recrutamento e caracterização de famílias, não só para ataxias, mas para outras doenças neurológicas também”, defendeu.

A descoberta feita pelos cientistas portugueses não terá um efeito imediato para encontrar uma cura para a Ataxia, mas é um passo na identificação de todos os genes que contribuem para estas doenças.

IBMC

Isabel Alonso, investigadora do IBMC

Isabel Alonso, investigadora do IBMC

“Como estas famílias fazem parte de um estudo sistemático a nível nacional, sabemos que 30 a 40% têm uma alteração genética ainda por definir e estamos a trabalhar para darmos uma resposta a estas famílias também”, referiu Rita Guerreiro.

O artigo, publicado no American Journal of Human Genetics, é resultado de uma colaboração entre o laboratório de José Brás e Rita Guerreiro na UCL, que se centra na investigação sobre doenças neurológicas e o IBMC, no Porto.

“Esta colaboração permitiu estabelecer o diagnóstico molecular nestas famílias e identificar a forma genética mais comum de Ataxia com Apraxia Ocular na população Portuguesa”, referiu Isabel Alonso, investigadora no IBMC.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

ISCEM não é o único. Há mais 5 politécnicos privados que vão ter de fechar portas

Além da Escola Superior de Comunicação Empresarial, há mais cinco instituições privadas que vão fechar no próximo ano letivo por não terem o aval da Agência de Acreditação do Ensino Superior. Além do encerramento do ISCEM, …

EUA. Depois de 20 anos preso, ADN prova inocência de homem condenado por homicídio e violação

Depois de ter estado 20 anos preso pela violação e assassínio de Angie Dodge, Christopher Tapp foi considerado inocente de todas as acusações. As novas técnicas de análise de ADN e os novos conhecimentos de …

Controlinveste de Joaquim Oliveira falida e com dívida de 750 milhões de euros

A Controlinveste, do empresário Joaquim Oliveira, está falida, somando dívidas de 750 milhões de euros para 153 mil euros em ativos, avança o Jornal Económico.  De acordo com o diário de economia, que cita o relatório …

Governo britânico quer missão de proteção marítima europeia para Estreito de Ormuz

Jeremy Hunt quer garantir uma "passagem segura de tripulações e mercadorias" numa região que considera "crucial". O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico quer medida executada já. O governo britânico quer organizar uma missão de proteção marítima …

Maria Luís Albuquerque fora das listas do PSD

A ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque está fora da lista de candidatos a deputados do PSD por Setúbal, e o líder parlamentar Fernando Negrão será segundo por este círculo, confirmaram à Lusa fontes da …

Trump chega a acordo com os democratas sobre orçamento para evitar “shutdown"

O Presidente norte-americano anunciou, esta segunda-feira, ter chegado a acordo com a oposição democrata quanto ao orçamento, evitando assim a perspetiva de paralisação (“shutdown”) da administração federal até às próximas Presidenciais. "Estou feliz por anunciar que …

Bianca Devins foi assassinada e as imagens partilhadas centenas de vezes na Internet

Uma jovem de 17 anos foi assassinada quando acompanhava o namorado a um concerto, nos Estados Unidos. O companheiro, que ainda tentou o suicídio após o crime, partilhou fotografias do cadáver da vítima na Internet, …

VianaPolis chega a acordo com casal. Já só restam sete moradores no prédio Coutinho

A VianaPolis informou, esta terça-feira, ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde ainda permanecem sete pessoas em cinco frações. Em declarações à agência Lusa, …

Ghosn processa Nissan e Mitsubishi na Holanda

Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e da Mitsubishi e ex-CEO da Renault, processou as duas fabricantes de automóveis japonesas e reclama uma indemnização de 15 milhões de euros. Carlos Ghosn instaurou à Nissan e à Mitsubishi …

Faturas detalhadas de telecomunicações estão a confundir os clientes, alerta a Deco

As faturas detalhadas de telecomunicações, adotadas na sequência da decisão da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), estão a confundir os clientes, revelou esta terça-feira a Deco Proteste, que considerou que a medida do regulador deve …