Afinal, o consumo moderado de álcool não “protege” contra AVC

Um estudo publicado na revista científica The Lancet” refuta a ideia de que o consumo moderado de álcool “protege” contra acidentes vasculares cerebrais, concluindo que a ingestão de álcool “aumenta diretamente” a pressão sanguínea e o risco de derrame.

A investigação, desenvolvida por especialistas da universidade britânica de Oxford, da Universidade de Pequim e da Academia Chinesa de Ciências Médicas, acompanhou durante cerca de 10 anos, através de registos hospitalares e de morbimortalidade, 512.715 pessoas da Ásia Oriental, dos quais 210.205 eram homens e 302.510 mulheres e apresenta “novas provas” que “refutam” a hipótese de que beber moderadamente pode proteger contra o risco de acidentes vasculares cerebrais (AVC).

“Nas populações da Ásia Oriental, existem variantes genéticas comuns que reduzem a tolerância ao álcool, uma vez que causam uma reação extremamente desagradável após o seu consumo. Embora as variantes genéticas reduzam a quantidade de pessoas que bebem, elas não estão relacionadas com outros fatores, como o estilo de vida ou tabagismo, portanto, podem ser usadas para estudar os efeitos causais da ingestão de álcool”, esclarece um comunicado.

Segundo Iona Millwood, principal autora do estudo e investigadora da Unidade de Pesquisa de Saúde Populacional da Universidade de Oxford, “usar a genética é um novo método de avaliar os efeitos do álcool sobre a saúde e descobrir se a bebida moderada é realmente protetora ou, se é prejudicial”.

Em 161.498 dos mais de 500 mil participantes, os investigadores mediram as duas variantes genéticas, a ALDH2-rs 671 (variante que retarda a quebra de etanal, produto da metabolização do etanol no organismo e a substância responsável pela ressaca) e ADH1Brs1229984 (variante que acelera a conversão de álcool para etanal), e concluíram que as variantes “diminuíram a ingestão de álcool” assim como “diminuíram a pressão arterial e o risco de derrame”.

“Os investigadores concluíram que o álcool aumenta o risco de acontecer um derrame em cerca de um terço (35%) por cada quatro doses adicionais por dia (280 gramas de álcool por semana), sem efeitos protetores associados a ingestão leve ou moderada”, aponta o comunicado.

Também citado no comunicado, Zhengming Chen do departamento de saúde da população de Nuffield, da Universidade de Oxford, adianta não existirem “efeitos protetores contra o derrame da ingestão moderada”, acrescentando que “as descobertas foram menos claras para o ataque cardíaco” e que por isso a equipa de investigadores está a planear recolher mais evidências.

O comunicado acrescenta que cerca de dez mil dos homens que foram acompanhados no decorrer da investigação “tiveram um derrame” e que dois mil “tiveram um ataque cardíaco”, contrariamente às mulheres.

“Na China, são poucas as mulheres que bebem álcool (menos de 2% das mulheres do estudo bebiam na maioria das semanas, e, quando bebiam consumiam menos que os homens), e as variantes genéticas que causam intolerância ao álcool tiveram pouco efeito sobre a pressão arterial ou o risco de derrame”, salienta o comunicado, acrescentando que este facto “ajuda a confirmar que os efeitos dessas variantes genéticas no risco de AVC em homens foram causados pelo consumo de álcool e não por outro mecanismo“.

O estudo estima ainda que, entre os homens chineses, o álcool é a causa de 8% de todos coágulos no cérebro, assim como de 16% de todas as hemorragias no cérebro.

Liming Li, da Universidade de Pequim, citado no comunicado, conclui que sendo o AVC “uma das principais causas de morte e incapacidade”, o presente estudo deverá servir para “ajudar a informar as escolhas das pessoas e as estratégias de saúde pública”.

Também Tai-Hing Lam e Au Yeung, da Universidade de Hong Kong, salientam que à semelhança da Convenção Quadro da Organização Mundial de Saúde para o Controlo de Tabaco deve ser criada uma convenção “para o controlo do álcool” uma vez que a indústria está a prosperar e que “deve ser regulamentada” tal como a indústria do tabaco.

O estudo foi financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia da China, Kadoorie Charitable Foundation, de Hong Kong, Fundação Nacional de Ciência Natural da China, Fundação Britânica do Coração, Cancer Research UK, pela farmacêutica GlaxoSmithKline, Conselho de Pesquisa Médica e Wellcome Trust do Reino Unido.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. o corpo para estar protegido ter de estar com alho e vinho , só vinho não previne tem de ter alho este melhora a circulação do sangue nas veias e arterias e previne muitas doenças e até gastrites e dores de barriga e diarreias etc…

RESPONDER

"Tofu nunca causou uma pandemia", publica PETA em outdoors

A organização de direitos dos animais PETA está a incentivar os norte-americanos a experimentar tofu, através de anúncios em 'outdoors' nos Estados Unidos (EUA) onde defendem que o produto de soja "nunca causou uma pandemia". A …

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …