Estradas vão ter 3 dias de fiscalização apertada

Oscar in the middle / Flickr

-

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar as ações de patrulhamento entre os dias 17 e 19 de julho, no âmbito da 2ª fase da Operação Hermes, para a qual vai mobilizar cerca de 2.834 militares.

Em comunicado hoje divulgado, a GNR referiu que a operação vai incidir sobre os “itinerários mais críticos” e que tem como objetivo garantir uma viagem em segurança aos cidadãos que se deslocam de ou para locais de veraneio e/ou eventos de natureza diversa característicos do verão.

Durante os três dias da 2ª fase da Operação “Hermes – Viajar em Segurança”, a GNR vai mobilizar cerca de 2.834 militares do efetivo da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais.

Além de uma atuação preventiva e de apoio, as autoridades vão estar atentas aos comportamentos dos condutores que coloquem em causa a segurança rodoviária, tais como a condução sob o efeito de álcool e de substâncias psicotrópicas, o excesso de velocidade, a não utilização do cinto de segurança ou de sistemas de retenção de crianças, o uso do telemóvel, manobras perigosas e condução sem habilitação legal.

A operação decorre durante todo o período de veraneio, de 03 de julho a 30 de agosto. O balanço da 1ª fase da Operação Hermes – de 4 a 6 de julho – contabilizou três mortes, 515 acidentes e 228 detenções.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os índices de sinistralidade aumentaram e o nº de mortos também!
    Da sinistralidade em Portugal morrem mais por ano do que militares em acções internacionais nos últimos 25 anos!

RESPONDER

Vila Real vs FC Porto | Goleada com poker de Adrián

O FC Porto garantiu hoje a passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao golear por 6-0 o Vila Real, num encontro marcado pelos quatro golos de Adrián López, que abriu e …

85% dos medicamentos estão em falta na Venezuela

A Federação Farmacêutica Venezuelana (Fefarven) informou hoje que estão em falta 85% dos medicamentos que se comercializam no país. A denúncia surgiu um dia depois de o Governo venezuelano estabelecer preços fixos para 56 medicamentos, durante …

Obrigar as crianças a beijar os avós é mesmo uma "violência"

O professor universitário Daniel Cardoso pôs o país a discutir se é ou não uma violência obrigar as crianças a beijar os avós. Uma posição que é defendida por inúmeros especialistas e que nem sequer …

Cidade da Maia testa passadeira 3D

O município da Maia está a testar a colocação de passadeiras 3D, cujo objetivo é criar uma ilusão de ótica que faz os condutores abrandar quando se aproximam, descreveu hoje a autarquia. Em causa está, de …

Portugal recebe em novembro cerca de 150 refugiados que estão no Egito

Portugal vai receber, em novembro, cerca de 150 refugiados que estão no Egito, primeiro grupo de mais de mil pessoas que vão ser reinstaladas em Portugal até 2019, disse hoje o ministro da Administração Interna. "Vamos …

Crianças até 2 anos são as que mais usam apps

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicações como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrónicos têm até 2 anos. Segundo o estudo "Happy Kids: Aplicações Seguras e Benéficas …

Abstenção galopante alastra-se à faixa dos 30-44 anos

A abstenção aumentou de forma galopante em Portugal, dos 8,1% em 1975 para os 44,2% nas legislativas de 2015, e a tendência está a alastrar das gerações mais jovens para a faixa dos 30 aos …

Descida da propina vai retirar bolsas a alunos carenciados. Medida "demagógica e perversa"

A descida do valor máximo da propina poderá significar o fim da bolsa para muitos alunos carenciados, alertou o reitor da Universidade Nova de Lisboa, que considera a medida ''demagógica e perversa''. Segundo a proposta de …

Hugo Abreu caiu da viatura e “não se mexeu mais”. Instrutor dos comandos viu e ignorou

Rodrigo Seco afirmou que, no decurso da Prova Zero, os dois instrutores desvalorizaram os sintomas de mal-estar, sinais de cansaço e ignoraram os vários pedidos dos instruendos para que pudessem beber água. Um dos instruendos do …

Nunes da Fonseca é o novo Chefe do Estado-Maior do Exército

O tenente-general José Nunes da Fonseca é o escolhido para suceder ao general Rovisco Duarte como Chefe do Estado-Maior do Exército. Rovisco Duarte demitiu-se no âmbito do caso do roubo de armas em Tancos. O nome …