Arqueólogos descobrem esqueleto que acreditam pertencer a guerreiro anglo-saxão

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um esqueleto que parece ter pertencido a um guerreiro anglo-saxão. Os especialistas dizem que a descoberta lança uma nova luz sobre a ascensão e queda das tribos locais.

O esqueleto foi encontrado com uma série de armas, incluindo lanças e uma espada. Os vestígios mortais, que de acordo com os arqueólogos pertencem a um homem, remontam ao século VI e foram descobertos em agosto.

Gabor Thomas, especialista em arqueologia medieval da Universidade de Reading, revelou que a descoberta inicialmente foi alvo de debate, pois a equipa não sabia se os vestígios pertenciam mesmo a um guerreiro, ou se o homem apenas foi enterrado com armas como um gesto simbólico.

Contudo, de acordo com análise feita pelos arqueólogos ao esqueleto, o indivíduo poderia muito bem ter sido um guerreiro, pois a sua estrutura sugere que tinha músculos bem desenvolvidos.

Ao contrário de muitos homens que morreram na época, o indivíduo não foi enterrado num cemitério, mas sim separado do resto da comunidade. “Ele está enterrado de norte a sul,  com vista direta para o rio Tamisa. Está deliberadamente posicionado como se estivesse a cuidar do território”, explicou Thomas.

O arqueólogo disse que, devido aos restantes vestígios que encontraram junto dos restos mortais, a equipa acredita que o homem era um líder tribal. “Sabemos de fontes históricas posteriores e fragmentos de arqueologia que esta extensão do Tamisa era uma espécie de fronteira. Em vários períodos dos séculos anglo-saxões, a região foi disputada entre reinos vizinhos ”, afirmou Gabor Thomas.

As tigelas e pontas de lança de bronze encontradas serão exibidas no Museu do Condado de Buckinghamshire, em Aylesbury, onde se espera que os outros achados permaneçam  assim que a análise dos arqueólogos estiver concluída.

Os especialistas também vão realizar exames adicionais do esqueleto para determinar a idade do homem e perceber se tinha alguma doença. Para já os primeiros sinais indicam artrite e dentes desgastados, diz o The Guardian.

A professora Helena Hamerow, da Universidade de Oxford, que não esteve envolvida no trabalho, disse que a descoberta foi significativa, uma vez que “temos poucos ou nenhuns túmulos desse período na região do Médio Tamisa”, acrescentando que alguns dos bens da sepultura provavelmente foram importados de o que agora é norte da França.

“Tanto a localização do corpo, como os bens sepultados junto deste parecem ter sido colocados de forma a enaltecer o poder e a importância do indivíduo que foi enterrado”, conclui a professora.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …

Apoio do Governo para pagar conta da luz em Janeiro não passa dos 2,40 euros por família

O apoio extraordinário que o Governo vai dar às famílias portuguesas para o pagamento da conta da luz, neste mês de Janeiro, devido ao confinamento e às temperaturas anormalmente baixas, é modesto. A verba máxima …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: um clássico que valia 14 pontos

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-1-1-benfica-o-musical-1 Chegámos.   Chegámos ao grande jogo do campeonato. Desta vez aparece no calendário só a meio de Janeiro, mas cá está ele. O grande jogo. "Ai não! Há Sporting, há Boavista, há Braga!". O Sporting e o …

Armin Laschet sucede a Angela Merkel na liderança da CDU

Este sábado, Armin Laschet foi eleito líder do partido alemão União Democrata-Cristã (CDU), depois de Angela Merkel ter abandonado o cargo, em setembro. Armin Laschet, chefe do governo da Renânia do Norte-Vestfália, é o novo líder …

"Não há vagas". Ambulâncias fazem fila à porta dos hospitais (até parece Itália em Março)

Os engarrafamentos de ambulâncias à entrada das urgências dos Hospitais de Torres Vedras e de Santa Maria, em Lisboa, ilustram a gravidade do que está a acontecer no Serviço Nacional de Saúde (SNS) com o …