Aumentam especulações sobre o paradeiro do Presidente da Tanzânia, negacionista em relação à covid-19

paulkagame / Flickr

John Magufuli, Presidente da Tanzânia

As especulações sobre o paradeiro do Presidente da Tanzânia estão a aumentar, após John Magufuli não aparecer em público há mais de uma semana. O chefe de Estado, negacionista em relação à covid-19, foi visto pelo última vez a 27 de fevereiro, numa cerimónia de tomada de posse, em Dar es Salaam.

Políticos da Tanzânia e do Quénia sugeriram que Magufuli pode ter adoecido depois da morte do seu secretário-chefe, John Kijazi, em fevereiro, noticiou na quarta-feira a Sky News. A sua ausência da vida pública é invulgar, visto que é conhecido pelas declarações que faz na televisão estatal várias vezes por semana.

Citando fontes governamentais anónimas, o jornal queniano Nation avançou na quarta-feira que Magufuli foi levado para um hospital em Nairóbi, onde estava a ser tratado. Contudo, um porta-voz do Governo queniano disse não ter conhecimento da presença do líder tanzaniano no país.



Em junho de 2020, Magufuli declarou o país “livre” do vírus, após três dias de oração, resistindo a implementar medidas de contenção e encorajando o turismo internacional, enquanto os estados africanos vizinhos aplicavam restrições rígidas.

A Tanzânia declarou o primeiro caso de coronavírus a 16 de março de 2020, mas o Presidente insistiu que isso não poderia prejudicar a população cristã do país. “O coronavírus, que é um demónio, não pode sobreviver no corpo de Cristo. Ele queimará instantaneamente”, disse durante a visita a uma igreja em Dodoma, a 22 de março.

Magufuli condenou as medidas de prevenção, como o encerramento de lojas e restaurantes e a prática do distanciamento social. Determinado a manter a economia, afirmou: “Tivemos várias doenças virais, incluindo a sida e o sarampo. A nossa economia deve vir em primeiro lugar. Não deve dormir. A vida deve continuar”.

Quando kits de teste chegaram à Tanzânia, Magufuli rapidamente descartou-os, indicando que tinham defeitos e que estes tinham dado positivo em amostras de cabras e patas.

O chefe de Estado defendeu igualmente que as vacinas não funcionam. “As vacinas não são boas. Se fossem, o homem branco teria trazido vacinas para o VIH”, referiu, acrescentando que se deve inalar vapor e comer milho e batatas para tratar a covid-19.

O Presidente indicou ainda um tratamento à base de plantas para tratamento da covid-19, desenvolvido em Madagáscar. “Enviaremos um avião para trazer os fármacos para que os tanzanianos também possam se beneficiar”, disse em maio do ano passado.

Várias pessoas sugeriram que Magufuli adoeceu, possivelmente com coronavírus. O líder exilado da oposição tanzaniana, Tundu Lissu, questionou o seu paradeiro no Twitter, sugerindo que este tenha viajado para Nairóbi para tratamento hospitalar.

Outro político, que falou sob anonimato, disse que conversou com pessoas próximas ao Presidente, que lhe contaram que este está gravemente doente e hospitalizado.

 

A 10 de fevereiro, a embaixada dos Estados Unidos alertou para um aumento significativo no número de casos de covid-19 no país. Dias depois, a 21 de fevereiro, Magufuli admitiu que a Tanzânia tinha um problema de coronavírus, o primeiro reconhecimento público do vírus desde que alegou que este havia desaparecido, em junho do ano passado.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Estas são as dez profissões mais bem pagas em Portugal

O ManpowerGroup fez o levantamento das das dez profissões mais bem pagas do país. Esses profissionais recebem até 150 mil euros por ano. Com base no levantamento das dez profissões mais bem pagas do país, fornecido …

Nave espacial chinesa com três astronautas acopla na nova estação espacial

A nave espacial chinesa que partiu ao início do dia de hoje com uma tripulação de três pessoas já acoplou na nova estação espacial da China, para uma missão de três meses, noticia a imprensa …

Vagas só vão aumentar nos cursos com notas mais altas

Para já, apenas os cursos procurados pelos alunos com médias mais elevadas vão poder aumentar o número de vagas disponíveis no concurso nacional de acesso deste ano. De acordo com o jornal Público, o Governo afastou, …

Novo Banco. "O que a Caixa deseja é que este processo acabe"

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) disse, esta quarta-feira, no Parlamento, que o desejo do banco público é que o processo relativo ao financiamento ao Novo Banco acabe. "O que, pessoalmente, a Caixa …

Boris Johnson diz que ministro da Saúde “não tem salvação possível” em mensagens reveladas por ex-assessor

Boris Johnson terá enviado mensagens escritas a um dos seus principais assessores, Dominic Cummings, onde descrevia o ministro da saúde como “sem porra de salvação possível”. Esta quarta-feira, as fotografias das mensagens trocadas entre Johnson e …

Portugal tem o dobro dos casos de covid-19 que existiam há um ano

O número de casos de covid-19 ativos em Portugal neste momento é mais do dobro do que há um ano atrás. A média diária de novos casos é quase o triplo. Apesar de 42% da população …

Sporting prestes a garantir contratação de Daniel Wass, antigo lateral do Benfica

O Sporting está muito perto de garantir a contratação de Daniel Wass ao Valência. O dinamarquês já passou pelo Benfica e pode custar agora 2 milhões de euros. Depois de as negociações com o Sporting de …

Portugal com testes negativos à covid-19 antes do jogo com a Alemanha

Os jogadores, equipa técnica e restantes membros da seleção tiveram resultados negativos nos testes à covid-19, realizados três dias antes do jogo com a Alemanha, revelou, esta quinta-feira, fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol …

Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão, ainda há casas por reconstruir

Esta quinta-feira, assinalam-se quatro anos do grande incêndio de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que provocou a morte a 66 pessoas. Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou ao início da tarde …

Chegou em maio, saiu em junho: a passagem de Gattuso pela Fiorentina

Gennaro Gattuso chegou ao clube italiano no final de maio mas, a meio de junho, já deixou a Fiorentina. Sérgio Oliveira já não deve seguir para Florença. Gennaro Gattuso foi apresentado como treinador da Fiorentina há …