Descoberta escultura de águia-real num dos principais templos astecas

(dr) Mirsa Islas / INAH

O baixo-relevo de uma águia-real encontrado no Templo Mayor, na Cidade do México

Arqueólogos descobriram um baixo-relevo asteca, que representa uma águia-real e que terá sido feito em meados do século XV, no Templo Mayor, na atual Cidade do México.

De acordo com o site Live Science, os arqueólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História do México (INAH) anunciaram a sua descoberta na passada segunda-feira, dia 25 de janeiro. Trata-se de um baixo-relevo que retrata uma águia-real e que mede 106 por 70 centímetros.

É a maior escultura deste género já encontrada no Templo Mayor, construído naquele que foi o coração da antiga capital asteca de Tenochtitlan, agora atual Cidade do México. Pensa-se que terá sido feito em meados do século XV, durante o reinado de Moctezuma I.

O baixo-relevo foi esculpido no chão de uma das estruturas ao lado do emblemático templo em forma de pirâmide e foi coberta por outro piso construído durante o reinado de Ahuítzotl. “É por isso que está tão bem conservado. É um elemento que nunca foi visto pelos espanhóis”, explicou, em comunicado, Rodolfo Aguilar Tapia, arqueólogo do INAH que liderou a investigação.

A águia-real (Aquila chrysaetos), também conhecida como “itzcuauhtli” na língua nauatle falada pelos indígenas da região do México central, foi um importante símbolo da cultura asteca, escreve o mesmo site.

“A águia era uma criatura sagrada para os astecas, que acreditavam ter estado presente no nascimento do sol (daí as pontas das asas “chamuscadas”) e que era o símbolo de uma das ordens de guerreiros de elite da sua cultura”, explicou Caroline Dodds Pennock, historiadora da Universidade de Sheffield, no Reino Unido.

Esta ave de rapina também era frequentemente associada a Huitzilopochtli, o deus do Estado e da guerra asteca. “De acordo com a história mítica dos astecas, Huitzilopochtli venceu a sua irmã Coyolxauhqui e empurrou-a de uma montanha, onde se despedaçou. Esta história foi repetida através de sacrifícios humanos no Templo Mayor, quando os corpos das vítimas eram empurrados escadas abaixo”, acrescenta a investigadora.

Por isso, o posicionamento deste baixo-relevo, aos pés do Templo Mayor e perto da estátua de Coyolxauhqui, poderá ter sido uma referência a esse episódio e aos casos reais lá realizados”, considera.

A escultura também faz lembrar a imagem de uma águia-real presente no Códice Borgia, um famoso manuscrito asteca do século XVI. Assim como nesta obra, as penas da águia recentemente descoberta assemelham-se a facas, de acordo com os investigadores.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nos próximos cem anos, o gelo do Ártico pode desaparecer e, com ele, os ursos polares

Cientistas esperam que o chamado "gelo de verão" venha a desaparecer por volta do ano de 2100 e com ele muitas das espécies que habitam na região do Ártico. O gelo que preenche o mar …

Num momento único, astrónomos viram uma anã branca a "ligar e desligar"

Pela primeira vez, uma equipa de astrónomos usou o Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS) para ver uma anã branca a desligar e ligar abruptamente.  Em astronomia, uma anã branca é um remanescente estelar composto principalmente por …

Pela primeira vez, o Princípio da Equivalência de Einstein foi verificado em quasares

Investigadores conseguiram medir o desvio para o vermelho gravitacional em quasares e assim estender o teste a regiões muito distantes de onde a luz foi emitida quando o nosso Universo era jovem. De acordo com a …

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …