Escorregou em folhas na rua e quer indemnização da Câmara de Braga

2

Um homem de Braga escorregou num monte de folhas, amontoadas no meio da rua, caiu e espera receber da autarquia local uma indemnização de 71 mil euros.

O Jornal de Notícias conta que o acidente deste cidadão, António Ribeiro Gomes Moreira, se deu a 7 de Fevereiro de 2014.

O homem estava a caminho do trabalho quando sofreu a queda “por causa de umas folhas que cobriam o passeio, tendo rolado três metros”, descreve o diário.

As folhas tinham acabado de ser cortadas por funcionários da Câmara de Braga na zona das Parretas.

António Ribeiro Gomes Moreira avançou com um processo judicial em que pede ao Tribunal Administrativo uma indemnização de 71.565 euros por danos materiais e não-patrimoniais.

Os visados do processo são a própria autarquia, a Agere – Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga e a Seguradora AXA.

O queixoso alega que ficou “três dias de cama e cinco meses sem trabalhar”, argumentando com os prejuízos que teve com a “perda de rendimentos como vendedor de automóveis”, relata o JN.

ZAP

2 Comments

    • Isso mesmo, vamos desculpar a falta de profissionalismo e até incentivar o desmazelo.
      Depois das folhas, podemos começar também a facilitar nas podas das árvores e começar a deixar os transeuntes passar por baixo ao mesmo tempo.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE