Enviar humanos a Marte seria “estúpido”, diz ex-astronauta da NASA

Bill Anders, piloto da nave Apollo 8 e um dos primeiros homens a entrar na órbita da Lua disse que é “estúpido” planear missões humanas a Marte. 

A NASA, a agência aeroespacial dos Estados Unidos, está atualmente a planear novas expedições humanas à Lua. A agência quer entender que habilidades e tecnologia serão necessárias para permitir uma futura visita humana a Marte.

Mas Anders, de 85 anos, disse apoiar os programas não tripulados, “principalmente porque são muito baratos”. O ex-astronauta afirmou também não haver apoio popular para o financiamento de expedições com humanos – muito mais caras.



“Qual é a necessidade? O que nos está a pressionar a ir a Marte?”, questionou, acrescentando: “Não acho que o público esteja assim tão interessado”. Bill Anders disse ainda enviar tripulações para Marte é “quase ridículo”.

Enquanto isso, robôs estão a explorar Marte. No mês passado, a nave InSight – que vai recolher amostras do planeta – aterrou com sucesso no planeta Vermelho. Em comunicado, a NASA disse que está “a conduzir um regresso sustentável à Lua, o que ajudará a preparar para enviar astronautas a Marte.”

“Isto também inclui parceiros comerciais e internacionais para expandir a presença humana no espaço e trazer novos conhecimentos e oportunidades”, acrescentou a agência.

Em dezembro de 1968, Anders e os colegas Frank Borman e Jim Lovell deixaram Cabo Canaveral, na Florida, para completar dez voltas em redor da Lua. A tripulação da Apollo 8 passou 20 horas em órbita. Caíram no Pacífico a 27 de dezembro e foram recolhidos pelo navio USS Yorktown. Foi o mais longe que humanos tinham chegado até então – um passo vital para a aterragem da Apollo 11 na Lua sete meses depois.

“A NASA transformou-se numa cabine de emprego”

Mas o ex-astronauta critica a trajetória da NASA desde os dias em que o presidente John F. Kennedy prometeu levar o homem à Lua até o fim dos anos 1960.

“A NASA seria incapaz de chegar à Lua hoje. A NASA transformou-se numa cabide de emprego”, disse Anders.

O piloto também critica a decisão da agência de se concentrar na exploração de órbitas próximas à Terra após o encerramento do programa Apollo, nos anos 1970. “Acho que foi um erro sério. O vaivém espacial não fez quase nada além de ter um lançamento entusiasmante e nunca cumpriu as suas promessas”, disse.

É uma visão que pode parecer surpreendente para um orgulhoso patriota que ainda se lembra de sua missão com grande alegria. Também é uma opinião que Anders sabe que pode causar embaraço na comunidade espacial. “Não sou muito popular na NASA por dizer isto, mas é o que eu penso.”

Já o ex-companheiro de tripulação, Frank Borman, que comandou a expedição da Apollo 8 e passou outras duas semanas na órbita da Terra durante o programa Gemini, é mais otimista. “Não sou tão crítico como Bill”, referiu. “Acredito que precisamos de fazer uma exploração robusta do Sistema Solar e o homem deve fazer parte disso.”

Questionado sobre os planos do fundador da Space X, Elon Musk, e do fundador da Amazon, Jeff Bezos, que falaram em lançar expedições privadas a Marte, Borman é menos elogioso. “Acho que existe uma excitação em torno de Marte que é uma loucura”.

Para Bill Anders, o legado mais duradouro da missão é “o nascer da Terra”, uma fotografia tirada pela tripulação mostrando o planeta Terra na escuridão do espaço, acima do horizonte lunar – a primeira foto em cores da Terra feita por um humano.

NASA

Earthrise 1968, o Nascer da Terra visto da Lua pela missão Apollo 8

ZAP ZAP // BBC

 

PARTILHAR

RESPONDER

Site chinês "apaga" mulheres que não querem casar ou ter relações com homens

Vários grupos de feministas com ideias mais radicais começaram a ser bloqueados de um dos sites mais influentes na China. Num país conhecido pelo seu regime ditatorial e conservador, um grupo de mulheres uniu-se para lutar …

Grande Crise do Ketchup. A pandemia atacou um mercado improvável (e já há um mercado negro para o molho)

Os problemas da cadeia de suprimentos estão a chegar a um canto distante do universo empresarial: os pacotes de ketchup. O ketchup é o molho de mesa mais consumido nos restaurantes dos Estados Unidos, com cerca …

Justiça britânica perdoa dívida de 60 milhões a Vale e Azevedo

João Vale e Azevedo, ex-presidente do Benfica, foi declarado "exonerado da insolvência" que corria em Londres desde 2009. Um tribunal de Londres declarou que João Vale e Azevedo está exonerado de insolvência. Na prática, a justiça …

Aposta no Parlamento. 10% dos deputados são candidatos às autárquicas

De acordo com as contas do semanário Expresso, 23 deputados da Assembleia da República, ou seja, 10% dos 230 que compõem o hemiciclo, são candidatos às eleições autárquicas do outono. Na quinta-feira, foi aprovado na generalidade …

Relógio japonês parado pelo terramoto de 2011 volta a funcionar novamente (graças a outro sismo)

Um relógio japonês com 100 anos de idade que deixou de funcionar depois do devastador terramoto de 2011 voltou a trabalhar após um novo sismo este ano. De acordo com o jornal Maunichi Shumbun, o relógio, …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Ventura tem "receio" que partido seja ilegalizado

Este domingo, o Chega vai organizar uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura admitiu ter um "receio muito significativo". O Observador avança que a manifestação tem início no Príncipe Real, passa pelo Tribunal Constitucional …

Três mortos e 441 novos casos em Portugal

Este domingo, Portugal regista mais três mortes e 441 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Autoridades brasileiras ilibam João Loureiro

João Loureiro já não é suspeito no processo que envolve a apreensão de um avião com 500 quilos de cocaína, segundo as autoridades brasileiras. As autoridades brasileiras descartaram, este sábado, qualquer ligação do advogado português João …

No Canadá, há dois rios que se encontram (mas não se misturam)

Em Nunavut, no Canadá, há dois rios que se encontram, mas não perdem a sua aparência individual enquanto se movem sinuosamente pela tundra. O Back River flui para o norte em direção ao Oceano Ártico. Ao …