Encontrados possíveis sinais de vida 10 quilómetros abaixo do fundo do mar

Oliver Plümper / Universidade de Utrecht

-

Uma equipa internacional de cientistas encontrou possíveis sinais de vida 10 quilómetros abaixo do fundo do mar na fossa das Marianas, no oceano Pacífico.

No artigo publicado na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”, a equipa afirma que recolheu amostras de serpentina – minerais de filossilicato hidratado de magnésio e ferro – que revelam provas de seres vivos que habitam mais abaixo da superfície do que se pensava.

A fossa das Marianas é a zona mais profunda de qualquer um dos oceanos do mundo. O seu ponto mais baixo fica aproximadamente 11 quilómetros abaixo do nível do mar.

A região fica a sudoeste do Japão e tem sido explorada constantemente desde o desenvolvimento do veículo submarino operado remotamente ou ROV (remotely operated vehicle).

Nesta último estudo, a equipa de cientistas, liderada por Oliver Plümper, da Universidade de Utrecht, usou um ROV para extrair 46 amostras de serpentina do fundo do oceano perto do vulcão de lama Chamorro do Sul.

Sinais de vida

A serpentina é um mineral que se forma quando a olivina no manto superior encontra a água que é empurrada para cima a partir de uma zona de subducção. Essas reações produzem gás metano e hidrogénio, o que, observam os cientistas, poderia ser usado como fonte de alimento por micróbios.

A serpentina é empurrada para a superfície do fundo do mar por respiradouros hidrotermais, onde os cientistas descobriram as amostras usadas na investigação.

Após a análise das amostras, os cientistas encontraram vestígios de material orgânico que era muito semelhante ao produzido por micróbios que vivem em lugares mais acessíveis. Segundo a equipa, é possível que as amostras de serpentina sejam provas de que existe vida muito abaixo da superfície.

Foram usados dados de estudos anteriores para calcular quão abaixo do fundo do mar é que a serpentina foi formada, o que possibilitou estimar até que ponto os possíveis micróbios poderiam viver – aproximadamente 10 quilómetros abaixo do fundo do mar.

Essa distância, somada à profundidade da fossa das Marianas, faz com que esses sinais de vida estejam localizados 20 quilómetros abaixo da superfície do mar.

A equipa reconhece que estas descobertas confirmam se realmente há vida abaixo do fundo do mar, porque existem outros processos que produzem tanto a serpentina como a matéria orgânica.

2 COMENTÁRIOS

    • Caro Abílio,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Na realidade, “abaixo do fundo do mar” está correcto.
      Os “possíveis sinais de vida” foram encontrados 10 quilómetros abaixo do fundo do mar, que, no seu nível mais baixo (o fundo) se encontra a cerca de 11 abaixo do nível médio das águas do mar (isto é, da superfície).
      Ou seja, os “possíveis sinais de vida” foram encontrados a 10+11 km abaixo do nível do mar.

RESPONDER

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho

Passos não metia "uma rolha na boca" a quem o criticava

"É esta a Democracia praticada por quem está este domingo no Governo, uma Democracia limitada e mais pobre", salientou o ex-primeiro-ministro. O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, afirmou este domingo que quando estava no Governo …

-

SpaceX aborta lançamento de foguete Falcon 9 no último instante

A empresa aeroespacial norte-american SpaceX suspendeu este domingo, no último minuto, o lançamento de um foguete na estação espacial Kennedy, da agência espacial norte-americana NASA, devido a "um problema no sensor". O lançamento do foguete Falcon …

O alpinista suíço Ueli Steck

Alpinista suíço Ueli Steck morre em acidente no Evereste

O alpinista suíço Ueli Steck, de 40 anos, morreu hoje num acidente de alpinismo perto do Monte Evereste, no Nepal, informaram os organizadores da expedição. O alpinista Ueli Steck morreu no campo 1 do Monte Nuptse. …

O presidente dos EUA, Donald Trump

Trump vai tomar “grande decisão” sobre Acordo de Paris nas próximas duas semanas

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou este sábado, ao cumprir 100 dias na Casa Branca, que vai tomar “uma grande decisão” sobre o Acordo de Paris relativo às alterações climáticas “nas próximas duas …

goalpoint-braga-sporting-liga-nos-201617-1068x522

Braga vs Sporting | Bas Dost arrasa em jogo de loucos

O Sporting levou a melhor sobre o Sp. Braga, ao vencer por 3-2 na Pedreira, num jogo com uma segunda parte de loucos e quatro golos, num total de cinco. Os “leões” dominaram na posse …

-

"Logan" vai ter uma versão a preto e branco

James Mangold, o realizador de Logan, anunciou esta sexta-feira que o filme vai ter uma versão especial a preto e branco. Recorrendo à rede social Twitter para dar a novidade, Mangold indicou o dia 16 de …

Mergulhadores das forças especiais Navy Seals nadam de regresso ao submarino USS Michigan após uma operação

Coreia promete destruir em "pedaços de metal fundido" o submarino nuclear americano

O submarino USS Michigan da Marinha dos EUA, que chegou este sábado ao porto sul-coreano de Busan, pode ter um “final triste”, se Washington tiver alguma "atitude provocatória". Num artigo para o portal norte-coreano Uriminzokkiri, "Compatriotas …

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Regras do Fundo de Resgate não permitem redução do juro proposta por PS/BE

Uma redução da taxa de juro dos empréstimos europeus concedidos no programa de resgate, conforme propõem PS e Bloco de Esquerda, não é permitida pelas regras do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), segundo fonte …

A ativista argentina Taty Almeida, militante da organização Madres de Plaza de Mayo

"Quem lhe falta?": Mães da Praça de Maio completam 40 anos de luta pela memória e pela vida

No dia 30 de abril de 1977, em plena ditadura militar na Argentina, 14 mulheres reuniram-se na Praça de Maio, em frente à sede do governo em Buenos Aires, para protestar pelos seus filhos desaparecidos, …

-

Afinal, os teóricos da conspiração podem ser apenas solitários

Se tivesse que descrever um teórico da conspiração, provavelmente pensaria numa pessoa maluca, que “não bate bem da cabeça”, certo? Errado. Segundo um estudo recentemente publicado no Journal of Experimental Social Psychology, os teóricos da …