Encontrados no Equador bebés enterrados com capacetes feitos de crânios humanos

Sara Juengst / UNC Charlotte

Durante as escavações realizadas entre 2014 e 2016 em Salango, um sítio ritual na costa central do Equador, os arqueólogos encontraram dois bebés enterrados com capacetes feitos com crânios de outras crianças.

Os investigadores descobriram dois túmulos que datam de aproximadamente 100 a.C. e que foram criados por uma cultura chamada Guangala. De lá, recuperaram 11 indivíduos enterrados com pequenos artefactos, conchas e figuras de ancestrais de pedra. No entanto, a descoberta mais intrigante foi a de dois bebés com crânios de outras crianças em torno das suas cabeças.

Uma das crianças tinha cerca de 18 meses quando morreu. O crânio, proveniente de outra criança com entre 4 e 12 anos no momento de sua morte, foi “colocado na forma de um capacete em redor da cabeça do primeiro”. O segundo bebé tinha entre 6 e 9 meses quando morreu e tinha um capacete feito com o crânio de uma criança entre 2 e 12 anos.

Em ambos os casos, de acordo com o estudo publicado este mês na revista especializada Latin American Antiquity, havia muito pouco espaço entre os esqueletos primários e os seus capacetes cranianos. A equipa também recuperou uma concha e um osso da mão entre o crânio e o capacete. Os cientistas acreditam que os dois crânios foram juntados enquanto ainda estavam cobertos de carne, presumivelmente não muito tempo após a sua morte, para manter os ossos juntos.

A equipa, formada por Sara Juengst e Abigail Bythell, da Universidade da Carolina do Norte em Charlotte, e Richard Lunniss e Juan José Ortiz Aguilu, da Universidade Técnica de Manabí, ainda não sabe a quem é que os capacetes-crânio pertenciam nem entendem completamente “o programa fúnebre prolongado” em Salango, incluindo o facto de que outros bebés foram enterrados sem um capacete-crânio.

Os cientistas sugerem que o capacete poderia representar a tentativa de garantir a proteção daquelas almas “pré-sociais e selvagens”. As figuras ancestrais de pedra em redor da cabeça dos bebés apoiam essa hipótese, que aponta para um esforço para “proteger e melhorar ainda mais as cabeças”.

“Até onde sabemos, este é o único exemplo desta prática em qualquer lugar do mundo”, disse Sara Juengst, autora do estudo e professora assistente de bioarqueologia da UNC Charlotte, em declarações à IFLScience. “Incluir cabeças extras em enterros não é incomum na América do Sul pré-hispânica, seja como cabeças de troféu feitas de inimigos ou como garantir vínculos com ancestrais”, acrescentou.

Embora a causa da morte também permaneça um mistério, especula-se que as crianças tenham morrido de desnutrição ou doença. A área poderá ter sido atingida por uma erupção vulcânica significativa na época, o que poderia ter enchido o céu de cinzas vulcânicas. Aliás, os seus capacetes podem ter sido um acessório para protegê-los de outros infortúnios.

Os cientistas esperam que análises de ADN adicionais e isótopos ajudem a entender quem eram as crianças e se estavam relacionadas com as pessoas cujos crânios foram usadas no ritual mortuário.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Envolvido em escândalo financeiro, cardeal Becciu renunciou ao cargo no Vaticano

O prefeito da Congregação da Causa dos Santos, o cardeal Angelo Becciu, resignou esta quinta-feira ao cargo e aos seus direitos enquanto cardeal, numa altura em que vê o seu nome envolvido num escândalo financeiro, …

Nanocorpo de alpaca é capaz de bloquear infeção por covid-19

Cientistas do Instituto Karolinska, na Suécia, identificaram um pequeno anticorpo neutralizante - nanocorpo - que consegue bloquear a entrada do Sars-CoV-2 nas células humanas. Uma equipa de investigadores suecos, do Instituto Karolinska, descobriu que um nanocorpo …

A Terra está prestes a capturar uma nova mini-lua. Ficará por cá meio ano

A Terra está prestes a capturar uma mini-lua, que os astrónomos acreditam que ficará presa na gravidade do nosso planeta durante cerca de meio ano. Entende-se por mini-lua um objeto de pequenas dimensões que é …

Cientistas medem, pela primeira vez, a distância até um magnetar na Via Láctea

Com a ajuda do observatório Very Long Baseline Array (VLBA), uma equipa de astrónomos conseguiu medir, pela primeira vez, a distância até ao magnetar XTE J1810-197, localizado na Via Láctea.  Os magnetares são um tipo de …

Detetado fator climático determinante para a propagação do coronavírus

Altas temperaturas combinadas com baixa humidade propiciam que as gotículas contaminadas com o novo coronavírus evaporem mais rapidamente, reduzindo a sua capacidade de infetar pessoas. De acordo com os cientistas, citados pelo canal estatal russo RT, …

Bayern Munique vence Sevilha e conquista a Supertaça Europeia

O Bayern Munique conquistou, esta quinta-feira, a Supertaça Europeia, ao derrotar o Sevilha por 2-1, em Budapeste, na Hungria. Os alemães do Bayern Munique conquistaram a Supertaça Europeia pela segunda vez ao derrotarem os espanhóis do …

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …