Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Tim Taylor / Lost52 Project

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito das coordenadas da sua localização.

Em janeiro de 1944, o USS Grayback, um dos submarinos americanos com maior sucesso na II Guerra Mundial, partiu de Pearl Harbor para uma patrulha de combate, mas for atacado por um bombardeiro japonês. Três semanas depois, quando o navio não voltou, foi listado como desaparecido.

Após a guerra, escreve o Russia Today, a marinha tentou reconstruir uma história completa sobre 52 submarinos que tinha perdido. A história, publicada em 1949, fornecia as localizações aproximadas onde os submarinos tinham desaparecido.

No entanto, a Marinha, sem saber, baseara-se numa tradução incorreta dos registos de guerra japoneses. Portanto, as coordenadas indicadas no relatório estavam incorretas.

O erro só foi descoberto no ano passado pelo investigador Yutaka Iwasaki, um engenheiro de sistemas japonês. Por sua vez, o seu trabalho chamou a atenção de Tim Taylor, um explorador subaquático que partiu para encontrar os restos de todos os submarinos norte-americanos perdidos na guerra.

Os exploradores encontraram o submarino 435 metros abaixo do nível do mar na costa de Okinawa. A descoberta ocorreu em junho, mas foi divulgada este domingo. O USS Grayback foi descoberto com grande parte do seu corpo intacto e a sua placa ainda colocada na frente, embora mostrasse sinais de ter sido bombardeado.

A descoberta faz parte do Projeto Lost 52 de Taylor e da sua esposa Christine Dennison. Depois de encontrar o USS Grayback, o casal passou meses à procura de parentes dos 80 marinheiros norte-americanos que morreram a bordo, e agora “podem ser homenageados novamente”, contou Dennison à ABC News.

“Não dizemos às pessoas que estamos à procura, porque não queremos dececionar as pessoas e não queremos divulgá-lo pela Internet até que seja feito corretamente pela Marinha”, acrescentou Taylor. “Com a tecnologia que estamos a usar e a capacidade de cobrir grandes áreas de terreno, estamos a analisar o potencial de encontrar outros”.

Gloria Hurney, cujo tio Raymond Parks morreu no Grayback, disse: “Há um livro que li e diz que estes navios só são conhecidos por Deus. Mas agora sabemos onde está o Grayback.”

//

PARTILHAR

RESPONDER

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …