Encontrado na Lituânia túnel cavado por judeus que queriam fugir ao Holocausto

Uma equipa de arqueólogos e cartógrafos descobriram, na Lituânia, um túnel pelo qual 80 judeus tentaram escapar de um local de extermínio nazi.

O local onde foi encontrado esse túnel é conhecido por Ponar, uma floresta na capital da Lituânia, Vilnius, onde cerca de cem mil pessoas foram enterradas e queimadas durante a II Guerra Mundial.

Com recurso a ondas radar, a equipa de arqueólogos e cartógrafos, provenientes de Israel, Estados Unidos, Canadá e Lituânia, descobriu a passagem de 30 metros.

O túnel, a cerca de 1,5 e 3 metros abaixo da superfície, terá sido escavado há cerca de 70 anos, maioritariamente à mão e com colheres.

“Eu chamo Ponar de ‘marco zero’ do Holocausto”, afirma Richard Freund, um dos arqueólogos responsáveis pela descoberta, da Universidade de Hartford, nos Estados Unidos.

Porquê “marco zero”?

Os eventos que ali aconteceram ocorreram quase seis meses antes dos alemães começarem a usar câmaras de gás para pôr em prática os seus planos de extermínio.

Em 1943, quando ficou claro que os soviéticos iriam invadir a Lituânia, os nazis quiseram encobrir os seus assassinatos em massa, forçando um grupo de 80 judeus a exumar os corpos, a queimá-los e a enterrar as cinzas.

Durante meses, os prisioneiros judeus desenterraram e queimaram os corpos, ficando conhecidos por “Leichenkommando” ou “Burning Brigade”, escreve a BBC.

Segundo a emissora britânica, existe até o relato de um homem que identificou a sua esposa e as suas duas irmãs entre o sem número de cadáveres.

O grupo sabia que, depois do trabalho estar feito, também eles seriam executados, por isso tentaram criar um plano de fuga.

Foi assim que metade do grupo passou dias e dias a cavar um túnel com os poucos recursos que tinham, ou seja, com as próprias mãos e com colheres que iam encontrando entre os corpos.

No dia 15 de abril de 1944, tentaram entrar pela passagem mas o barulho terá alertado os guardas, que perseguiram os prisioneiros com armas e cães.

Do grupo de 80 judeus, apenas doze conseguiram escapar e onze sobreviveram à guerra para contar a história ao mundo.

Como encontrar o túnel?

Freund e o resto da equipa aproveitou a informação dos vários relatos dos sobreviventes para tentar localizar o túnel.

Em vez de escavar e destruir restos mortais, os investigadores utilizaram duas ferramentas não invasivas – tomografia de resistividade elétrica e radar de penetração no solo.

A tomografia de resistividade permitiu uma imagem clara do subsolo e, com esta ferramenta, também encontraram uma cova desconhecida que pode ser a maior já descoberta na região – pode ter contido cerca de dez mil corpos.

Já o radar de penetração no solo conseguiu digitalizar cerca de três metros abaixo da superfície. Essa ferramenta foi então usada, entre outras coisas, para encontrar a Grande Sinagoga de Vilnius, entretanto destruída pelos alemães.

“O túnel mostra que, mesmo vivendo tempos tão negros, havia, apesar de tudo, ânsia de viver”, explica Jon Seligman, da Israel Antiquities Authority, que também participou no estudo.

ZAP / BBC / Hypescience

PARTILHAR

RESPONDER

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …