Encontrado o estaleiro mais antigo do mundo. Estava afundado na costa de Inglaterra

Arqueólogos descobriram uma estrutura de madeira com 8.000 anos de idade — que será o local de construção de barcos mais antigo do mundo.

A arquitetura estava particularmente bem preservada considerando o facto de estar 11 metros debaixo de água. A estrutura está localizada numa secção do fundo do mar perto da Ilha de Wight. Na época da sua construção, no entanto, a área estaria cheia de vegetação exuberante.

O Fundo Arqueológico Marítimo, que supervisionou a escavação, diz que é a estrutura de madeira mais intacta da Idade da Pedra encontrada até hoje no Reino Unido.

“O sítio contém uma riqueza de evidências de habilidades tecnológicas que não foram pensadas como tendo sido desenvolvidas durante mais alguns milhares de anos, como carpintaria avançada”, disse Garry Momber, diretor do Fundo Arqueológico Marítimo, em comunicado. “Este sítio mostra o valor da arqueologia marinha para entender o desenvolvimento da civilização.”

Embora os restos tenham sido encontrados pela primeira vez em 2005, escavações recentes e modelagem digital em 3D do local revelaram uma plataforma conectada construída a partir de camadas de madeiras fendidas sobre fundações de madeira redondas. As habilidades materiais e de madeira usadas sugerem que houve uma influência neolítica europeia no design.

“Esta nova descoberta é particularmente importante, já que a plataforma de madeira faz parte de um sítio que duplica a quantidade de madeira trabalhada encontrada no Reino Unido de um período que durou 5.500 anos”, disse Momber.

Naquela época, o que hoje é chamado de Reino Unido ainda estava ligado à Europa continental por uma área de pântanos e bosques – uma região chamada Doggerland.

Mas, na época em que as pessoas do Mesolítico estavam a construir essas estruturas de madeira, o nível do mar já tinha começado a subir, fazendo com que o litoral recuasse, à medida que as temperaturas mais quentes derreteram as calotas que cobriam a área durante a última era glacial.

Não terá sido muito mais tarde (por volta de 6.100 a.C) que o aumento do nível do mar inundou Doggerland, cortando as ilhas britânicas do continente europeu da maneira que vemos hoje.

A estrutura de madeira encontrada não é a única notícia arqueológica no que diz respeito a Doggerland. No início deste ano, os arqueólogos encontraram um antigo assentamento da Idade da Pedra, já chamada de “Atlântida Britânica“, que poderia ter abrigado milhares de pessoas há 8.000 anos.

“A partir destas informações, podemos localizar lugares prováveis ​​no fundo do mar, ou abaixo deles, que podem ter evidências de atividade dos nossos ancestrais que viviam nesta paisagem agora perdida”, disse na época o geoarqueólogo Martin Bates, da Universidade de Wales Trinity Saint David.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …

Bernardo Silva faz o primeiro 'hat-trick' da carreira na maior goleada de sempre do City

O avançado português Bernardo Silva fez este sábado o primeiro ‘hat-trick’ da carreira na vitória por 8-0 do Manchester City frente ao Watford, em jogo da sexta jornada da Liga inglesa de futebol. David Silva abriu …

Centenas foram à baixa de Lisboa protestar contra exploração do lítio

Cerca de quatro centenas de manifestantes de diferentes movimentos independentes de defesa do ambiente e de proteção do património rural protestaram hoje em Lisboa, contra a concessão e exploração a céu aberto do lítio em …

Rússia vai permitir que astronautas levem armas em viagens espaciais

Os astronautas russos vão começar a levar consigo uma arma de fogo durante as suas viagens espaciais. O objetivo é poderem afastar animais selvagens quando aterrarem em áreas remotas na Terra. A Rússia começou a armar …

Hotel no Peru vai ser demolido porque destruiu muro da época Inca

A justiça peruana determinou a demolição de um hotel da rede Sheraton que estava em construção em Cusco, por ter destruído, durante as obras, muros incas de 500 anos numa região considerada Património Cultural da …

No Museu do Louvre, os guias turísticos vão ser refugiados sírios e iraquianos

O Museu do Louvre, em Paris, vai treinar refugiados sírios e iraquianos como guias turísticos para os visitantes que solicitam um tour em árabe. Para os refugiados e requerentes de asilo, é agora gratuito entrar no …

Casal inglês tem um bebé com 17 meses (mas recusa-se a dizer se é menino ou menina)

Há casais que não querem saber o sexo do filho antes do momento do parto. Mas para um casal inglês, o parto da criança não acabou com o mistério em relação ao género. Decididos a proteger …

Costinha obrigou Maniche a corrigir livro por causa da história da camisola rasgada

O ex-internacional português Costinha processou o amigo e ex-colega de equipa no FC Porto Maniche por causa do livro "MANICHE 18, As Histórias (ainda) não contadas". Nele, Maniche conta que foi Costinha quem rasgou a …