Encontrado o estaleiro mais antigo do mundo. Estava afundado na costa de Inglaterra

Arqueólogos descobriram uma estrutura de madeira com 8.000 anos de idade — que será o local de construção de barcos mais antigo do mundo.

A arquitetura estava particularmente bem preservada considerando o facto de estar 11 metros debaixo de água. A estrutura está localizada numa secção do fundo do mar perto da Ilha de Wight. Na época da sua construção, no entanto, a área estaria cheia de vegetação exuberante.

O Fundo Arqueológico Marítimo, que supervisionou a escavação, diz que é a estrutura de madeira mais intacta da Idade da Pedra encontrada até hoje no Reino Unido.

“O sítio contém uma riqueza de evidências de habilidades tecnológicas que não foram pensadas como tendo sido desenvolvidas durante mais alguns milhares de anos, como carpintaria avançada”, disse Garry Momber, diretor do Fundo Arqueológico Marítimo, em comunicado. “Este sítio mostra o valor da arqueologia marinha para entender o desenvolvimento da civilização.”

Embora os restos tenham sido encontrados pela primeira vez em 2005, escavações recentes e modelagem digital em 3D do local revelaram uma plataforma conectada construída a partir de camadas de madeiras fendidas sobre fundações de madeira redondas. As habilidades materiais e de madeira usadas sugerem que houve uma influência neolítica europeia no design.

“Esta nova descoberta é particularmente importante, já que a plataforma de madeira faz parte de um sítio que duplica a quantidade de madeira trabalhada encontrada no Reino Unido de um período que durou 5.500 anos”, disse Momber.

Naquela época, o que hoje é chamado de Reino Unido ainda estava ligado à Europa continental por uma área de pântanos e bosques – uma região chamada Doggerland.

Mas, na época em que as pessoas do Mesolítico estavam a construir essas estruturas de madeira, o nível do mar já tinha começado a subir, fazendo com que o litoral recuasse, à medida que as temperaturas mais quentes derreteram as calotas que cobriam a área durante a última era glacial.

Não terá sido muito mais tarde (por volta de 6.100 a.C) que o aumento do nível do mar inundou Doggerland, cortando as ilhas britânicas do continente europeu da maneira que vemos hoje.

A estrutura de madeira encontrada não é a única notícia arqueológica no que diz respeito a Doggerland. No início deste ano, os arqueólogos encontraram um antigo assentamento da Idade da Pedra, já chamada de “Atlântida Britânica“, que poderia ter abrigado milhares de pessoas há 8.000 anos.

“A partir destas informações, podemos localizar lugares prováveis ​​no fundo do mar, ou abaixo deles, que podem ter evidências de atividade dos nossos ancestrais que viviam nesta paisagem agora perdida”, disse na época o geoarqueólogo Martin Bates, da Universidade de Wales Trinity Saint David.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Incapacitar uma única proteína pode "curar" a gripe

Desabilitar uma única proteína das nossas células pode ser a solução para "curar" a gripe. Os testes realizados em ratos foram bem sucedidos, pelo que pode ser um indicador positivo de progressos nesta área. Encontrar uma …

Detetada a estrela de neutrões mais massiva alguma vez encontrada

Observações com o telescópio Green Bank revelaram a estrela de neutrões mais massiva até ao momento, chamada J0740 + 6620. De acordo com a revista especializada Nature Astronomy, onde foi descrita a descoberta, é um pulsar …

Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas. Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que …

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …

Volkswagen revela o novo ID.3, "o carro elétrico do povo"

https://vimeo.com/360579859 No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço "abaixo dos 30 mil euros", é tido como acessível para as massas. A revolução dos automóveis elétricos …

Benfica 1-2 Leipzig | Águias sem asas para o Leipzig

O Benfica arrancou a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 da pior forma, com uma derrota caseira por 2-1. A formação “encarnada” recebeu o Leipzig e nunca conseguiu dominar o futebol …

A faca, o casaco, a secretária e outros objetos de Anthony Bourdain vão a leilão

Uma faca feita a partir de um meteorito, um casaco personalizado da marinha norte-americana e uma prensa para ossos de pato são três dos 215 objetos de Anthony Bourdain que vão ser colocados à venda …

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …