Encontrada a árvore mais alta da Amazónia. Armazena tanto carbono como um hectare de floresta tropical

Uma nova investigação da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu a árvore mais alta conhecida da Amazónia, elevando-se acima do recordista anterior, a uma altura de 88,5 metros. 

Um grupo de árvores gigantes foi descoberto por Eric Gorgens, investigador da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), no Brasil, usando o LIDAR – um método de sensoriamento remoto com um scanner a laser numa aeronave.

Toby Jackson, cientista de plantas do Instituto de Pesquisa em Conservação da Universidade de Cambridge, juntou-se a Gorgens numa expedição para visitar as árvores gigantes. A equipa validou a altura da árvore mais alta e colheu amostras do sub-bosque para tentar entender o que torna este local tão especial.

As árvores ajudam a mitigar as mudanças climáticas, retirando o carbono da atmosfera e armazenando-o. Quanto maior a árvore, mais carbono armazena. De acordo com o comunicado divulgado pela Universidade de Cambridge, esta árvore gigante poderia armazenar tanto carbono como um hectare inteiro de floresta tropical noutro lugar da Amazónia.

Os investigadores encontraram, segundo o relato escrito no The Conversation, pelo menos 15 árvores gigantes, que tinham todas mais de 70 metros de altura. Estas árvores estão a crescer numa região remota do norte do Brasil, longe da atividade humana, e podem ter mais de 400 anos.

Curiosamente, segundo o mesmo comunicado, são todas da mesma espécie, denominada Dinizia excelsa, conhecida em português como Angelim vermelho. Esta espécie é comum na Amazónia, frequentemente usada devido à sua madeira forte, embora fedorenta. Anteriormente, pensava-se que crescia apenas até aos 60 metros de altura.

Cada Angelim vermelho pode armazenar até 40 toneladas de carbono – isto é, entre 300 e 500 árvores mais pequenas, ocupando apenas 20 espaços.

De acordo com os investigadores, é provável que haja mais árvores gigantes por aí – e algumas podem ser ainda mais altas do que a nova recordista.

O facto de que descobertas como estas ainda estão a ser feitas – mesmo enquanto partes da floresta estão a ser destruídas pela exploração madeireira, queima e expansão agrícola – demonstra o quanto ainda há para aprender sobre este misterioso ecossistema. Infelizmente, é provável que muitas espécies desconhecidas na Amazónia se extingam antes de as descobrirmos.

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. lol…

    e qto oxigénio consome à noite?

    se calhar como n cientistas disseram a propósito do suposto “pulmão do mundo”, o consumo de oxigénio e a sua produção no fundo anulam-se.

    • É por isso que antes de haver plantas praticamente não havia oxigénio na Terra, e também por isso que agora que estamos a destruir a floresta, haja, proporcionalmente, cada vez menos, LOL

RESPONDER

O chef sírio Imad Alarnab

Imad fugiu da Síria há seis anos. Agora, tem um restaurante de sucesso em Londres

O chef sírio Imad Alarnab deixou a Síria há seis anos, onde tinha vários restaurantes, rumo a Inglaterra. Não desistiu dos seus sonhos e agora tem um novo projeto no agitado Soho, no centro de …

Máquina de venda automática de brindes

Máquina das bolas japonesa. As pequenas esferas de plástico guardam os detalhes de uma viagem surpresa

As máquinas de venda automática de brindes, conhecidas como gachapon no Japão, têm inovado nos últimos anos. Agora, são os detalhes de uma viagem que estão guardados nas pequenas bolas de plástico. O valor das bolas …

O Supremo dos EUA mudou as suas regras para que as juízas não fossem constantemente interrompidas

Revelação foi feita por Sonia Sotomayor, uma das três mulheres que compõe o coletivo de nove juízes e a primeira latina a chegar ao cargo. O facto de serem constantemente interrompidas em reuniões ou outros …

A candidata a primeira-ministra da Hungria, Klára Dobrev.

Num futuro sem Orbán, a oposição escolhe entre um novo conservador ou uma liberal divisiva

Os opositores de Viktor Orbán estão na dúvida quanto ao candidato para enfrentar o atual primeiro-ministro nas próxima eleições. Esta indecisão pode custar-lhes o assalto ao cargo. Viktor Orbán é um nome recorrente na política húngara. …

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …