Empresa chinesa pode ter vendido plasma infectado com HIV

As autoridades de Xangai, na China, estão a investigar uma empresa farmacêutica que pode ter vendido mais de 12 mil unidades de um produto de plasma sanguíneo contaminado com o HIV, sendo este o mais recente escândalo que ameaça a confiança nas instituições médicas e no sistema de saúde naquele país.

Segundo o DN, a Administração de Alimentos e Medicamentos de Xangai informou, na quarta-feira, que as autoridades ordenaram à Shangai Xinxing Medicine Company a recolha imediata de um lote potencialmente contaminado de imunoglobulina intravenosa, um tratamento feito a partir de plasma sanguíneo, frequentemente usado para tratar distúrbios imunológicos e interromper a sua produção.

De acordo com os órgãos de comunicação social estatais, a Comissão Nacional de Saúde da China e a Administração Estatal de Medicamentos pediram a todas as instituições médicas do país para pararem de usar as unidades em questão e monitorizarem os pacientes que já receberam tratamento, não revelando, contudo, quantos estarão em causa.

“Dentro de um espírito de responsabilidade para com as pessoas, as autoridades locais estão obrigadas a realizar observações aos pacientes e cooperar com a Administração Estatal de Medicamentos”, indica um relatório publicado quarta-feira pela Xinhua, agência oficial de notícias da China.

O DN esclarece que a presença de anti-corpos HIV foi pela primeira vez detetada pelo Centro de Prevenção de Doenças da província de Jiangxi, no sudeste da China. Um responsável desse organismo disse que, até agora, não foi encontrado nenhum paciente que tenha contraído HIV por causa dos lotes de plasma infetados.

Em janeiro, a Administração Estatal de Medicamentos da China reviu as advertências sanitárias dos produtos de imunoglobulina humana, tendo assegurado que, embora os tratamentos de plasma sejam rastreados quanto a elementos patogénicos, os mesmos derivam do sangue humano e, portanto, podem representar um pequeno risco de infeção para os pacientes.

Fundada em 2000, a Shangai Xinxing Medicine Company é uma empresa subsidiária do grupo China Meheco, uma empresa farmacêutica sediada em Pequim. O acionista maioritário da China Meheco é o China General Technology Group, uma empresa estatal diretamente controlada pelo Governo.

A investigação sobre a empresa ocorre num momento delicado para o Partido Comunista, acrescenta o DN, que já está a tentar minimizar os efeitos desestabilizadores de uma desaceleração geral da economia da China.

Esta polémica representa um revés para os esforços do presidente Xi Jinping para restaurar a confiança na indústria farmacêutica da China, num momento que se procurava que tivesse um papel global mais relevante.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bebé nos EUA nasceu sem pele (e ainda não se sabe porquê)

Um bebé no Texas, nos EUA, nasceu sem pele na maior parte do seu corpo. Ja'bari Gray nasceu a 1 de janeiro e pesava apenas 1,4 quilogramas. O menino não tem pele na maior parte do …

Os donos de cães são mais felizes que os donos de gatos

O mundo está dividido em dois: amantes de cães e amantes de gatos. Um estudo acaba de revelar que os donos de cães são mais felizes do que os donos de felinos. Será que os donos …

Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite. Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada …

Explosões em hotéis e igrejas no Sri Lanka fazem 200 mortos. Há um português entre as vítimas

Uma série de oito explosões simultâneas em quatro hotéis, um complexo de casas e três igrejas no Sri Lanka deixou pelo menos 207 mortos, entre os quais nove estrangeiros, e 469 pessoas feridas. Um dos …

Os ratos (também) têm sentimentos

Cientistas detetaram “neurónios-espelho” nos ratos. Quando um rato sofre, as células que o seu cérebro ativa são as mesmas do que quando vê um outro rato sofrer. A dor é partilhada e transversal, exatamente como …

Milhares de peregrinos vão a Shingo em busca de Jesus (que, diz a lenda, ali está enterrado)

Jesus não morreu aos 33 anos, mas aos 109. Casou e teve três filhas. Quem foi crucificado em Jerusalém foi o seu irmão. Estas são as crenças de um pequeno grupo de cristãos que vivem …

Os Simpsons fazem 30 anos a celebrar o seu dia internacional

A série sobre uma das famílias mais queridas da televisão mundial "Os Simpsons" vai fazer em dezembro 30 anos desde a sua estreia neste formato, mas as comemorações começam já esta sexta-feira com direito a …

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …