Decisão histórica pode levar australiano à prisão por assédio no Facebook

Tinder

Olivia Melville

Olivia Melville

Um violento caso de assédio e ameaça pelo Facebook, ocorrido no ano passado na Austrália, caminha para um final histórico: a prisão.

Em agosto passado, a foto do perfil de Olivia Melville no Tinder tornou-se viral. Na bio do perfil, um verso de uma música do rapper Drake: “The type of girl that will suck you dry and then eat some lunch with you”.

Chris Hall, um barman de 31 anos, partilhou a foto no Facebook, com o comentário: “Stay classy ladies. I’m surprised she’d still be hungry for lunch” (“Continuem elegantes, meninas. Surpreende-me que ela ainda continue com fome para o almoço”, em tradução livre).

Facebook

Foto de Olivia no Tinder e respectivas reações no Facebook

Foto de Olivia no Tinder e respectivas reações no Facebook

As consequências imediatas para a jovem foram extremas, tendo recebido uma série de ofensas e ameaças de violação.

Alguns homens – especialmente um, chamado Zane Alchin – decidiram espalhar o horror no perfil de Olivia.

Uma amiga de Olivia, no entanto, denunciou o agressor à polícia.

Diante das provas irrefutáveis, esta semana Zane Alchin declarou-se culpado das acusações de “utilizar um serviço de comunicação para ameaçar, assediar ou ofender”.

O arguido afirmou que estava bêbado na altura em que fez os comentários – cerca da meia-noite e meia de 25 de agosto de 2015 – e que os comentários não representam as suas opiniões.

Facebook

Alguns excertos das ameaças e ofensas: "Suas putas, merecem voltar para os anos 1950 para aprenderem os seus papéis e calarem a boca"; "São pessoas como tu que deixam claro porque é que as mulheres não devem ter direitos"; "Tu provas que a boca de uma mulher só serve para ser fodida até que a mulher fique azul e depois receber o sémen de um homem na cara".

Alguns excertos das ameaças e ofensas: “Suas putas, merecem voltar para os anos 1950 para aprenderem os seus papéis e calarem a boca”; “São pessoas como tu que deixam claro porque é que as mulheres não devem ter direitos”; “Só provas que a boca de uma mulher só serve para ser fodida até que a mulher fique azul e depois receber o sémen de um homem na cara”.

Paloma Brierley Newton, porta-voz do grupo ativista Sexual Violence Won’t be Silenced (violência sexual não pode ser silenciada), afirmou ao news.com.au que ficou chocada com a declaração do arguido.

“Declarar-se culpado é uma coisa, mas admitir que ele de facto fez algo errado é outra coisa”, afirmou a advogada. “Gostava de o ouvir a pedir desculpas pelo que disse, em vez de sentir pena por ter sido apanhado”.

Zane Alchin pode ser condenado a até três anos de prisão. A sentença é conhecida a 29 de julho.

A esperança é que a condenação de Zane se transforme num paradigma para o resto do mundo, e que o “slut shaming” e ameaças deixem de ser comuns e tratadas como banalidades.

De acordo com um relatório da ONU sobre desenvolvimento digital, 73% das mulheres a nível global já sofreram algum tipo de assédio ou violência online.

“Ao declarar Zane Alchin como culpado de um crime, isto põe um fim a repercussões do género ‘É só na Internet, não é nenhum crime‘”, afirmou Paloma Brierley Newton. “Isto é um crime. Somos todos protegidos por lei. Não devemos ser assediados nem vitimizados em lado nenhum, não interessa em que meio”.

Em setembro do ano passado, o governo australiano anunciou um pacote de 70 milhões de dólares (62,6 milhões de euros) para a luta contra a violência doméstica e familiar, que em 2015 foi responsável pela morte de mais de 60 mulheres.

A ministra da Mulher, Micaelia Cash, afirmou que a decisão tinha como objetivo fazer com que as mulheres se sintam seguras “em casa, na rua e na Internet”.

A governante sublinhou a importância de uma mudança de mentalidades no país, recordando que 25% dos jovens australianos consideram justificável que um homem que tenha bebido bata numa mulher.

AF, ZAP / Hypeness

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é ridículo… simplesmente patético. Isto está nem mais nem menos do que ao nível daquela estupidez de há algum tempo de quererem criminalizar o “piropo”.

    Entenda-se… Eu sou totalmente a favor de equivalência de direitos de ambos os sexos. Sou 101% contra a violência, seja ela doméstica, vadía, física, psicológica, de homem pra mulher ou de mulher para homem. Mas… desde quando é que uma pessoa não tem liberdade de expressão agora para dizer o que pensa sobre os direitos das mulheres ou sobre o que ela escreve na internet?

    Não há dúvida… O gajo foi ofensivo, ameaçador e insultuoso. Como tal a única punição que se aplica, é a mesma de eu ir na rua, irritar uma gaja e ela responder: “Se eu soubesse onde tu moras, fazia-te a folha.. És asqueroso, devias ser sodomizado por um toiro enraivecido! ” – ou seja isto sería no máximo caso para uma multa por ofensa e danos morais.

    Três anos de cadeia?.. Depois admiram-se das reacções inversas…

  2. Não andará talvez a justiça um pouco zeladora em demasia? É que pelos vistos a uns dá o direito de pôr na internet as fotos que muito bem entendem em forma de promoção ou assédio, depois se sofrem comentários mais ou menos escaldantes fingem-se ofendidas e aproveitam a parcialidade da justiça para daí tirarem proveito, faz-me isto recordar por exemplo uma secretária que pratica sexo com um presidente e que a dada altura decide denunciá-lo para daí tirar proveito monetário e temos muitos casos idênticos.

RESPONDER

"Nomadland" é aposta na reabertura das salas de cinema

As salas de cinema reabrem já na segunda-feira e a grande aposta é Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao. O premiado filme Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao, é a …

Invasão ao Capitólio recriada através de vídeos divulgados nas redes sociais

A VICE recriou a invasão ao capitólio, no dia 6 de janeiro de 2021, através de vídeos divulgados pelos manifestantes nas redes sociais. Os resultados das eleições presidenciais norte-americanas não convenceram toda a gente. Uma parcela …

França cria delito de "ecocídio" para punir poluição ambiental

A lei resulta de uma recomendação da Convenção de Cidadãos pelo Clima e visa penalizar casos de poluição ambiental com crime específico. A câmara baixa francesa aprovou, este sábado, a criação do delito de “ecocídio” para …

Estação de metro abandonada em NY é o set de filmagens secreto mais bem guardado de Hollywood

A Bowery Station, uma estação de metro em Nova Iorque, permaneceu abandonada durante cerca de 20 anos, mas desfruta agora de uma nova vida. Tudo começou em 2016, quando Sam Hutchins, um veterano da indústria cinematográfica, procurava …

Nacional 0-1 FC Porto | Dragão cansado não facilita

O FC Porto foi à Madeira vencer o Nacional por 1-0. Quem pensou que seria jogo de goleada para os “azuis-e-brancos” enganou-se por completo. Os insulares deram luta, só permitiram um golo, por parte de Mehdi …

João Leão aposta num OE de "expansão" (e mantém a fé num acordo à esquerda)

O ministro das Finanças, João Leão, acredita que o sétimo Orçamento do Estado será aprovado com os partidos à sua esquerda. Ao semanário Expresso, João leão explicou que os próximos Orçamentos do Estado não serão de …

Português investigou histórias por detrás das dedicatórias de Beethoven

A dedicatória do compositor Beethoven da famosa "Sonata ao Luar" a uma alegada musa foi, afinal, uma forma sarcástica de se vingar pela forma como se sentiu desrespeitado, descobriu o musicólogo e pianista português Artur …

Nos canais de Utrecht, os peixes têm uma "campainha" para passar pela barreira

Quando os peixes desovam pelos canais de Utrecht, nos Países Baixos, costumam ser bloqueados pela eclusa Weerdsluis. Agora, a cidade lançou a primeira campainha para peixes do mundo. De acordo com o Dutch Review, o sistema …

Jorge Jesus acusa Gil Vicente de antijogo: "Fez o que o árbitro permitiu"

Este sábado, o Gil Vicente visitou o Benfica e saiu com os três pontos na bagagem ao vencer por 2-1, num duelo relativo à 27ª jornada da Liga NOS. O Benfica perdeu no Estádio da Luz …

Site chinês "apaga" mulheres que não querem casar ou ter relações com homens

Vários grupos de feministas com ideias mais radicais começaram a ser bloqueados de um dos sites mais influentes na China. Num país conhecido pelo seu regime ditatorial e conservador, um grupo de mulheres uniu-se para lutar …