Eletrónica transparente abre novas potencialidades aos têxteis

DR

Helena Alves, investigadora da Universidade de Aveiro

Helena Alves, investigadora da Universidade de Aveiro

Uma técnica desenvolvida por uma equipa internacional de cientistas liderada por Helena Alves, da Universidade de Aveiro (UA), permitirá no futuro carregar um telemóvel com o calor do corpo ou vestir roupa com sensores médicos.

A investigação, agora publicada pela revista Scientific Reports, do grupo Nature, desenvolve uma eletrónica transparente com base no grafeno e representa um passo decisivo para a incorporação de dispositivos eletrónicos em materiais têxteis.

A imaginação é o limite para as potencialidades da descoberta que, através de elétrodos de grafeno transparentes e flexíveis, vai permitir à indústria têxtil produzir roupas com componentes eletrónicos incorporados no próprio tecido.

“O conceito de tecnologia incorporada na própria roupa está a emergir mas, até agora, tê-la como parte integrante de tecidos têxteis era impossível”, explica Helena Alves, investigadora do CICECO – Aveiro Institute of Materials da UA e líder da equipa.

Entre as razões estava o facto dos materiais têxteis serem frágeis e não tolerarem muitos dos processos de nanofabricação utilizados para depositar metais, por envolverem temperaturas muito elevadas ou outros processos agressivos.

“Até agora os vários processos desenvolvidos para incluir dispositivos eletrónicos nos tecidos necessitavam que uma grande camada de material fosse depositada, de forma a ser condutor, mas à custa da transparência e flexibilidade dos tecidos”, expõe.

O problema foi contornado pela equipa de Helena Alves que usou grafeno em monocamada, com crescimento controlado, o qual foi suspenso numa solução aquosa e transferido para as fibras. Deste modo foi possível aos investigadores utilizar uma técnica à temperatura ambiente e em solventes compatíveis com fibras têxteis.

O crescimento controlado do grafeno, um material recentemente descoberto, constituído por uma monocamada de grafite e que tem demonstrado grande potencial na eletrónica, também permitiu garantir aos tecidos onde os elétrodos de grafeno foram incorporados uma elevada condutividade e uma grande mobilidade eletrónica.

Graças à transparência e flexibilidade do grafeno, o toque, a maleabilidade e cor dos tecidos permanecem inalterados.

“O desenvolvimento de uma eletrónica transparente incorporada em têxteis permitirá que as nossas roupas incorporem dispositivos como GPS, baterias de telemóvel, sensores de monitorização médica, ou dispositivos de segurança camuflados”, aponta a cientista.

Além de Helena Alves do CICECO da UA, estiveram envolvidos na investigação cientistas da Universidade de Exeter (Inglaterra), do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores para os Microsistemas e as Nanotecnologias (Lisboa), da Universidade de Lisboa e do Centro Belga de Investigação Têxtil.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Qual é a cor do seu nome? Esta plataforma mostra-lhe

A sinestesia é o nome que se dá à relação entre planos sensoriais diferentes - ou seja, ouvir um determinado som e pensar numa cor ou se associar números a uma cor. Uma mulher norte-americana chamada …

Criança de dois anos ficou esquecida oito horas em carrinha escolar

Uma menina, de dois anos, ficou esquecida, esta segunda-feira, durante oito horas numa carrinha escolar em Porto de Mós, no distrito de Leiria. De acordo com a SIC Notícias, a criança, de dois anos, costumava viajar na …

Donald Trump felicita "louco Bernie" pela vitória no Nevada

O senador norte-americano agradeceu aos apoiantes a vitória nas eleições primárias democratas, no sábado, no estado do Nevada. "Deixem-me agradecer o apoio das pessoas do Nevada. A coligação multigeracional e multirracial não só ganhou no Nevada, …

Investimento de 2,9 milhões no bloco operatório do Hospital da Figueira da Foz

O Ministério da Saúde anunciou, este domingo, que a remodelação do bloco operatório central do Hospital Distrital da Figueira da Foz, um investimento de 2,9 milhões de euros, vai avançar. "A necessária autorização ao Hospital Distrital …

Cabrita diz que relatório da IGAI não encontrou falhas no caso da Venezuela

O ministro da Administração Interna assegurou, este sábado, que não houve nenhuma violação das regras de segurança no voo da TAP ou no aeroporto de Lisboa. "Os resultados preliminares que acabei de receber desse relatório são …

Já são conhecidos os primeiros quatro finalistas do Festival da Canção

Bárbara Tinoco, Filipe Sambado, Elisa e Throes + The Shine foram os escolhidos, este sábado, para a final do Festival da Canção, que acontece em Elvas, a 7 de março. Estão decididos os primeiros quatro finalistas …

Ultra-conservadores e conservadores vencem Legislativas no Irão

O ex-presidente da câmara municipal, e candidato derrotado em três eleições Presidenciais, foi o mais votado em Teerão nas Legislativas desta sexta-feira. De acordo com os dados parciais avançados por media locais, este sábado à noite, …

Autoridades japonesas confirmam infeção de tripulante português

As autoridades japonesas confirmaram, este domingo, que o tripulante português do navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, deu teste positivo ao Covid-19. "Foi confirmado pelas autoridades de saúde japonesas que a pessoa em causa …

Flamengo de Jorge Jesus conquista Taça Guanabara

O Flamengo conquistou, este sábado, a Taça Guanabara, ao derrotar na final o Boavista por 2-1, após reviravolta no marcador. Depois de a meio da semana ter empatado 2-2 em casa dos equatorianos do Independiente del …

Covid-19 em Itália. Cidades sob quarentena, mais de 100 infetados e Carnaval de Veneza suspenso

O Governo italiano anunciou, este sábado, o isolamento de uma dezena de cidades, em particular na Lombardia, após serem detetados mais de 100 casos do novo coronavírus e confirmadas duas mortes. "Nas zonas consideradas como de …