Os elefantes são estranhamente resistentes ao cancro

Uma equipa de pesquisa que examinou pedaços relativamente subexplorados de ADN de mamíferos encontrou mais pistas sobre a habilidade extraordinária dos elefantes de evadir o cancro – e determinou que os genes responsáveis pela mitigação do dano nas células do elefante também podem ser encontrados em seres humanos.

A maioria dos mamíferos são propensas ao cancro, à exceção dos elefantes. Estes animais não são completamente imunes, mas quando comparados aos humanos, os elefantes raramente o contraem – especialmente considerando que têm 100 vezes o número de células dos humanos.

O estudo com as conclusões foi publicado em março na revista científica Cell Reports.

O cancro ocorre quando uma célula se altera aleatoriamente durante a divisão, pelo que apenas cerca de 1 em cada 20 elefantes desenvolver a doença, em comparação com 1 em cada 5 humanos, é extremamente curioso.

Os investigadores estavam a tentar descobrir a razão por trás desse facto há décadas. Há poucos anos, uma equipa de investigadores transformou essa característica incrível numa superabundância de um gene chamado p53, que suprime os tumores. Os elefantes africanos possuem 40 cópias da p53. Os seres humanos têm apenas um.

Mas agora uma equipa de cientistas da Universidade de Utah, nos EUA, encontrou mais pistas sobre como ocorre esta “imunidade” nos elefantes – e não se resume ao gene p53.

A equipa estudou o que era conhecido há várias décadas como “junk ADN” – o pedaço de ADN que não codifica proteínas. Isso não torna inútil, no entanto, estudos recentes descobriram que desempenha outras funções, como ser capaz de controlar quando e onde os genes são expressos.

“As pessoas apelidavam aquele pedaço de “ADN de lixo”, quando se referiam às regiões não codificadas, mas eu prefiro olhar para isso como uma selva por explorar”, disse o neurobiologista Christopher Gregg, da Universidade de Utah.

“Estamos a explorar as regiões não codificadas para tentar descobrir novas partes do genoma que possam controlar diferentes doenças”, explicou.

A equipa pesquisou as partes do genoma do elefante que são comuns a todos os vertebrados, mas evoluíram especificamente mais rápido em elefantes. Os cientistas examinaram essas regiões para obter elementos que ajudem a resistir a mutações – e, portanto, ao cancro.

Os cientistas identificaram três genes no ADN dos elefantes – FANCL, VRK2 e BCL11A – depois de o expor à radiação gama e terem observado como respondeu aos danos. Esses genes em particular estão envolvidos no reparo do ADN que protege contra mutações – e estão fortemente associados às acelerações dos elefantes.

Como os vertebrados têm muito ADN em comum, muitos outros mamíferos também têm esses genes. As versões humanas não nos protegem do cancro da mesma maneira que parecem fazer nos elefantes, mas saber quais são esses genes pode nos ajudar a determinar se podemos realizar uma mudança semelhante nos nossos próprios genes.

Outros animais que a equipa estudou foram o morcego em hibernação, para estudar anormalidades dos membros, a orca e golfinho, para estudar o desenvolvimento da cúria e da corneia, bem como a adaptação a ambientes de alta pressão para estudar distúrbios de coagulação sanguínea, o rato-toupeira-nu, para estudar desenvolvimento de olho e glaucoma, e o esquilo terrestre de treze andares, para estudar albinismo e síndrome do leopardo.

Pesquisas futuras serão necessárias para determinar se essas regiões aceleradas noutros mamíferos podem ser aplicadas terapeuticamente para ajudar a controlar doenças em seres humanos.

“Estamos a olhar para território inexplorado”, disse Gregg. “Este método dá-nos uma nova maneira de explorar o genoma e potencialmente descobrir novas abordagens para identificar, diagnosticar e tratar doenças“.

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …