Einstein tinha razão: Ondas gravitacionais detetadas pela primeira vez

Maxwell Hamilton / Flickr

Buracos negros em colisão e as ondas gravitacionais que se formam

Buracos negros em colisão e as ondas gravitacionais que se formam

Um grupo de cientistas anunciou, esta quinta-feira, a deteção inédita de ondas gravitacionais, fenómeno que foi previsto por Albert Einstein e que só agora foi demonstrado.

Os cientistas observaram uma distorção no tecido espaço-tempo gerada pela fusão de dois buracos negros a mais de mil milhões de anos-luz da Terra.

A descoberta foi anunciada por David Reitze, investigador do departamento de Física da Universidade da Flórida, nos EUA, e diretor executivo do projeto, numa conferência de imprensa em Washington DC.

A equipa que fez a descoberta – que será publicada na Physical Review Letters – afirma que esta primeira deteção das ondas gravitacionais significa a entrada numa nova era na Astronomia, um avanço científico que está a ser recebido com uma das descobertas do século.

Trata-se do culminar de um século de especulação, 50 anos de tentativas para as descobrir e 25 anos a aperfeiçoar instrumentos de medição tão sensíveis que conseguem, finalmente, identificar uma distorção no tecido espaço-tempo com a dimensão de um milésimo do diâmetro do núcleo de um átomo.

C. Henze / NASA Ames Research Center

Simulações numéricas de ondas gravitacionais  emitidas pela colisão e fusão de dois buracos negros. Os contornos coloridos à volta de cada buraco negro representam a amplitude da radiação gravitacional; as linhas azuis mostram as órbitas dos buracos negros e as setas verdes representam a sua rotação

Simulações numéricas de ondas gravitacionais emitidas pela colisão e fusão de dois buracos negros. Os contornos coloridos à volta de cada buraco negro representam a amplitude da radiação gravitacional; as linhas azuis mostram as órbitas dos buracos negros e as setas verdes representam a sua rotação

A investigação foi feita por cientistas que fizeram parte da LIGO Collaboration (Advanced Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory), uma experiência internacional de longa data que opera em laboratórios onde são disparados feixes de lasers através túneis muito longos, para tentar medir estas minúsculas ondulações no tecido do espaço-tempo.

Os dois detetores do LIGO, que ficam em extremos opostos dos EUA, captaram a 14 de setembro de 2015 quase que simultaneamente ondas que correspondiam à previsão do que seriam as ondas gravitacionais.

Karsten Danzmann, investigador do Instituto Max Planck para a Física Gravitacional e da Universidade de Leibniz em Hannover, na Alemanha, afirmou à BBC que esta deteção é um dos desenvolvimentos mais importantes da Ciência desde a descoberta do bosão de Higgs, e tão importante como determinar a estrutura do ADN.

Merece um prémio Nobel, sem dúvida”, afirmou à BBC o líder europeu da LIGO Collaboration.

“É a primeira deteção direta de sempre de buracos negros e é uma confirmação da Teoria da Relatividade Geral porque as propriedades destes buracos negros estão de acordo com o que Einstein previu há 100 anos”, explicou o cientista.

Também Stephen Hawking, um dos mais célebres físicos do mundo e especialista em buracos negros, assegura tratar-se de um momento histórico para a Ciência.

“As ondas gravitacionais fornecem uma forma completamente nova de olhar o Universo. A capacidade de detectá-las tem o potencial de revolucionar a Astronomia. Esta descoberta é a primeira deteção de um sistema binário de buracos negros e a primeira observação de buracos negros em colisão”, afirmou à BBC.

“Além de provar a Relatividade Geral, esperamos ver buracos negros em várias fases da História do Universo. Podemos mesmo encontrar relíquias do Universo primitivo durante o Big Bang em algumas destas formas mais extremas possíveis de energia”.

“Gostaríamos de ter uma nova visão sobre o universo”, afirmou Lawrence Krauss, um cosmólogo da Universidade do Estado do Arizona, quando o rumor sobre a nova descoberta foi lançado, ainda em janeiro.

“As ondas gravitacionais são geradas nos mais exóticos lugares na Natureza, como na borda de buracos negros. Temos a certeza de que existem, mas não temos sido capazes de utilizá-las para sondar o universo”.

AF, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Com o tempo, poderemos vir a utilizar as ondas gravitacionais para vencer a gravidade e deslocarmo-nos pelo ar sem precisar de aviões. Utópico? Quem é que há 200 anos imaginava o atual controle sobre as ondas eletromagnéticas? Vejam o meu livro “Convicções e Ceticismos”, Editora Luz da Vida, Lda, 2014

RESPONDER

Júlio Isidro recebe Medalha de Mérito Cultural

O Governo atribuiu a Medalha de Mérito Cultural ao locutor e apresentador de televisão Júlio Isidro, realçando o “inestimável trabalho de uma vida dedicada” ao audiovisual. A entrega da Medalha de Mérito Cultural foi feita, num …

EUA. Mulher é detida após tentar construir uma bomba numa loja da Walmart

Uma norte-americana foi detida numa loja da Walmart, na Florida, Estados Unidos (EUA), após tentar construir uma bomba dentro do estabelecimento comercial. A mulher, que tinha uma criança consigo, foi identificada pelo segurança quando andava sem …

Simeone reitera confiança em João Félix. "Acreditamos totalmente nele"

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, voltou a falar de João Félix esta sexta-feira, reiterando toda a confiança no avançado de 20 anos. "A Supertaça foi mais um passo de experiência para um rapaz …

Ensino Superior com mais concursos para professores em 2019

As instituições de Ensino Superior abriram, em 2019, mais 948 concursos para a carreira docente do que em 2018, anunciou, esta quinta-feira, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. De acordo com uma nota do …

Paulo Gonçalves. Seguradoras atrasam autópsia e trasladação do corpo para Portugal

Paulo Gonçalves faleceu no domingo, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar. Exigências das seguradoras quanto a despistes toxicológicos ao corpo de Paulo …

Estivadores vão fazer greve em Setúbal e ameaçam fazer o mesmo em Lisboa

O Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) revelou esta sexta-feira que vai entregar já na segunda-feira um pré-aviso de greve no Porto de Setúbal e ameaça fazer o mesmo no Porto de Lisboa. “Os trabalhadores …

Segundo maior diamante transforma-se em joias Louis Vuitton

Depois de cortado e polido, o segundo maior diamante da história será transformado numa coleção de joias da Louis Vuitton. A Lucara Diamond encontrou o diamante Sewelo, de 1.758 quilates, na sua mina do Botswana, no …

Filho do presidente da Câmara de Pedrógão Grande "sem memória" no caso da reconstrução de casas

O adjunto do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Telmo Alves, que também é filho do autarca, disse em Tribunal que desconhece o processo de reconstrução das casas ardidas no incêndio no concelho, em 2017, …

Joacine não está inscrita no congresso do Livre

De acordo com o semanário Expresso, a deputada única do Livre não se inscreveu na reunião magna do partido, que se realiza este fim de semana, em Lisboa. A deputada do Livre, Joacine Katar Moreira, e …

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE aos contratos individuais do Estado e aos precários regularizados no PREVPAP, disse Alexandra Leitão, esta sexta-feira, no Parlamento. A ministra da Modernização do Estado e da Administração …